Thaisa Galvão

6 de dezembro de 2018 às 20:48

Choveu forte no município de Itaú nesta 5ª feira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Choveu hoje à tarde no município de Itaú, no Oeste do Rio Grande do Norte.

Confira as imagens enviadas por leitor do Blog:

6 de dezembro de 2018 às 20:41

Presidente da Fecam Iron Júnior diz que manterá diálogos em torno de sua reeleição [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Presidente da Federação das Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte, o vereador e presidente da Câmara de Jardim do Seridó, Iron Júnior, disse que o processo sucessório na instituição ainda não está definido.

E que ele pode até compor uma chapa.

Mas por enquanto, segue dialogando muito na tentativa de articular sua reeleição.

O nome do futuro presidente da Câmara de Natal, Paulinho Freire, surgiu na disputa, mas o nome de Iron não saiu da disputa.

6 de dezembro de 2018 às 15:34

TRE aprova contas de campanha do deputado federal eleito João Maia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte aprovou à unanimidade, mas com ressalvas, as contas de campanha do deputado federal eleito João Maia (PR).

Motivo das ressalvas: Atraso na entrega dos relatórios financeiros de três doações e divergências entre as informações das prestações de contas parcial e final.

Ressalvas já corrigidas pelo deputado, que está apto a ser diplomado no próximo dia 19 em cerimônia comandada pela Justiça Eleitoral no Teatro Riachuelo.

6 de dezembro de 2018 às 15:20

Futuro presidente da Câmara de Natal Paulinho Freire deverá ser eleito titula da Fecam [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A eleição para escolha do próximo presidente da Federação de Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte já está na pauta do dia dos legisladores municipais.

Atual presidente da Fecam, o presidente da Câmara de Jardim do Seridó, Iron Júnior, deverá fazer parte da chapa, e mais uma vez como vice.

Iron foi vice do ex-presidente Raniere Barbosa, e assumiu depois que ele que renunciou há poucos.

Estava nos planos do vereador seridoense disputar a presidência da Federação, mas o nome do futuro presidente da Câmara de Natal, Paulinho Freire, desponta como mais forte no momento.

A Fecam poderá ter Paulinho presidente e Iron Júnior vice.

Resta saber se ele vai topar a mudança dos planos.

Dos planos dele.

6 de dezembro de 2018 às 14:09

Em entrevista ao Jornal da Noite Gustavo Carvalho diz que manter Uern não é obrigação do Estado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado estadual Gustavo Carvalho (PSDB) encerra o terceiro mandato contabilizando um projeto aprovado na Assembleia Legislativa, e também junto à opinião pública, e principalmente aos proprietários de motocicletas.

O projeto que será sancionado nos próximos dias pelo governador Robinson Faria, reduz o preço cobrado por estacionamentos para as motos.

Na entrevista que nos concedeu no Jornal da Noite, na 95MaisFM, Gustavo explicou mais sobre o projeto, falou da sua reeleição para o quarto mandato, fez definições sobre o atual governo e disse o que espera da gestão Fátima Bezerra.

Confira a entrevista onde o parlamentar tocou um ponto bem polêmico: a Uern.

Que para ele, não é de responsabilidade do Governo do Estado e deveria ser federalizada.

 

6 de dezembro de 2018 às 13:05

Roberto Linhares diz que não conversou com Fátima sobre cargos e que prefere continuar na Caixa Econômica [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A análise da estrutura do Estado e seu funcionamento, a partir de coleta de dados, como sua missão na equipe de transição da governadora eleita Fátima Bezerra, faz do ex-superintendente e funcionário de carreira da Caixa Econômica Federal, Roberto Sérgio Linhares, cotadíssimo para assumir a Secretaria de Administração.

Ao Blog, ele garante que não houve conversa nenhuma sobre cargos com a governadora eleita, e acredita que ela tem “várias boas opções técnicas a escolher para compor o seu governo”.

E disse que seu desejo pessoal é continuar na Caixa.

E que onde estiver, pela “lealdade, respeito, confiança e amizade”, contribuirá com o futuro governo.

