Thaisa Galvão

14 de abril de 2019 às 8:17

Disputa de poder no aeroporto de São Gonçalo, onde quem quer entrar corre perigo, deve ser tema de debates dos deputados e senadores do RN [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Que o aeroporto de São Gonçalo do Amarante tem donos…não é a primeira vez que o Blog mostra.

E que os donos, que nunca se pronunciam, mandam e desmandam no pedaço, é fato público e notório.

Não bastasse o abuso do próprio aeroporto longe e empurrado de goela abaixo a um estado que já dispunha de um que satisfazia plenamente as necessidades de quem saía de Natal e de quem chegava, ainda tem o escândalo da obra superfaturada, e agora a exploração por donos que se escondem no anonimato, e aparecem nas figuras de uma empresa de estacionamento e de uma polícia de trânsito.

Por trás, nomes, sobrenomes, votos…

Uma vergonha, um escândalo a mais, um horror.

Entrar no aeroporto está proibido para quem é motorista de aplicativo.

Natal e Rio Grande do Norte mais uma vez na contramão da modernidade.

Um turista estrangeiro, moderno, acostumado a desembarcar em aeroportos do mundo todo, e de dentro do avião acionar, por meio do aplicativo, um uber…

Se fizer em Natal, pode ter certeza que o pau vai cantar nos arredores do aeroporto, se o motorista acionado resolver pegar o passageiro.

Vai dar polícia e, quem sabe, como no caso de ontem, vai dar até diretor de órgão público estadual na porta do aeroporto para impedir a entrada de um carro, que poderia ser um carro qualquer.

Todo cuidado é pouco agora quando alguém pegar seu carro próprio e se dirigir ao aeroporto para buscar um parente ou um amigo que está chegando…

Porque se o uber não tem marca no carro, nem placa na testa dizendo que é motorista de aplicativo, qualquer ser humano normal está sujeito a passar pelos horrores protagonizados pelos donos do aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

E ainda dizem que o natalense prefere embarcar pelo aeroporto de João Pessoa somente por causa dos preços abusivos das passagens.

No Rio Grande do Norte o abuso não é só de preço não.

E ainda reclamam que a Paraíba ganha todas do Rio Grande do Norte…

Ou o Rio Grande do Norte estaria abrindo as pernas para a Paraíba?

Neste sábado o pau cantou no aeroporto.

Os motoristas de aplicativo foram surpreendidos por uma ordem que teria vindo até do céu, assinada por Deus, proibindo, com todas as letras, a entrada deles no aeroporto.

Até o diretor-geral do DER, órgão do governo do estado responsável por estradas e trânsito em vias estaduais, apareceu para tomar as dores dos donos do aeroporto.

E deixou bem claro que é “diretor-geral”.

Quase um “você sabe com quem está falando?”

http://www.thaisagalvao.com.br/wp/wp-content/uploads/2019/04/img_4083.trim-1.mov

Do lado de fora do aeroporto, muita polícia.

Porque a ordem era atender aos donos do aeroporto, incluindo aí os donos do estacionamento.

A imprensa apareceu, claro.

O assunto é caso de polícia, e caso de polícia não deixa de ser notícia.

E a confusão que começou pela manhã, chegou ao começo da noite sem solução.

O pior é que a ordem dada ontem pela polícia e pelo DIRETOR GERAL do DER, assim, como todas as letras como ele definiu, não teve nenhum documento apresentado aos motoristas.

Uma ordem judicial que fosse…nada.

Foi ordem e pronto!

Coisa de quem manda.

Vale salientar que o assunto não é de ontem. O assunto é antigo e vem rendendo dissabores.

Primeiro ao governo Robinson Faria e agora ao governo Fátima Bezerra.

O aeroporto de Natal, que há muito anda às moscas, segue empurrando passageiros para João Pessoa.

O assunto é sério e precisa ser levado a debate na Assembleia Legislativa, na Câmara Federal, no Senado, na Câmara Municipal de Natal que nesta segunda-feira vai debater sobre abusos nos preços de passagens aéreas.

O abuso no aeroporto de Natal é tema de debates, sim, resta saber se nossos deputados e senadores estão dispostos a travar a briga com os donos do aeroporto.

A pauta não é de hoje, não é de ontem. É mais antiga.

Leia o que o Blog já publicou:

CLIQUE AQUI e leia o que o Blog publicou em janeiro.

CLIQUE AQUI , AQUI , AQUI e AQUI e leia o que o Blog publicou em novembro de 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*