Thaisa Galvão

13 de maio de 2019 às 22:51

Dono da Gol disse que presidente da Câmara Rodrigo Maia recebeu “benefício financeiro” da empresa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi citado pelo dono da Gol Linhas Aéreas, Henrique Constantino, como tendo recebido “benefício financeiro” do grupo.

O dinheiro teria sido repassado pela Associação Brasileira de Empresas Aéreas (Abear).

Foram citados como recebedores de valores da Abear, o ex-senador Romero Jucá (MDB-RR), o ex-deputado Vicente Cândido (PT-SP), o senador Ciro Nogueira (PP-PI), e ainda o ex-presidente da Câmara Marco Maia, os ex-ministros Edinho Araújo e Araújo e outros….

Rodrigo Maia disse que não conhece e nunca se relacionou com Henrique Constantino e que ele está mentindo.

“Nunca me pagou nada, isso é mentira dele. Não tem como provar e vai ser mais um inquérito arquivado na justiça brasileira”, afirmou Maia, ao chegar para um jantar com empresários e investidores estrangeiros organizado pelo Safra, em Nova York.

13 de maio de 2019 às 20:52

Defesa de Henrique Alves diz que participação dele em reunião com dono da Gol já havia sido desmentida por Michel Temer [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A defesa do ex-deputado Henrique Alves se pronunciou sobre a cotação ao nome dele pelo empresário Henrique Constantino, dono da Gol, na delação homologada pelo Ministério Público Federal:

Na nota enviada ao jornal O Globo, a defesa de Henrique Alves afirmou:

“As afirmações de Henrique Constantino não são verdadeiras. O próprio ex-Presidente Michel Temer, ainda no exercício das funções, confirmou que Henrique Eduardo Alves não participou de dita reunião”.

13 de maio de 2019 às 20:48

Confira as citações a Henrique Alves na delação homologada de Henrique Constantino [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da reportagem do jornal O Globo sobre a delação do empresário dono da Gol, Henrique Constantino, as referências ao ex-deputado do Rio Grande do Norte, Henrique Alves:

Trechos da reportagem:

-Em junho de 2012, Constantino participou de uma reunião com Temer e os então deputados Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (MDB-RN). Todos os três foram presos por conta das investigações da Lava-Jato, mas Henrique Alves acabou solto posteriormente.

“Sobre a reunião em junho de 2012 em Brasília com Eduardo Cunha e Henrique Alves, informou ainda que se reuniu com eles e o então vice-presidente Michel Temer; que foi solicitado pelo grupo o valor de global de R$ 10 milhões em troca de atuação ilícita de membros do grupo em diversos negócios, como foi o caso da operação da Via Rondon com o FI-FGTS”, disse em seu depoimento.

Em outra referência a Temer, Constantino afirma que o ex-presidente foi citado por Funaro como integrante do grupo de influência que poderia atuar em favor do empresário, em troca de propina.

“Funaro expôs o poder de influência que tinha junto com seu grupo no âmbito do governo federal e instituições diversas, como o Postalis (fundo de pensão dos Correios)”, afirmou.

O operador financeiro, então, “mencionou o então deputado federal Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves, líderes que, segundo Funaro, poderiam auxiliar o depoente em outros negócios de seu interesse, em troca de vantagens indevidas; que, da mesma forma, mencionou Michel Temer como membro desse grupo”, disse no depoimento.

CLIQUE AQUI e leia a reportagem completa do Globo

13 de maio de 2019 às 20:40

O que trazem os anexos da delação do dono da Gol [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Veja o que trazem os anexos da delação de Henrique Constantino, dono da Gol.

A fonte é o site O Antagonista:

Anexo 1: benefício financeiro pago a Lúcio Funaro em contrapartida à obtenção de financiamento em favor da Via Rondon junto ao FI-FGTS;

Anexo 2: Novos Negócios com Lúcio Funaro e benefício financeiro a Geddel Vieira Lima;

Anexo 3: Benefício financeiro a Lúcio Funaro e a Eduardo Cunha em contrapartida à medida Legislativa junto ao Congresso Nacional;

Anexo 4: Benefício financeiro a Lúcio Funaro e a Eduardo Cunha em contrapartida à medida legislativa junto à Câmara Legislativa do Distrito Federal;

Anexo 5: Benefício Legislativo ao Setor de Aviação Comercial;

Anexo 6: Doações não contabilizadas à Campanha de Fernando Pimentel;

