Thaisa Galvão

16 de fevereiro de 2019 às 1:23

As bizarrices do Brasil e seus Meninos Superpoderosos [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Por Thaisa Galvão

O Brasil anda bizarro demais…

O país é governado por um vereador que chama ministro de mentiroso, a ministra da Família ensaia aconselhar pais de meninas a deixarem o Brasil, o ministro ‘mentiroso’ ameaça derrubar o presidente, e o vice-presidente sugere que o chefe da nação bote ordem na sua rapaziada.

É bizarro ou não é?

Lembrando que a rapaziada do presidente é composta por um vereador, um deputado federal e um senador.

E no dia em que o vice fala da rapaziada do presidente, o vereador assina embaixo uma homenagem com entrega de medalha para o vice.

“Os filhos são um problema de cada família. Tenho certeza que o presidente, em momento aprazado e correto, vai botar ordem na rapaziada dele”, afirmou o vice-presidente prestes a ser condecorado pela Câmara do Rio de Janeiro, com aval do vereador filho do presidente.

Ou o pai bota ordem nos filhos ou o filho vereador bota ordem no pai.

Cabe mais a segunda opção, já que se tem como certa a exoneração do ministro mentiroso no começo da próxima semana.

Será a primeira vez na história desse país, que em menos de dois meses de governo, um ministro de estado é derrubado por um vereador.

Mas não se trata de ‘apenas’ um vereador.

É um vereador que desfilou no Rolls-Royce oficial no dia da posse do presidente em Brasília.

E a carona não rendeu só fotos. Rendeu poder.

 

 

Na bizarrice brasileira, a ministra que disse já ter visto Jesus num pé de goiaba, e que completou com a filosofia de que meninos vestem azul e meninas vestem rosa, chutou o pau da barraca numa entrevista.

“Se eu tivesse que dar um conselho para quem é pai de menina, mãe de menina era: Foge do Brasil’, disse a ministra da goiaba…ops…da Família, se referindo a dados de uma pesquisa sobre a violência contra a mulher, que aponta o Brasil como ‘o pior país da América do Sul para criar meninas’.

E para um pai de meninos? De meninos superpoderosos? Qual o conselho da ministra da Família?

Os filhos do presidente já são vistos como a versão mais atual das Meninas Superpoderosas, as três garotinhas com a missão de salvar o mundo antes da hora de dormir.

 

 

‘Florzinho, Lindinho e Docinho’ tem a missão de salvar o pai antes do pai ser atingido por ‘Powerpuff Girls’, o vilão da história, que tem como objetivo destruir quem tem mais poder do que ele.

 

 

No mais, é seguir em busca de candidatas laranjas e tentar saber para onde o dinheiro público que bateu nelas, voltou…

Isso com base em dados de uma ‘pesquisa’ que mostra que o Brasil é o pior país da América do Sul para criar meninos…superpoderosos.

*

Bibliografia:

-O vereador Carlos Bolsonaro taxou de mentiroso o ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, ao exibir áudio do pai presidente dizendo a Bebianno que não queria falar com ele. O ministro havia declarado que tinha falado 3 vezes com o presidente.

-A ministra da Família Damares Alves foi atropelada mais uma vez pelas suas palavras. Como em silêncio ela é uma filósofa, e falando é um desastre, em uma entrevista, comentando dados de uma pesquisa, disse o seguinte, contextualizando a frase que lacrou nas redes sociais: “A gente vê aí um quadro que a gente vai precisar mudar. Veja só, agora a gente recebeu uma pesquisa que o Brasil é o pior país da América do Sul para criar meninas. Se eu tivesse que dar um conselho para quem é pai de menina, mãe de menina era: ‘Foge do Brasil. Você está no pior país da América do Sul para criar meninas’”.

-Sobre a goiaba…a ministra relatou certa vez que, depois de abusada sexualmente, pegou veneno e subiu num pé de goiaba para se matar. “Eu estava em cima do pé de goiaba com o veneno na mão e, quando ia comer o veneno, aconteceu algo extraordinário: eu vi Jesus se aproximando do pé de goiaba. Jesus Cristo me deu o abraço que a igreja não me deu. Jesus Cristo me deu o abraço que papai e mamãe não me deram. E naquele pé de goiaba aconteceu um milagre”. A declaração da ministra virou meme.

-O ministro Gustavo Bebianno teria dito a um jornalista em Brasília, segundo relatou o deputado federal Paulo Teixeira (PT), que se caísse levaria junto o presidente Jair Bolsonaro.

-No Mato Grosso, em uma entrevista, o vice-presidente Hamilton Mourão foi abordado pela imprensa sobre as crises envolvendo filhos do presidente da República, e declarou: “Essas questões são internas. Os filhos são um problema de cada família. Tenho certeza que o presidente, em momento aprazado e correto, vai botar ordem na rapaziada dele”.

-Sobre a medalha: Um vereador do PRTB do Rio de Janeiro apresentou proposta à Câmara para homenagear o General Mourão. Carlos Bolsonaro, que é vereador, assinou embaixo.

-Sobre Florzinho, Lindinho e Docinho…você escolhe quem é quem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*