Thaisa Galvão

1 de março de 2019 às 17:26

Jornalismo policial do RN perde “a marca da exclusividade” com a morte de Jota Gomes [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na marca da exclusividade…

Era assim que o repórter policial Jota Gomes registrava suas reportagens policiais no rádio e na televisão.

Josimar Gomes da Silva morreu hoje aos 61 anos, depois de meses internado com problemas renais e cardíacos.

Um infarto agravou o estado de saúde de Jota.

Seu período de maior sucesso foi na TV Ponta Negra.

Mas foi na TV Tropical onde ele ingressou na televisão.

Foi na afiliada da Rede Record, à época Rede Manchete, que eu conheci e trabalhei com Jota Gomes.

Que ele seja recebido com muita luz na Casa de Deus.

Na marca da exclusividade.

Nos vídeos abaixo, a jornalista Georgia Nery, da TV Ponta Negra, entrevista Jota Gomes no programa Primeiro Plano.

Confira:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*