Anexo 7: Benefício Financeiro a parlamentares ou ex-parlamentares (Marco Maia, Romero Jucá, Rodrigo Maia, Edinho Araújo, Vicente Cândido, Otávio Leite, Bruno Araújo e Ciro Nogueira e outros) por meio da ABEAR;

Anexo 8: Geração simulada de Receita, intermediada por Lúcio Funaro, através de contratos fictícios entre empresas do colaborador Henrique Constantino e empresa de Eduardo Cunha, para justificar compra de automóvel;

Anexo 9: Patrocínio da Liga Brasileira de futebol americano com intervenção do Deputado federal Vicente Cândido;

Anexo 10: Contratação de Breno Altman, consultor.

13 de maio de 2019 às 18:47

Henrique Alves, Michel Temer, Geddel Vieira e Eduardo Cunha citados na delação do dono da Gol [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Dono da empresa aérea Gol, Henrique Constantino tem a delação premiada homologada.

Nos depoimentos incluídos na delação, o empresário cita os peemedebistas como beneficiários com propinas pagas pela empresa.

Entre os citados, os presos Michel Temer, Eduardo Cunha e Geddel Vieira, e o ex-deputado do Rio Grande do Norte, Henrique Alves.

13 de maio de 2019 às 18:41

Justiça autoriza quebra de sigilo bancário e fiscal de filho e nora do presidente Jair Bolsonaro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Justiça do Rio de Janeiro autorizou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro.

O sigilo do ex-policial militar Fabrício Queiroz, que foi assessor de Flávio, também será quebrado.

A esposa de Flávio, Fernanda Bolsonaro, nora do presidente, e uma empresa do casal, a Bolsotini Chocolates e Café Ltda, também terão as contas vasculhadas.

As duas filhas de Queiroz, Nathalia e Evelyn, e a esposa do ex-assessor, Marcia, também são investigadas.

A defesa de Fabrico Queiroz emitiu nota lembrando que o sigilo da família já havia sido quebrado.

13 de maio de 2019 às 18:30

Presidente do PSD, Robinson Faria começa a tratar da participação do partido nas eleições do próximo ano [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O ex-governador Robinson Faria aos poucos vai retomando os trabalhos como político.

Presidente do PSD no Rio Grande do Norte, Robinson começa a tratar das convenções do partido para definir sobre candidaturas nas eleições do próximo ano.

Resta saber qual será a posição do partido de Robinson na sucessão da Prefeitura de Natal.

13 de maio de 2019 às 18:05

Deputado Ezequiel Ferreira reassume presidência da Assembleia Legislativa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Depois de uma semana de férias, o deputado Ezequiel Ferreira de Souza reassumiu a presidência da Assembleia Legislativa nesta segunda-feira.

Vice-presidente da Casa, George Soares, que assumiu o cargo interinamente, retoma suas atividades como vice e como líder da governadora Fátima Bezerra na Assembleia.

A função foi ocupada durante este período pelo vice-líder, o deputado Francisco do PT.

13 de maio de 2019 às 17:59

População do RN pode cadastrar telefone para receber alertas de riscos e desastres naturais [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A população do Rio Grande do Norte pode começar a receber, pelo celular, alertas de riscos e desastres naturais.

O cadastro já pode ser feito a partir de hoje.

O Estado aderiu ao programa de SMS gratuito com informações da Defesa Civil.

Quem cadastrar o número passará a receber mensagens informando previamente sobre a ocorrência de chuvas intensas, vendavais, riscos de inundação, deslizamentos e outros fenômenos naturais com potencial de risco à população.

“Trata-se de mais uma ferramenta para propiciar ações efetivas da Defesa Civil do Estado trazendo, dessa forma, uma tranquilidade a mais para a população”, explicou o coordenador da Defesa Civil, tenente-coronel BM Marcos de Carvalho.

A iniciativa é uma parceria entre o Ministério do Desenvolvimento Regional, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e os governos estaduais.

Os alertas são divulgados pelo Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) e pelos órgãos de Defesa Civil nos estados.

Os interessados em receber as mensagens devem enviar um SMS para o número 40199 com o Código de Endereçamento Postal (CEP) do município em que mora.

O usuário receberá uma mensagem informando que o celular está apto a receber os alertas.

Também será possível cancelar o serviço por mensagem de celular.

Não há custo para receber os alertas.

