Thaisa Galvão

30 de janeiro de 2019 às 7:53

Decisão de juíza sobre ida de Lula ao enterro do irmão contraria Lei de Execução Penal citada por colega magistrado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Essa é a segunda vez que a justiça nega pedido de Lula para participar de um enterro.

A primeira vez foi no dia 25 de dezembro, quando ele solicitou liberação para ir a Brasília para as despedidas do amigo, ex-deputado federal Sigmaringa Seixas.

A decisão do juiz Vicente de Paula Ataíde Júnior, do Paraná, citava a Lei de Execução Penal, afirmando que presos como Lula só poderiam receber a permissão para sair da prisão em caso de “falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão”.

A decisão da juíza Carolina Lebbos, levando em consideração o entendimento do colega plantonista em dezembro, contraria a Lei de Execução Penal.

E mais uma vez reforça o discurso de “preso político” levantado pelo PT no caso do ex-presidente Lula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*