Thaisa Galvão

2 de fevereiro de 2019 às 12:01

STF decide pelo voto secreto beneficiando Renan Calheiros que registrou candidatura à presidência do Senado [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de um dia intenso de barracos no Senado e da suspensão da eleição da mesa diretora, o processo eleitoral foi judicializado e entrou pela madrugada.

Foi na madrugada que o ministro Dias Toffoli, do STF, determinou que a eleição seja feita por votação secreta.

E quem pediu na justiça o segredo do voto, que beneficia o senador Renan Calheiros?

O MDB, partido de Renan, e o Solidariedade.

Até agora estão registradas as seguintes candidaturas à presidência do Senado:

Alvaro Dias (Podemos-PR)

Ângelo Coronel (PSD-BA)

Davi Alcolumbre (DEM-AP)

Fernando Collor (Pros-AL)

Major Olímpio (PSL-SP)

Renan Calheiros (MDB-AL)

Reguffe (sem partido)

Com o voto aberto, Renan não tinha registrado a candidatura, mas com o voto secreto, como se beneficia, já registrou seu nome na disputa.

Ex-presidente do Senado, Renan Calheiros tem muitos votos, porém, os senadores que votam nele tem VERGONHA de fazê-lo por motivos mais que óbvios.

Daí a importância, para eles, do voto secreto.

O STF atendeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*