13 de maio de 2019 às 17:23

Michel Temer deixa sede da PF para ficar preso em sala de estado maior da PM [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Preso desde quinta-feira na sede da Polícia Federal de São Paulo, o ex-presidente Michel Temer foi transferido agora à tarde para o Comando de Policiamento de Choque, da Polícia Militar, também em São Paulo.

Ele vai ocupar uma sala que está vazia há 15 dias e que era utilizada por um subcomandante do CPChoque que se aposentou.

A PF alegou não ter condições de abrigá-lo com as condições próprias a um ex-presidente e advogado.

Temer foi levado para o novo presídio mas antes foi ao IML para exame de corpo de delito.

Durante esses dias em que está preso ele não quis tomar banho de sol e trocou o direito por caminhadas no corredor, sem risco de ser visto e filmado ou fotografado.

O ex-presidente vai receber a comida que os praças e os oficiais comem, mas pode optar pela alimentação levada por assessores.

Temer sendo transferido

13 de maio de 2019 às 13:48

Moro diz que não condicionou cargo de ministro da Justiça à indicação para o STF [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Sobre a promessa do presidente Jair Bolsonaro a Sérgio Moro, anunciada pelo presidente em entrevista a rádio Band News neste domingo…

Hoje Sérgio Moro, atual ministro da Justiça e Segurança Pública, afirmou que não colocou qualquer condição quando aceitou o convite para integrar a equipe presidencial.

Na rádio, Bolsonaro disse que vai indicar Moro para a próxima vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), honrando o que foi acertado.

“Ele foi eleito, fez o convite publicamente, fui até a casa dele no Rio de Janeiro. Nós conversamos e eu não estabeleci nenhuma condição. Não vou receber convite para ser ministro e estabelecer condições sobre circunstâncias do futuro que não se pode controlar”, disse Moro durante palestra em Curitiba na manhã desta segunda.

“Não tem a vaga no momento. Quando surgir a vaga lá na frente o presidente vai avaliar se ele vai realizar o convite para mim. Se ele formular o convite aí eu vou avaliar se eu vou aceitar”, disse Moro.

Botando banca…

13 de maio de 2019 às 10:52

Paulinho Freire assume presidência do PSDB em Natal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente da Câmara de Natal, vereador Paulinho Freire, acabou de assumir a presidência do diretório municipal do PSDB.

Paulinho assume com a garantia de construir uma nominata forte para a eleições do próximo ano.

Ex-presidente do partido em Natal, o vereador Dickson Nasser ficou como secretário geral e Aroldo Alves como líder da bancada na Câmara.

Paulinho agradeceu ao presidente estadual da legenda, deputado Ezequiel Ferreira e fez referências ao ex-presidente e atual secretário especial da Previdência, Rogério Marinho.

13 de maio de 2019 às 9:06

Promessa do presidente a Sérgio Moro não vale [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Valha que a promessa do presidente Jair Bolsonaro ao ministro Sérgio Moro não vale muita coisa não…

 

Por Bernardo Mello Franco, no Globo:

Pacote apoiado por Moro impediria sua indicação ao STF

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, neste domingo, que indicará o ministro Sergio Moro para a próxima vaga no Supremo Tribunal Federal.

A promessa contraria o pacote de 70 medidas contra a corrupção apoiado pela força-tarefa da Lava-Jato e pelo próprio ministro da Justiça.

A 29ª medida do pacote proíbe a indicação ao STF de quem tenha, nos quatro anos anteriores, “ocupado mandato eletivo federal ou cargo de procurador-geral da República, advogado-geral da União ou ministro de Estado”.

13 de maio de 2019 às 8:59

Bolsonaro e Sérgio Moro: entre a promessa e a dívida [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A promessa do presidente Jair Bolsonaro ao ministro da Justiça Sérgio Moro, para assumir a próxima vaga no Supremo Tribunal Federal, é uma promessa de looongo prazo.

A próxima vaga a ser aberta no STF será a do ministro Celso de Mello, que se aposentará compulsoriamente em novembro de 2020.

Portanto, daqui a um ano e seis meses.

Até lá, com a promessa feita, o presidente vai garantindo que Sérgio Moro não vai nem se lembrar que há problemas com nos seus domínios…

O caso Queiroz, o dos laranjas do ministro do Turismo envolvendo o PSL…

Tudo coisa que Sérgio Moro não vai nem se lembrar que existe.