Thaisa Galvão

9 de novembro de 2018 às 13:02

Depois de muito denunciar, ex-executivo da JBS Ricardo Saud acabou preso [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de muito denunciar…o executivo da JBS, Ricardo Saud, foi preso.

Essa semana a presidente do STF, ministra Rosa Weber, determinou o arquivamento da investigação contra o deputado federal Fábio Faria, delatado por Saud.

O nome do advogado Erick Pereira, também citado pelo executivo, também foi retirado do processo.

Hoje Ricardo Saud foi para o outro lado do balcão.

Ele e o poderoso-chefão, Joesley Batista, foram para a cadeia.

Joesley pela segunda vez.

Os dois e outras pessoas, entre eles o vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade (MDB), foram alvos de operação da lava-jato.

Ao todo foram 19 mandados de prisão temporária, sendo um contra o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB), que já está preso.

A PF também cumpre 63 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso.

Veja a lista dos presos:

-Antonio Andrade, vice-governador de Minas e ex-ministro da Agricultura

-Joesley Batista, dono da JBS

-Ricardo Saud, ex-executivo da JBS

-Demilton de Castro, executivo da JBS

-João Magalhães, deputado estadual pelo MDB de MG

-Neri Geller (PP-MT), deputado federal eleito e ex-ministro da Agricultura

-Rodrigo Figueiredo, ex-secretário de Defesa Agropecuária

-Mateus de Moura Lima Gomes, advogado

-Mauro Luiz de Moura Araújo, advogado

-Ildeu da Cunha Pereira, advogado

-Marcelo Pires Pinheiro

-Fernando Manoel Pires Pinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*