Holiday
Holiday

Thaisa Galvão

13 de junho de 2018 às 8:59

São José de Campestre: Ou Neném Borges toma posse ou continua como prefeito interino [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Um problema a mais para a população de São José de Campestre.

Primeiro, a cassação da prefeita Alda Romão, acusada de compra de votos nas eleições de 2016.

Depois, a realização de eleições suplementares, mesmo antes do processo que afastou a prefeita transitar em julgado, dando margem a justiça devolver o cargo a Alda e ela retornar, mandando para casa o eleito…tornando desnecessária a eleição cara para os cofres públicos.

Agora o TRE indefere a eleição suplementar do município, ocorrida no dia 3 passado, deixando na corda bamba o prefeito eleito Néném Borges (MDB).

Tudo por causa do vice Eribaldo Lima (PHS), que segundo o Tribunal, se filiou ao PHS fora do prazo estabelecido para concorrer ao pleito, ou seja, não se filiou 6 meses antes da eleição.

Cabe recurso, o que poderá acarretar em mais uma mudança na vida da cidade.

Mas…

O problema atual, inicialmente, tem efeito jurídico, mas não prático.

É que Neném Borges, na condição de vereador presidente da Câmara, já é o prefeito interino desde que Alda foi cassada.

E vai continuar administrando até que…a justiça conceda o direito de tomar posse como prefeito eleito…ou determine a realização de novas eleições suplementares, e ele tenha que disputar de novo para poder assumir em definitivo, caso seja eleito mais uma vez.

Não é nada, não é nada…é uma insegurança a mais para a população.

A posse dos eleitos estava marcada para o dia 28.

Como há recurso…aguardar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*