Thaisa Galvão

28 de maio de 2019 às 20:14

Justiça manda bloquear 128 milhões do deputado Aécio Neves [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Justiça de São Paulo determinou que seja feito o bloqueio de 128 milhões de reais do deputado federal Aécio Neves (PSDB) em ação que apura pagamentos do Grupo J&F ao parlamentar.

Aécio, segundo as investigações, teria solicitado 18 milhões ao executivo do grupo, Joesley Batista, para cobrir despesas eleitorais de 2014, e ainda pagamentos mensais de 50 mil para ‘custeio de despesas pessoais’, como consta na decisão do juiz João Batista Gonçalves, da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo.

Os repasses mensais, segundo o apurado, teriam sido feitos via pagamento de mídia na da Rádio Arco Íris de Belo Horizonte, de propriedade do deputado.

A defesa de Aécio Neves recorreu e argumentou, entre outros pontos, que os 128 milhões ‘nunca entraram, saíram ou transitaram nas contas do deputado’.

A defesa alegou que Aécio nunca teve saldo com esse valor entre conta bancária e aplicação financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*