Thaisa Galvão

17 de novembro de 2018 às 19:29

Fátima conversa com Marcelo Alecrim e abre porta para o grupo ALE e seus muitos empregos permanecerem no RN [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O que o senador Jean-Paul Prates alertou como novidade para a segunda-feira, o Blog publica no sábado.

O jantar de ontem na casa de praia do presidente da ALE, Marcelo Alecrim, com presença da governadora eleita Fátima Bezerra, abriu diálogo para a distribuidora de combustíveis, com sinal verde de outros estados para se transferir do Rio Grande do Norte, permanecer no RN.

Fátima já havia aberto canal com empresários investidores no estado durante a campanha, e agora continua conversando.

Fátima foi ouvir de Marcelo Alecrim a real situação do grupo no Estado e iniciar o diálogo para assegurar a manutenção da ALE e dos empregos gerados pelo grupo no Rio Grande do Norte.

Marcelo e Elinor receberam Fátima, a irmã Tetê Bezerra, o senador Jean-Paul Prates e Murielle.

Eles conversaram sobre as recentes mudanças no controle acionário da empresa, que foi adquirido pelo grupo suíço-britânico Glencore, maior trading mundial de granéis minerais, vegetais e combustíveis.

“Nos últimos anos não recebemos qualquer sinalização que valorizasse a nossa contribuição para o PIB e para a arrecadação fiscal do RN o que, de fato, nos levou a considerar mudanças administrativas quanto a isso”, disse o presidente do Conselho de Administração da ALE, Marcelo Alecrim.

“Estivemos conversando para assegurar a Marcelo e a seu grupo de novos acionistas a porta aberta na nova gestão do Estado, a partir de 2019, no sentido de reconhecer o papel importante da empresa para o Rio Grande do Norte e pensar formas de aprimorar e ampliar a sua presença em investimentos no nosso Estado”, disse a governadora eleita.

A ALE é a 23ª maior empresa do Brasil e a maior do Nordeste em faturamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*