Thaisa Galvão

15 de abril de 2018 às 10:06

Em viagem ao Japão paga pelo Senado para garantir elegibilidade, presidente Eunício Oliveira e senadores do PT e PSDB são hostilizados em Dubai [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB) pagou o preço por não ter assumido a presidência da República.

Com a rápida viagem do presidente Temer ao Peru, para participar da 8ª Cúpula das Américas, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) e do Senado, seriam, pela ordem na linha sucessória, os responsáveis por assumir o governo, já que o Brasil não tem vice.

Só que assumir a presidência nesse período já eleitoral, daria aos dois, que são pré-candidatos, a inelegibilidade.

Por isso tanto o presidente da Câmara quanto o do Senado, para garantirem seus projetos políticos particulares, usaram dinheiro público para viajar ao exterior, criando agendas que não estavam no script e que o Brasil passaria muito bem sem elas.

Assumiu a presidência a ministra Cármen Lúcia, presidente do STF, o mesmo tribunal que investiga o presidente Temer, o senador Eunício…

Rodrigo Maia foi para o Panamá, para uma reunião do Parlatino, “cumprindo” um período fora do Brasil igual ao de Temer: sexta e sábado.

Já Eunício juntou os senadores Tião Viana (PT) e Antônio Anastasia (PSDB), e com tudo pago pelo Senado, se mandou para o Japão, “atendendo” um tal convite do governo japonês para uma visita oficial de 14 e 20 de abril.

E o site do Senado ainda comemorou o feito de, pela primeira vez, uma comitiva de senadores brasileiros participar do programa de intercâmbio entre legislativos, promovido pela Câmara de Conselheiros nipônica.

Tá…

Uma semana explicando aos japinhas como fazer para quebrar um país, botar um bando de políticos na cadeia, inclusive um ex-presidente, e como gastar dinheiro público numa viagem com amigos ao outro lado do mundo para garantir a elegebilidade nas próximas eleições.

Pois a tchurma que foi torrar dinheiro no Japão, com direito a paradinha para jantar em Dubai, em uma das conexões da viagem, pagou o preço.

Como em todo lugar do mundo tem sempre um brasileiro puto com o Brasil, o ‘trio elétrico’ do Senado foi localizado.

E hostilizado.

Detalhe: tá pensando que eles ligaram? Só voltam para o Brasil no próximo final de semana.

Veja o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*