Thaisa Galvão

31 de agosto de 2018 às 17:00

Campanhas educativas do Detran reduzem número de acidentes no RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

As campanhas educativas do Detran do RN) vem se apresentando como marca positiva para diminuição dos acidentes e mortes no trânsito no estado.

A redução se constata a cada levantamento feito no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal.

Segundo dados do hospital, de 2016 a 2017 o número de pessoas acidentadas com motos caiu de 8.729 para 8.010.

As campanhas são assinadas pelo projeto Vidas no Trânsito do Ministério Público do RN.

“As campanhas educativas e a publicidade educativa são feitas para salvar vidas, e o resultado está aí, com esses novos números do Walfredo Gurgel, nosso maior hospital de trauma. É uma grande economia que o estado vem tendo com uma redução considerável”, disse Eduardo Machado, diretor-geral do Detran.

“O Detran terá nova campanha sobre motos em setembro, justamente no mês nacional do trânsito. A estratégia será reduzir cada vez mais acidentes. Os números ainda são muito altos e um custo absurdo para o Estado. O novo conceito da campanha sugere reflexão ao piloto sobre as consequências de seus atos em cima da moto, principalmente a pressa de ganhar alguns segundos que podem ser fatais”, explicou o publicitário Odemar Neto, diretor da Executiva Propaganda, agência licitada do Detran para desenvolver e criar as campanhas.

31 de agosto de 2018 às 11:37

Liminar: Juiz determina que TV Cabugi receba programas eleitorais sem cobrar dos candidatos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O juiz Ricardo Tinoco de Góes deferiu há pouco, pedido de liminar concedendo aos partidos e coligações, o direito de entregar os programas eleitorais em DVD.

A emissora havia imposto um sistema que só ela tem, e que é pago, onde cada programa seria entregue em link, e cada link custaria a cada candidato, o valor de 300 reais.

A procuradora eleitoral, Cibele Benevides, em reunião essa semana com representantes de partidos, considerou ilegal a imposição do formato pago.

Acionado pelo partido Rede, o juiz concedeu liminar proibindo a afiliada da Globo de fazer a cobrança, e obrigando a mesma a receber os programas em formato de DVD.

Mesmo com o combinado de todos os partidos de não pagarem a Cabugi, a campanha do candidato Carlos Eduardo Alves (PDT) saiu do combinado, pagou, e hoje as únicas inserções veiculadas foram as dele.

Veja trechos da liminar.

Veja trecho da mesma ação também impetrada pela campanha da candidata Fátima Bezerra (PT):

31 de agosto de 2018 às 10:25

Deputados das coligações de Robinson e Carlos Eduardo engolem mosca no primeiro programa de rádio [0] Comentários | Deixe seu comentário.

No primeiro programa de rádio da propaganda eleitoral no Rio Grande do Norte, os candidatos a deputado estadual das coligações do governador Robinson Faria (PSD) e do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), ficaram de fora porque não enviaram o material.

Numa campanha curta, um dia fora do ar pode ser considerada falta grave.

Dos deputados entraram os do PT, PSTU, PCdoB, Solidariedade…

A maioria dos partidos com pouco tempo de TV também não enviou o programa para a emissora geradora.

Na pauta de hoje, deputados estaduais, senadores e governadores.

Dos senadores, Geraldo Melo (PSDB) abriu o programa falando da idade: não está velho e volta para cumprir seu papel de melhorar o Brasil.

O senador Garibaldi Filho entrou seguido do candidato de sua coligação, Antônio Jácome (Pode).

Zenaide mostrou um áudio com trechos de discursos inflamados na Câmara, contra corrupção, contra impeachment, contra reformas…

Alexandre Motta, candidato do PT, fez sua apresentação.

O Capitão Styvenson, do partido Rede, líder nas pesquisas para o Senado, não mandou o programa.

Aliás o Rede não mandou deputado, senador, nem governador.

Entre os candidatos ao Governo, Robinson Faria (PSD) falou do atraso de salários no seu próprio governo.

Fátima Bezerra (PT) deu uma alfinetada nos adversários “do lado de lá”, e em seguida jogou o jingle…

E Carlos Eduardo Alves (PDT) falou do atraso de salário de Robinson. Não falou no dele quando prefeito.

Na chapa do Solidariedade, o deputado Kelps Lima, candidato à reeleição, apresentou os candidatos a governador Breno Queiroga e a vice, delegado Sérgio Leocádio. O delegado falou em “segurança forte e conversa curta e grosa”.

