Thaisa Galvão

9 de janeiro de 2019 às 3:37

Contas reprovadas não tiraram mandato da senadora diplomada Zenaide Maia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em entrevista a Juliana Celli e Eugênio Bezerra no Jornal da Noite, na 95MaisFM, Sandro Pimentel admitiu que errou quando transferiu recursos de sua conta pessoal, dinheiro fruto de seus salários como vereador, para a conta de campanha.

Cada depósito não poderia, segundo a lei eleitoral, ultrapassar um valor abaixo de 2 mil reais, e os depósitos de Sandro, de sua conta pessoal para a conta de campanha, foram superiores ao valor estabelecido.

Poderia o deputado eleito ter usado seu próprio dinheiro sem declarar, como caixa dois, mas ele preferiu registrar na justiça eleitoral.

Não usou dinheiro público, fundo partidário…

A falha técnica provocou a desaprovação das contas.

Ok.

Mas contas reprovadas, como diz a própria Justiça Eleitoral, não tira mandato de ninguém.

No Rio Grande do Norte não tirou o da senadora eleita Zenaide Maia.

Por que então vai tirar o do deputado eleito Sandro Pimentel?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*