“Esteja onde estiver”, garante Linhares.

6 de dezembro de 2018 às 12:40

Ex-presidente da Câmara de Santana do Matos é afastado do cargo de vereador em operação do MP [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou hoje a operação Marca-passo, para combater um esquema de desvio e lavagem de dinheiro público na Câmara Municipal de Santana do Matos.

Segundo as investigações, o esquema é chefiado pelo vereador Erinaldo Florêncio Xavier da Costa e envolve empresários da região.

O vereador foi afastado do cargo de vereador e de servidor público, e está proibido de frequentar a Câmara.

 

Os crimes foram cometidos entre 2011 e 2016, período em que Erinaldo Florêncio presidiu a Câmara.

Na época uma decisão judicial o afastou da presidência.

Ele foi investigado na operação Infarto, deflagrada pelo MPRN em 1º de setembro de 2016 e é réu em uma ação penal e em uma ação civil pública, ambas por desviar recursos públicos.

 

De acordo com o que foi apurado pelo MPRN, a Câmara contratou quatro empresas para prestar serviço e fornecer bens de forma fraudulenta.

A investigação mostra coincidências temporais entre as transferências de recursos da Câmara em benefício das empresas e as remessas dessas pessoas jurídicas ou de seus titulares ao vereador e ao empresário Emerson Gabriel da Cunha Macedo, tido como braço-direito de Erinaldo Florêncio. Na maioria das vezes, essa “coincidência” ocorria no mesmo dia do pagamento às empresas pela Câmara.

 

Ao todo, o MPRN identificou 11 transferências ilícitas de recursos públicos, todas documentadas. Além da conta de Emerson Gabriel da Cunha Macedo, Erinaldo Florêncio usava a conta bancária do próprio pai dele para receber dinheiro público desviado. Ele permanecia com o cartão do pai, sendo o único responsável pelas movimentações. A investigação aponta que o dinheiro era lavado com o pagamento de faturas pessoais do vereador.

 

Para o MPRN, há evidências do cometimento de crimes de organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro por parte de Erinaldo Florêncio, Emerson Gabriel e das empresas e empresários envolvidos.

 

Além dos mandados de busca e apreensão, o MPRN conseguiu junto à Justiça o sequestro de bens dos investigados no valor de R$ 124.425,00. O grupo e as empresas também tiveram as contas bancárias bloqueadas.

 

A operação Marca-passo contou com 17 promotores de Justiça e 22 servidores do MPRN. A ação teve apoio de 53 policiais militares.

6 de dezembro de 2018 às 12:31

Coligados da primeira hora, PCdoB e PHS ainda aguardam definição para composição do governo Fátima [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Aliados de primeira hora, coligados com o PT da governadora eleita Fátima Bezerra, o PCdoB e o PHS ainda não foram definidos como peças importantes da futura gestão.

 

Mas a governadora ainda não anunciou cargos para aliados.

Por enquanto, definições próprias.

Cargos com DNA e digital da governadora.

 

Para o PCdoB, o que se sabe é que está reservada, para Canindé França, a pasta que já ocupou: Reforma Agrária.

Sobre o deputado não reeleito Carlos Augusto Maia, nenhuma especulação.

 

Do PHS, dois nomes em discussão, mas sem definição de cargos: do presidente da legenda, Leandro Prudêncio e do ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante e marido da senadora eleita Zenaide Maia, Jaime Calado.

6 de dezembro de 2018 às 12:05

PSB deverá fazer indicação para o Detran do RN [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Dos bastidores do futuro governo do Rio Grande do Norte.

Deverá caber ao PSB do deputado federal Rafael Motta a indicação para o Detran.

A governadora eleita Fátima Bezerra começa a conversar com os aliados.

De primeira hora e de segundo turno.

6 de dezembro de 2018 às 11:59

Palocci começa o dia prestando depoimento e revelando renovação de MP em troca de dinheiro para filho de Lula [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-ministro dos governos Lula e Dilma, Antônio Palocci (PT), prestou depoimento hoje à Justiça Federal.