31 de agosto de 2018 às 10:07

Vídeo: Veja o primeiro programa de TV da candidata ao Governo Fátima Bezerra [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Já divulgado o primeiro programa de TV da candidata ao Governo do Rio Grande do Norte, senadora Fátima Bezerra (PT).

O programa será exibido logo mais às 13h.

31 de agosto de 2018 às 9:06

O #FATO e o #FAKE na entrevista de Marina Silva [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O G1 listou o que foi #FATO e o que foi #FAKE na entrevista da presidenciável Marina Silva do partido Rede, concedida ontem ao Jornal Nacional.

Acompanhe:

 

60% da direção da Rede foi favorável ao impeachment e dois deputados tiveram uma posição contrária” – #FATO

*

Desde 2010 que eu defendo, 2010 quando ninguém debatia isso, que a gente tinha que transitar para um regime de capitalização e contribuições” – #FATO

*

O Itamar Franco, quando assumiu, não tinha uma base e conseguiu juntar diferentes partidos para conseguir governar” – #NãoébemAssim

O então vice-presidente Itamar Franco contou, ainda em meados de 1992, com a formação de um grupo suprapartidário no Senado para oferecer a ele a estrutura política necessária para o caso de impeachment de Fernando Collor de Mello. Ou seja, conseguiu costurar uma base antes mesmo de assumir.

*

A Universidade Federal de Minas Gerais fez um estudo de que 80% das atividades domésticas são feitas por mulheres” – #FATO

*

Sou a única candidata que diz que apoia a Lava Jato” – #FAKE

O candidato à Presidência Alvaro Dias (Podemos), não só se apresenta como defensor da Lava Jato como tem repetido durante a atual campanha que convidará o juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Criminal de Curitiba, para ser o ministro da Justiça de seu governo, caso vença a eleição.

Geraldo Alckmin (PSDB) também afirma apoiar a investigação liderada pela força-tarefa do Ministério Público Federal e pela Polícia Federal de Curitiba. Como Ciro Gomes (PDT)  que disse apoiar a Lava Jato considerando uma virada de página na crônica de impunidade que sempre marcou a corrupção dos grandes no Brasil.

*

Eu fui a única candidata até agora a ir até a Transparência Internacional. E eles produziram mais de 70 propostas para combate à corrupção, um trabalho denso e eu me comprometi” – #FAKE

No dia 29 de agosto, o candidato do PSOL à Presidência, Guilherme Boulos, esteve na entidade, em reposta a um convite enviado a todos os candidatos à Presidência da República.

*

Eu, quando entrei no Ministério do Meio Ambiente, tinha mais de 40 hidrelétricas que não tinham licenças, aquilo que foi competência do Ibama, nós limpamos a pauta e o que não dava para fazer nós dissemos claramente aos empreendedores: ‘Não dá para fazer, como foi o caso da Tijuco Alto’” – #FATO

*

A (licença) da(s) hidrelétrica(s) de Santo Antônio e Jirau foi dada durante a minha gestão, um dos licenciamentos mais difíceis” – #FATO

*

No Rio Grande do Sul, nós estamos coligados com um jovem que foi prefeito de Pelotas e esse jovem, sobre ele não pesa absolutamente nada” – #FAKE

Ela se referiu ao ex-prefeito de Pelotas Eduardo Leite, de 33 anos, candidato do PSDB ao governo do Rio Grande do Sul, réu na Justiça estado em pelo menos duas ações de improbidade administrativa (irregularidade – e não um crime – cometido por um agente que tenha o controle de recursos ou bens públicos). Os processos tramitam na 4ª Vara Cível Especializada em Fazenda Pública da comarca de Pelotas.

*

Continuo coerente, porque o Eduardo Jorge, nós nunca tivemos divergências, a minha saída do PV tinha a ver com a visão de processo em relação ao que eu queria muito que o PV se tornasse um partido em rede, mas a cultura política da direção do PV entendeu que não” – #NãoébemAssim

Marina saiu do PV em 2011 após discordâncias com a direção do partido. Mas ela também tem, sim, divergências conhecidas com seu candidato a vice Eduardo Jorge (PV) em ao menos dois pontos que fazem parte do debate nacional pelo menos desde as duas últimas eleições para Presidência, apesar de ambos garantirem que essas discordâncias estão harmonizadas.

31 de agosto de 2018 às 8:49

Vídeo: Confira a entrevista da presidenciável Marina Silva ao Jornal Nacional [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Jornal Nacional terminou a série de entrevistas com os 4 presidenciáveis mais bem pontuados nas pesquisas, na noite desta quinta-feira, ouvindo (sem deixar muito falar) a candidata do partido Rede, Marina Silva.

