Thaisa Galvão

25 de março de 2019 às 23:48

Projeto para transformar clube Assen em teatro de 800 lugares foi vetado pela Prefeitura de Natal há 3 anos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Diretor de Patrimônio da Associação de Subtenentes e Sargentos, responsável pelo Clube Assen, José Amarildo Dias de Magalhães disse ao Blog que há 3 meses a área de lazer do Clube Assen deixou de ser limpo porque mais uma vez bandidos entraram no local e roubaram os equipamentos.

Mas, apesar da limpeza não ser feita, a água das piscinas vem sendo tratada semanalmente com bastante cloro, na intenção de não se tornar uma criadouro de mosquitos transmissores de doenças.

Segundo Amarildo, há 8 anos as piscinas não vem sendo usada, mas vem sendo mantidas com água, vez que, se ficarem vazias, água de chuva poderá ficar empoçada, e aí sim, sem tratamento, poderão se tornar focos de doenças.

Segundo Amarildo, a Associação responsável pelo Clube, localizado na Prudente de Morais, chegou a fazer parceria com a construtora Colmeia, que fez um projeto, pagou impostos municipais em atraso, porém…quando chegou à Prefeitura, há cerca de 3 anos, teve o projeto de construção de um teatro com 800 lugares, vetado.

A justificativa da Prefeitura de Natal há 3 anos era praticamente a mesma apresentada para manter, sem uso e enfeiando a cidade, o antigo Hotel Reis Magos.

Ou seja, há uma espécie de tombamento no prédio da Assen que…interessa a quem?

Projeto e vontade de transformar em um lugar interessante existem, mas…

Bem que o prefeito Álvaro Dias, que não vetou o projeto da Assen, já que há 3 anos não era prefeito, poderia repensar a situação.

Porque…para que danado serve um resto de Clube em plena Prudente de Morais?

Mas um teatro com 800 lugares, num prédio que faz parte da história afetiva de Natal.

História afetiva, vale salientar, porque história física…do jeito que está…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*