Holiday

Thaisa Galvão

13 de março de 2019 às 13:43

Delegado que prendeu acusados da morte de Marielle deixa o Brasil e vai estudar na Itália [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Prender os suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco rendeu ao delegado Giniton Lages, a saída do Brasil.

A investigação que completa um ano, ficando claro que o crime não deveria ser desvendado, tira de cena o delegado que resolveu apresentar resultados.

O governador Wilson Witzel (PSC) afirmou que Giniton vai deixar a função para estudar durante 4 meses em outro país, mas não será exonerado do cargo.

“O delegado Giniton não está sendo afastado de nada”, disse o governador.

Witzel disse que convidou o delegado a fazer um intercâmbio com a polícia da Itália após acumular muitas funções durante as investigações e que, por isso, estaria “cansado”.

Seria uma espécie de proteção ao delegado…ou retirada mesmo do caso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*