Foi mais uma série da “inquisição” onde os apresentadores destinaram 27 minutos aos candidatos, mas devem ter consumido pelo menos metade do tempo, já que a ordem era metralhar…e não fazer perguntas.

Confira a entrevista de Marina Silva:

 

31 de agosto de 2018 às 8:46

Decisão do STF põe fim a ações contra a Guararapes e mantém contratação de facções têxteis no interior do RN [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O Grupo Guararapes, do Rio Grande do Norte, é uma das empresas envolvidas em alguns do 4 mil processos em tramitação, questionando a terceirização irrestrita na contratação de serviços.

O grupo comandado pelo empresário Flávio Rocha se defendia na justiça na intenção de manter o trabalho de facções têxteis no interior do Rio Grande do Norte, que hoje garantem a produção que a fábrica necessita, e o emprego a milhares de famílias.

Com a decisão do STF, de acordo com a defesa do grupo potiguar, fica tudo resolvido.

Com a terceirização liberada, segundo a defesa do grupo, acabou a “subordinação estrutural” que o Ministério Público do Trabalho defende.

31 de agosto de 2018 às 8:36

Terceirização: Para Rogério Marinho, decisão do STF tira o Brasil de um atraso de 100 anos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do deputado Rogério Marinho (PSDB) no seu twitter sobre a decisão do STF em relação a terceirizações.

31 de agosto de 2018 às 0:26

Que tiro foi esse no programa do Solidariedade? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

É vazamento que fala?

Veja o primeiro programa do Solidariedade no Rio Grande do Norte que tem como candidato a governador o engenheiro Breno Queiroga, e como vice o delegado Sérgio Leocádio.

Que tiro foi esse?

O candidato a deputado estadual Kelps Lima, presidente do Solidariedade, apareceu no programa da majoritária como apresentador.

E o programa da candidata ao Senado, Magnólia Figueiredo, do Solidariedade, também vazou.

Corre Magnólia!!!

31 de agosto de 2018 às 0:07

STF conclui julgamento e decide que é constitucional a terceirização na atividade-fim das empresas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Estadão:

Por 7 votos a 4 STF libera terceirização irrestrita para atividade-fim

Em seu voto, Celso de Mello destacou que a importância da terceirização irrestrita está no poder de a medida “manter e ampliar postos de trabalho”

Por Reuters e Estadão Conteúdo

Brasília — O Supremo Tribunal Federal (STF) considerou constitucional nesta quinta-feira, por 7 votos a 4, a terceirização de atividades-fim das empresas, liberando a adoção dessa medida pelas companhias.

O julgamento havia sido interrompido na quarta, quando o placar estava cinco a quatro pela constitucionalidade da medida.

Nesta quinta, os ministros Celso de Mello, o que está há mais tempo no Supremo, e a presidente, Cármen Lúcia, também votaram pela constitucionalidade da terceirização da atividade-fim.

Em seu voto, Celso de Mello destacou que a importância da terceirização irrestrita está no poder de a medida “manter e ampliar postos de trabalho”, listando uma série de vantagens que a autorização implica no mercado de trabalho, como a diminuição de custos ao negócio.

“Se serviços e produtos de empresas brasileiras se tornam custosos demais, a tendência é que o consumidor busque os produtos no mercado estrangeiro, o que, a médio e longo prazo, afeta os índices da economia e os postos de trabalho”, assinalou o decano da Corte.

“A Constituição, ao assegurar a livre iniciativa, garante aos agentes econômicos liberdade para escolher e definir estratégias no domínio empresarial”, observou.

A questão é analisada por meio de duas ações apresentadas à Corte antes das alterações legislativas de 2017, que autorizam a terceirização de todas as atividades. Além de Celso, já votaram pela terceirização irrestrita os ministros Gilmar Mendes, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux, Alexandre de Moraes e Dias Toffoli. Quatro votaram contra: Rosa Weber, Edson Fachin, Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio Mello.

Barroso e Fux, que votaram na semana passada, são os relatores das duas ações analisadas pela Corte. Uma delas, por ter repercussão geral, irá destravar cerca de 4 mil processos trabalhistas ao final do julgamento.

As ações em pauta no STF contestam decisões da Justiça do Trabalho que vedam a terceirização de atividade-fim baseadas na súmula 331 do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Antes da Lei da Terceirização e da Reforma Trabalhista, a súmula era a única orientação dentro da Justiça do Trabalho em torno do tema.

No entanto, mesmo após as inovações de 2017, tribunais continuam decidindo pela restrição da terceirização, com base no texto do TST.