Thaisa Galvão

2 de fevereiro de 2019 às 18:53

Político em baixa tem que silenciar sob pena de ganhar um Pixuleco [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Alguns políticos tradicionais, os mais antigos, ainda não entenderam o recado das urnas, e continuam usando salto 15.

O senador Renan Calheiros é só um exemplo dos muitos que sobram pelo país afora depois da lava-jato.

Renan bem que poderia ter aproveitado, já que foi um dos únicos desse time que conseguiu se reeleger, para mergulhar.

Fazer política silenciosa…

Poderia não ter passado pelo mico de hoje e ainda, quem sabe, conquistado nem que fosse uma suplência na mesa diretora.

Mas a arrogância fala mais alto e o poder é fundamental.

Chegar ao final da carreira política..nem pensar.

O mergulho para os políticos que foram tirados do processo, seja por falta de votos ou por problemas jurídicos, é necessário.

Renan não entendeu.

Achou que ter sido reeleito lhe dava o direito de falar grosso.

Foi vaiado, obrigado a retirar a candidatura à presidência do Senado, e ainda ganhou homenagem em Brasília: um boneco Pixuleco com sua cara.

Pixuleco era o boneco vestido de presidiário e com a cara do ex-presidente Lula.

O Pixuleco de hoje é vestido de presidiário mas tem a cara de Renan Calheiros.

Então…

Fica a dica!

Para os políticos que foram tirados do processo ou que estão encalacrados com processos judiciais…todo silêncio ainda será ensurdecedor

Tipo…

Todo silêncio é pouco…

2 de fevereiro de 2019 às 18:05

Candidato do ministro da Casa Civil Onix Lorenzony, Davi Alcolumbre é eleito presidente do Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Senado fica como estava.

Presidente em exercício da Casa desde ontem, quando Eunício Oliveira (MDB) deixou de ser senador já que não conseguiu se reeleger, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) foi eleito presidente do Senado.

Ele era o queridinho do ministro da Casa Civil, Onix Lorenzony.

Veja o placar da votação:

-Davi Alcolumbre (DEM-AP) – 42 votos

-Esperidião Amin (PP-SC): 13 votos

-Angelo Coronel (PSD-BA): 8 votos

-Reguffe (sem partido-DF): 6 votos

-Renan Calheiros (MDB-AL): 5 votos (antes de retirar a candidatura)

-Fernando Collor (Pros-AL): 3 votos

2 de fevereiro de 2019 às 17:25

Eleições suplementares: Fátima declara apoio a Cibelly em Passa e Fica e Péricles em Santa Cruz [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Fátima Bezerra entrou de cara nas eleições suplementares dos municípios de Passa e Fica e Santa Cruz.

As eleições acontecerão neste domingo.

Em Passa e Fica ela apoia a candidatura de Cibelly.

O vice-governador Antenor Roberto (PCdoB) se vestiu de azul nesta sexta-feira e subiu no palanque da candidata do PSDB em Passa e Fica.

Em Santa Cruz Fátima apoia a candidatura de Péricles, do PSD.

2 de fevereiro de 2019 às 16:52

Renan Calheiros retira candidatura e eleição deverá ser anulada mais uma vez [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Renan Calheiros, que tem votos secretos no plenário do Senado, mas nutre a ojeriza do povo brasileiro, retirou a candidatura a presidente do Senado.

Artista que só ele, Renan retirou a candidatura quando os senadores já estavam votando.

O pleito, o segundo iniciado hoje, deverá ser anulado de novo, para começar sem o nome do artista.

Renan – o insistente – foi vaiado quando discursava como candidato.

2 de fevereiro de 2019 às 16:32

Equívoco ou fraude na eleição do Senado? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Equívoco ou fraude?

O que levou o Senado a contabilizar 82 votos na eleição da presidência da Casa que só tem 81 senadores?

Levando em conta alguns muitos integrantes daquele parlamento, melhor apostar em fraude.

A eleição foi anulada pelo grupo de senadores escrutinadores, escolhidos pelos líderes partidários para acompanhar a votação e já começou de novo.

Os senadores Alvaro Dias (Pode-PR), Major Olímpio (PSL-SP) e Simone Tebet (MDB-MS), retiraram as candidaturas.

O pleito vai seguir com os seguintes candidatos:

-Fernando Collor (Pros-AL)

-Reguffe (sem partido-DF)

-Angelo Coronel (PSD-BA)

-Davi Alcolumbre (DEM-AP)

-Esperidião Amin (PP-SC)

-Renan Calheiros (MDB-AL)

2 de fevereiro de 2019 às 16:15

Bancada do RN foi indicada para acompanhar votação e apuração e constatou fraude no pleito [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Por indicação dos partidos, os 3 senadores do Rio Grande do Norte foram designadas como escrutinadores da eleição da mesa diretora do Senado.

Resumindo: foram escolhidos para fiscalizar a votação e apuração.

Jean-Paul Prates, Zenaide Maia e Capitão Styvenson votaram.

Styvenson registrou de público o seu voto.

Votou no candidato Reguffe.

Sem partido, assim como ele.

Na contagem dos votos, a vergonha que não quer calar.

A Casa tem 81 senadores, mas 82 votaram.

Um voto do além…ou de um bandido mesmo?