E revelou que o ex-presidente renovou uma medida provisória em troca de dinheiro para o filho Luís Claudio Lula da Silva.

A compra de medidas provisórias é investigada na Operação Zelotes, deflagrada em 2015.

Palocci disse que o filho de Lula foi ao seu escritório de consultoria entre o final de 2013 e o início de 2014 com um pedido entre 2 e 3 milhões.

“Tenho testemunhas, registro de telefonema dele, agendas”, afirmou o ex-ministro.

Palocci disse que falou com Lula mas o ex-presidente disse que ele não se envolvesse porque o dinheiro seria liberado através do dono da Marcondes e Mautoni, Mauro Marcondes.

Que segundo relatório da PF, repassou 2,5 milhões à LFT Marketing Esportivo, empresa de Luís Claudio, que copiou da internet uma consultoria para justificar o recebimento do dinheiro.

 

“Eu fui falar com o ex-presidente Lula para ver se ele me autorizava a fazer isso. Sempre que alguém pedia em nome do ex-presidente Lula eu consultava o ex-presidente Lula. Aí que o presidente Lula me falou que não precisa atender o Luís Claudio, porque eu já resolvi esse problema com o Mauro Marcondes”, explicou Palocci. Marcondes chegou a ser preso, em 2016, em uma das fases da Operação Zelotes.

 

“Aí eu perguntei inclusive: Mas então porque ele me procurou? Aí o ex-presidente disse: porque ele não sabe que eu fiz isso. Mas pode esquecer que eu já resolvi o problema”, completou.

 

“Aí ele e me contou que foi através da renovação da 471 [medida provisória], que foi feita através de uma emenda parlamentar, na Câmara dos Deputados, que renovou os benefícios da Caoa e da Mitsibushi a partir daquele ano. E que ele tinha pedido uma contribuição, para que o Mauro Marcondes pedisse uma contribuição às empresas, e essa contribuição seria transferida ao filho dele”, concluiu Palocci durante depoimento à Justiça Federal.

*

Com informações do G1

6 de dezembro de 2018 às 11:43

Na briga pela presidência do Senado, nome de Fernando Collor desponta como possível solução [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A eleição para presidente do Senado foi assunto discutido nas rodas poderosas da justiça ontem à noite em São Paulo, no lançamento do livro do advogado potiguar Robson Maia.

Todo mundo sabe que todo mundo sabe que o MDB não quer largar o osso, e apesar do recado popular das urnas, que mandou políticos tradicionalíssimos para casa, o partido quer continuar com a máxima de que a legenda com maior representação na Casa, terá a garantia de presidir a Casa.

Vale ressaltar que o atual presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), que poderia ser candidato à reeleição, não se reelegeu senador e ficará sem mandato a partir de janeiro.

A máxima do maior representante presidir o Senado é antiga, e o MDB no Senado não quer dar o F5 necessário para as mudanças adotadas pelo povo.

E o ‘eterno presidente’ Renan Calheiros, que já chegou até mesmo a renunciar à presidência para se livrar de cassação por improbidade, depois voltou ao comando do legislativo, quer voltar a ser o presidente.

Senador mais bem votado por São Paulo, o Major Olímpio, do PSL do presidente Bolsonaro, quer entrar na disputa.

Mas teme que, no voto secreto, os “devedores de favores” paguem com votos a Renan e ele volte para a presidência.

E no lançamento do livro de Robson Maia, ontem em São Paulo, um nome era discutido como possível solução entre o MDB e o PSL: o do senador Fernando Collor de Mello, do PTC.

6 de dezembro de 2018 às 11:42

Crime que marcou a família Collor de Melo completa 55 anos e aconteceu dentro do Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E por falar em Fernando Collor de Mello, o crime que marcou a vida do pai dele, senador Arnon de Mello, acaba de fazer 55 anos.

E aconteceu dentro do Senado.

