Thaisa Galvão

14 de abril de 2019 às 22:57

No Senado, Fátima foi a única representante do RN a se posicionar a favor do serviço de aplicativos para transporte [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Fátima Bezerra, procurada neste domingo pela vereadora Nina Souza, disse a parlamentar que é a favor do serviço de Uber.

Por isso se dispôs a analisar o decreto que está em vigor desde junho de 2017, que impede o serviço no aeroporto de São Gonçalo.

Para quem não lembra, quando senadora, Fátima foi a única representante do Rio Grande do Norte no Senado a votar contra o projeto considerado “anti-Uber”.

Leia trecho do noticiário do projeto votado em 2017:

14 de abril de 2019 às 22:08

Vereadora Nina Souza marca reunião com a governadora Fátima e representantes da Uber para discutir sobre decreto que regulamenta o serviço [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Fátima Bezerra vai receber os representantes de Uber em Natal.

A reunião, marcada para às 10h desta segunda-feira, na Governadoria, foi agendada pela vice-presidente da Câmara Municipal de Natal, vereadora Nina Souza.

Ao Blog Nina disse que telefonou para a governadora neste domingo, e ela de pronto agendou a reunião.

“Ela atendeu meu telefonema e já ajustou a conversa. Foi muito solícita e educada”, disse Nina, que vai à Governadoria com o presidente da associação que representa os motoristas autônomos por aplicativos, além de vereadores.

Fátima disse a Nina Souza que quer ouvir a categoria e analisar o decreto quer está em vigor.

O decreto que “regulamenta” a entrada de transporte de passageiros no aeroporto foi assinado em julho de 2017.

A governadora vai ouvir dos representantes de transporte por aplicativos que o decreto citado pelo DER para proibir o acesso ao aeroporto, não tem nenhuma ligação com o serviço de Uber, já que o Uber “não pratica serviço público de transporte coletivo” como cita o decreto.

Também vai ouvir que a categoria está amparada numa lei federal que regulamentou o Transporte Remunerado Privado Individual de Passageiros..

14 de abril de 2019 às 14:04

Diretor do DER se pronuncia sobre episódio com motoristas de aplicativos e diz que segue decreto baixado no governo passado [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Do diretor-geral do DER, Manoel Marques, sobre o episódio deste sábado, no aeroporto de São Gonçalo do Amarante, envolvendo motoristas de transportes que atuam por aplicativos:

Nota

Na condição de diretor-geral do Departamento de Estradas e Rodagens do RN (DER/RN), venho por meio deste prestar o seguinte esclarecimento aos potiguares, sobretudo aos prestadores de serviço e usuários dos chamados transportes especiais, entre os quais os dos aplicativos uber, 99, entre outros:

Neste sábado (13), foi realizada uma ação educativa no Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, cujo objetivo era orientar os motoristas dos chamados transportes especiais sobre o decreto 27045 de 2017, que rege os transportes intermunicipais no âmbito estadual e que dá legalidade a quem exercia uma atividade profissional de maneira informal.

Não se trata, portanto, de uma ação voltada unicamente para os motoristas do aplicativo Uber.

E embora não seja de iniciativa da atual gestão, entendemos ser esta uma iniciativa que facilita as fiscalizações, dá mais segurança a motoristas e passageiros, e faz com que esses profissionais trabalhem conforme determina a legislação.

O decreto foi regulamento pelo DER/RN pela portaria 71 de 12 de setembro passado e estipulou um prazo de seis meses para entrar em vigor. O que isso quer dizer? Que eu, enquanto gestor do DER, tenho obrigação de cumprir a legislação e por em prática a portaria.

Não é e jamais será interesse do Governo da professora Fátima Bezerra adotar iniciativas contrárias ao exercício dessa e de qualquer outra prestação de serviço regular.

Ao contrário, este Governo está sempre pronto a contribuir com muito diálogo e transparência para que estes prestadores cumpram seu papel de acordo com a regulamentação em vigor.

Ademais, o vídeo editado que circulou na rede de WhatsApp não mostrou, por exemplo, o que falei aos motoristas que estavam no local, sobre a disposição do Governo em facilitar o pagamento das taxas que entrarão em vigor.

E que, ao contrário do que estão disseminando, sem o compromisso com a informação verdadeira, as despesas para regularização não chegam a R$ 2 mil.