2 de fevereiro de 2019 às 15:46

Senador Jean-Paul explica abstenção dele e de muitos senadores no 1º dia do pleito [2] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Jean-Paul Prates explicou o motivo de sua abstenção na votação para escolha do voto fechado ou voto aberto na eleição da mesa diretora do Senado.

Ele disse que a sessão era preparatória, mas decisões foram tomadas como se fosse ordinária, mudando as regras antes mesmo da posse dos senadores, antes do Pleno formado, se referindo ao decreto baixado e à revogação do mesmo, sobre o assunto em questão.

Jean-Paul explicou que ele não votou pelo voto fechado, simplesmente se absteve de participar de um processo que não acontecia de acordo com o regimento do Senado.

Explicada a posição de Jean-Paul, da senadora Zenaide Maia e de muitos parlamentares que se eximiram também do processo nesta sexta-feira.

2 de fevereiro de 2019 às 13:18

Ao retirar candidatura, Álvaro Dias diz a Renan Calheiros que o povo brasileiro não quer vê-lo presidente do Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O senador Alvaro Dias (Podemos) acaba de retirar sua candidatura a presidente do Senado.

Ele disse que seu nome foi colocado porque seu partido fez uma consulta popular.

“A renúncia não é fácil, não é um ato de covardia, mas a renúncia nessa hora é um ato de desprendimento”, disse Álvaro em seu discurso, quando também apontou o dedo para o senador Renan Calheiros, que se garante com o voto secreto:

“94% da população não lhe quer como presidente desta Casa, senador Renan Calheiros”, disse Alvaro Dias.

2 de fevereiro de 2019 às 12:01

STF decide pelo voto secreto beneficiando Renan Calheiros que registrou candidatura à presidência do Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de um dia intenso de barracos no Senado e da suspensão da eleição da mesa diretora, o processo eleitoral foi judicializado e entrou pela madrugada.

Foi na madrugada que o ministro Dias Toffoli, do STF, determinou que a eleição seja feita por votação secreta.

E quem pediu na justiça o segredo do voto, que beneficia o senador Renan Calheiros?

O MDB, partido de Renan, e o Solidariedade.

Até agora estão registradas as seguintes candidaturas à presidência do Senado:

Alvaro Dias (Podemos-PR)

Ângelo Coronel (PSD-BA)

Davi Alcolumbre (DEM-AP)

Fernando Collor (Pros-AL)

Major Olímpio (PSL-SP)

Renan Calheiros (MDB-AL)

Reguffe (sem partido)

Com o voto aberto, Renan não tinha registrado a candidatura, mas com o voto secreto, como se beneficia, já registrou seu nome na disputa.

Ex-presidente do Senado, Renan Calheiros tem muitos votos, porém, os senadores que votam nele tem VERGONHA de fazê-lo por motivos mais que óbvios.

Daí a importância, para eles, do voto secreto.

O STF atendeu.

2 de fevereiro de 2019 às 9:28

Deputada Natália Bonavides se reúne com bancada feminina do PT logo depois de tomar posse [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da deputada Natália Bonavides, logo depois de tomar posse na Câmara Federal.

2 de fevereiro de 2019 às 8:35

Deputado General Girão entre o horário do quartel e o da Câmara Federal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Apesar de ter sido secretário de Segurança de um Governo estadual e um municipal – gestões da governadora do RN e da prefeita de Mossoró Rosalba Ciarlini – o deputado federal General Girão (PSL) chegou à Câmara Federal para tomar posse, reclamando do atraso da sessão.

No quartel o horário é respeitado.

Já em Brasília…

Mas Girão não deve demorar a se acostumar com os chás de cadeira da Corte, nada diferentes dos que ele já enfrentou no Governo e na Prefeitura.

Antes da posse ele fez uma live e falou para o seu partido, o PSL:

2 de fevereiro de 2019 às 7:50

Depois de 5 mandatos de prefeito de Lajes, Benes Leocádio assume primeiro mandato de deputado federal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Benes Leocádio, eleito pelo PTC mas a caminho do PRB, tomou posse como deputado federal pela primeira vez.

Benes estreia no legislativo depois de ter sido prefeito de Lajes por 5 mandatos.

Nas eleições de outubro foi o mais votado entre os 8 deputados federais eleitos pelo Rio Grande do Norte.

Nas fotos abaixo, no juramento e com a família:

2 de fevereiro de 2019 às 7:35

Em meio a falsidade e intolerância escolha do coordenador da bancada do RN perdeu o sentido [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Brasília chega a informação de que os ventos sopram para um consenso em torno do deputado federal Rafael Motta como coordenador da bancada do Rio Grande do Norte.

Rafael já havia dado sinais de que não queria…

Beto Rosado, Fábio Faria, General Girão e João Maia continuam dando sinais de que não querem Benes Leocádio.

Jean-Paul Prates, Zenaide Maia, Natália Bonavides, e Walter Alves continuam firmes que preferem Benes.

Resta saber se Rafael começou a querer e se Benes começou a desistir.

Mas vamos combinar que essa escolha pela coordenação da bancada já perdeu o sentido e num universo de apenas 11 parlamentares reinam a falsidade e a intolerância.

Tudo o que o Rio Grande do Norte não precisa nesse momento.