Thaisa Galvão

26 de janeiro de 2019 às 10:57

Brumadinho: Maior número de vítimas é de funcionários da Vale [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Vale divulgou hoje uma lista de possíveis vítimas do que eles chamam de ‘tragédia em Brumadinho (MG)’, mas que na realidade se trata de crime ambiental.

São 413 pessoas desaparecidas e ainda não contatadas.

Do total, 323 são funcionários da Companhia responsável pela barragem de rejeitos que se rompeu nesta sexta-feira na mina de Córrego do Fundão.

A lama varreu a comunidade local e parte do centro administrativo da empresa.

Até agora se tem confirmação de 9 mortes.

 

O que se sabe sobre o acidente até agora:

São 9 mortos confirmados mas nem todos identificados;

Foram resgatadas 189 pessoas com vida;

Os principais atingidos são funcionários da Vale que estavam em horário de almoço e o refeitório da empresa foi atingido; a empresa informou que havia 427 pessoas no local e 279 foram resgatadas vivas;

Entre 300 e 350 pessoas continuam desaparecidas;

25 pessoas estão internadas em serviços de saúde de Belo Horizonte e de Brumadinho;

A Vale informou que o rompimento ocorreu na barragem 1 da Mina Feijão – que causou o transbordamento de outra barragem;

O Ministério do Meio Ambiente, por sua vez, informou que foram 3 barragens rompidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*