Thaisa Galvão

30 de maio de 2019 às 11:50

Com erro de português, ministro da Educação faz espetáculo teatral para negar corte de verba para recuperação de Museu [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Estamos apresentando…

O ministro da Educação!

É o que o Brasil tem para hoje.

Ah…

O “haviam” destacado pela jornalista Mônica Bérgamo, da Folha, é um erro de português do ministro da Educação.

No português correto é ‘havia emendas’.

Veja o espetáculo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*