Manoel Marques

Diretor-geral do DER

14 de abril de 2019 às 8:17

Disputa de poder no aeroporto de São Gonçalo, onde quem quer entrar corre perigo, deve ser tema de debates dos deputados e senadores do RN [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Que o aeroporto de São Gonçalo do Amarante tem donos…não é a primeira vez que o Blog mostra.

E que os donos, que nunca se pronunciam, mandam e desmandam no pedaço, é fato público e notório.

Não bastasse o abuso do próprio aeroporto longe e empurrado de goela abaixo a um estado que já dispunha de um que satisfazia plenamente as necessidades de quem saía de Natal e de quem chegava, ainda tem o escândalo da obra superfaturada, e agora a exploração por donos que se escondem no anonimato, e aparecem nas figuras de uma empresa de estacionamento e de uma polícia de trânsito.

Por trás, nomes, sobrenomes, votos…

Uma vergonha, um escândalo a mais, um horror.

Entrar no aeroporto está proibido para quem é motorista de aplicativo.

Natal e Rio Grande do Norte mais uma vez na contramão da modernidade.

Um turista estrangeiro, moderno, acostumado a desembarcar em aeroportos do mundo todo, e de dentro do avião acionar, por meio do aplicativo, um uber…

Se fizer em Natal, pode ter certeza que o pau vai cantar nos arredores do aeroporto, se o motorista acionado resolver pegar o passageiro.

Vai dar polícia e, quem sabe, como no caso de ontem, vai dar até diretor de órgão público estadual na porta do aeroporto para impedir a entrada de um carro, que poderia ser um carro qualquer.

Todo cuidado é pouco agora quando alguém pegar seu carro próprio e se dirigir ao aeroporto para buscar um parente ou um amigo que está chegando…

Porque se o uber não tem marca no carro, nem placa na testa dizendo que é motorista de aplicativo, qualquer ser humano normal está sujeito a passar pelos horrores protagonizados pelos donos do aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

E ainda dizem que o natalense prefere embarcar pelo aeroporto de João Pessoa somente por causa dos preços abusivos das passagens.

No Rio Grande do Norte o abuso não é só de preço não.

E ainda reclamam que a Paraíba ganha todas do Rio Grande do Norte…

Ou o Rio Grande do Norte estaria abrindo as pernas para a Paraíba?

Neste sábado o pau cantou no aeroporto.

Os motoristas de aplicativo foram surpreendidos por uma ordem que teria vindo até do céu, assinada por Deus, proibindo, com todas as letras, a entrada deles no aeroporto.

Até o diretor-geral do DER, órgão do governo do estado responsável por estradas e trânsito em vias estaduais, apareceu para tomar as dores dos donos do aeroporto.

E deixou bem claro que é “diretor-geral”.

Quase um “você sabe com quem está falando?”

http://www.thaisagalvao.com.br/wp/wp-content/uploads/2019/04/img_4083.trim-1.mov

Do lado de fora do aeroporto, muita polícia.

Porque a ordem era atender aos donos do aeroporto, incluindo aí os donos do estacionamento.

A imprensa apareceu, claro.

O assunto é caso de polícia, e caso de polícia não deixa de ser notícia.

E a confusão que começou pela manhã, chegou ao começo da noite sem solução.

O pior é que a ordem dada ontem pela polícia e pelo DIRETOR GERAL do DER, assim, como todas as letras como ele definiu, não teve nenhum documento apresentado aos motoristas.

Uma ordem judicial que fosse…nada.

Foi ordem e pronto!

Coisa de quem manda.

Vale salientar que o assunto não é de ontem. O assunto é antigo e vem rendendo dissabores.

Primeiro ao governo Robinson Faria e agora ao governo Fátima Bezerra.

O aeroporto de Natal, que há muito anda às moscas, segue empurrando passageiros para João Pessoa.

O assunto é sério e precisa ser levado a debate na Assembleia Legislativa, na Câmara Federal, no Senado, na Câmara Municipal de Natal que nesta segunda-feira vai debater sobre abusos nos preços de passagens aéreas.

O abuso no aeroporto de Natal é tema de debates, sim, resta saber se nossos deputados e senadores estão dispostos a travar a briga com os donos do aeroporto.

A pauta não é de hoje, não é de ontem. É mais antiga.

Leia o que o Blog já publicou:

CLIQUE AQUI e leia o que o Blog publicou em janeiro.

CLIQUE AQUI , AQUI , AQUI e AQUI e leia o que o Blog publicou em novembro de 2016.