 

Do Yahoo Notícias

Há 55 anos, pai de Fernando Collor matou um senador dentro do Congresso

Os senadores Arnon de Mello e Silvestre Péricles de Goés Monteiro se desentendiam com frequência no Congresso, numa tentativa de medir forças – ambos tinham Alagoas como estado de origem

 

Em 4 de dezembro de 1963, Arnon abriu os trabalhos com a seguinte frase: “Senhor presidente, com a permissão de Vossa Excelência, falarei de frente para o senador Silvestre Péricles de Góes Monteiro, que me ameaçou de morte”.

 

Silvestre não aceitou o desaforo de seu inimigo político e atacou verbalmente Arnon, que sacou um revólver e disparou várias vezes. Nenhum dos tiros atingiu Silvestre, que também estava armado, “mas jogou-se no chão e rastejou entre as fileiras de poltronas com seu revólver na mão”, como relata reportagem do Jornal do Brasil.

 

Dois tiros, no entanto, acertaram José Kairala, senador pelo PSD do Acre, que, junto com João Agripino, tentava parar a briga. Kairala, de 39 anos, substituía José Guiomard, do mesmo partido. Eram suas últimas horas como senador – devolveria o cargo no dia seguinte ao titular. Ele foi baleado no abdômen na frente do filho pequeno, da esposa e da mãe, que o prestigiavam no último dia de trabalho. Embora tenha sido socorrido, Kailara morreu no mesmo dia, poucas horas depois.

 

Pressionados pela população, os demais parlamentares aprovaram, por 44 votos a 4, a prisão dos dois colegas atiradores. Apesar do flagrante, assim como ocorre hoje, os outros senadores precisavam dar o aval para que Arnon e Silvestre fossem detidos. Não demorou para serem soltos e em 1964 foram declarados inocentes pelo Tribunal do Júri de Brasília.

 

Depois de deixar a prisão, Arnon foi nomeado novamente em 1970 para o mesmo cargo que ocupara antes. E, quando faleceu, em 1983, ainda representava o estado de Alagoas no Senado.

6 de dezembro de 2018 às 9:43

Violência doméstica: Globo repercute projeto de Rafael Motta aprovado na Câmara que obriga agressor a devolver dinheiro gasto com tratamento [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Bom Dia Brasil, da TV Globo, exibiu hoje reportagem sobre projeto aprovado na Câmara e que obriga agressores domésticos a bancar custos com tratamento.

O projeto aprovado é de autoria do deputado do Rio Grande do Norte, Rafael Motta (PSB).

Confira:

O deputado Rafael Motta propôs a inclusão do dispositivo na Lei Maria da Penha.

“A aprovação acontece em momento oportuno, já que a violência doméstica tem crescido no Brasil e hoje ocupamos o sétimo lugar no ranking mundial dos países com mais crimes praticados contra as mulheres”, argumentou Rafael Motta em plenário.

“Com essa reparação, vamos combater a violência e ampliar a proteção e o direito à saúde das mulheres”, disse o deputado.

O Projeto de Lei foi apresentado por ele e pela deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO).

6 de dezembro de 2018 às 9:31

Potiguares prestigiam noite de autógrafos do advogado Robson Maia em São Paulo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O advogado potiguar com banca em São Paulo, Robson Maia, promoveu noite de autógrafos ontem para lançamento do seu livro “Curso de Direito Tributário Brasileiro”.

O lançamento foi na Editora e Livraria Noeses, responsável pela publicação, e reuniu conterrâneos do autor como o empresário Sérgio Gaspar, o presidente do Grupo Ale, Marcelo Alecrim com Elinor, o advogado Jacinto Arruda Câmara…

Nome respeitado do Direito Tributário no Brasil, Paulo Barros de Carvalho, aquele que um simples rabisco dele vale uma fortuna, prestigiou o lançamento do sócio Robson Maia.

Do @jurinews presença de mais potiguares prestigiando o advogado Robson Maia: a prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini com Carlos Augusto Rosado, e o advogado Marcelo Rocha e o professor Lucas Galvão de Britto.