Thaisa Galvão

2 de agosto de 2019 às 21:33

Jornalista natalense Lídia Pace vai apresentar o Jornal Nacional no dia 30 de novembro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Já tem data a participação da jornalista potiguar Lídia Pace no Jornal Nacional.

Detalhe:

Todos os escalados das emissoras brasileiras foram escalados em dobradinha.

Lídia Pace encerra o rodízio sem o parceiro anunciado.

Um “plantonista” a definir…

Plantonistas são os apresentadores oficiais.

Tipo William Bonner, Rodrigo Bocardi…e os demais apresentadores que integram o atual rodízio do Jornal Nacional.

É impressão minha ou a Lídia arrasou muito?

2 de agosto de 2019 às 10:13

Prefeito Álvaro Dias entrega reforma da Praça do Sesc em Potilândia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal Álvaro Dias e o titular da Secretaria de Serviços Urbano, Irapoan Nóbrega, inauguraram a revitalização de mais uma praça na capital.

Na noite desta quinta-feira foi a vez da Prefeitura entregar a Praça Miriam Vasconcelos, em Potilândia.

A Praça do Sesc, como e conhecida, recebeu intervenções no piso, na pintura, no paisagismo, na iluminação e na área infantil.

Acompanharam o prefeito também as secretárias de Segurança, Sheila Freitas e de Mobilidade Urbana, Elequicina Santos, além dos vereadores Nina Souza e Ary Gomes.

2 de agosto de 2019 às 10:01

Câmara de Natal retoma atividades na expectativa de debater o Plano Diretor da capital [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A Câmara de Natal retoma os trabalhos legislativos depois do recesso.

“Expectativa muito boa, que possamos continuar fazendo desse plenário um debate propositivo para que a gente tire o maior proveito para a população de Natal”, disse o presidente da Casa, vereador Paulinho Freire (PSDB).

“Esse ano ainda deverá chegar o debate do Plano Diretor, que é a grande expectativa não só da casa, mas de toda população, e precisamos fazer um debate com muita responsabilidade, para que no final a gente possa aprovar um plano que contemple o desenvolvimento e a preservação do meio-ambiente, um plano que a cidade seja a grande vitoriosa”, disse o presidente.

2 de agosto de 2019 às 9:55

O triste e misterioso fim de quem ameaça sentar na cadeira de William Bonner no Jornal Nacional [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Estrela ascendente do jornalismo da Globo, Dony de Nuccio, que ontem foi obrigado a pdir demissão da emissora, era cotado para ser o substituto de William Bonner na apresentação do Jornal Nacional.

E coincidentemente, é o segundo que deixa a emissora a poucos passos de substituir o todo poderoso ex-marido da apresentadora Fátima Bernardes.

O outro foi Evaristo Costa, que simplesmente deixou a Globo, a poucos passos da principal bancada da emissora, para tirar…um ano sabático, como ele disse à época em suas redes.

Coincidentemente, o segundo possível substituto de William Bonner.

Mas…

Não fica só por aí não.

Outro provável sucessor de Bonner, Rodrigo Bocardi, além de já ter sido constrangido em redes sociais, pelo aparecimento de postagens pessoais, aparece agora como citado no trabalho que Dony de Nuccio faz com o Bradesco.

Companheira de bancada, Renata Vasconcelos também.

Você também achou esquisito?

Renata Vasconcellos, 47, e Rodrigo Bocardi, 43, também estariam envolvidos na produção de conteúdos internos para o banco Bradesco.

Os nomes dos jornalistas aparecem em contratos com a instituição financeira para prestação de serviços institucionais do banco nos últimos anos. A informação foi revelada pela revista Veja na tarde desta quinta-feira (1º) com a divulgação de notas fiscais que comprovam as parcerias.

De acordo com a reportagem, Bocardi teria recebido o valor de R$ 332 mil do banco em 11 de setembro de 2017.

Quatro notas fiscais obtidas pela Veja estão em nome da empresa BOC Produções e Palestras, que seria do jornalista. Nelas, é descrito serviços para a UniBrad (Universidade Corporativa do Bradesco) e conteúdo direcionado para os clientes do banco.

Já Renata Vasconcellos aparece em imagens de uma reprodução de vídeo ao lado de um totem do banco. Nele, está escrito “120 razões para ser cliente”. A reportagem, no entanto, não divulgou valores sobre essa participação da jornalista.

 

Procurada, a Globo diz que Rodrigo Boccardi “não tem e nem nunca teve uma empresa como a do jornalista Dony de Nuccio: não produz vídeos de nenhuma espécie, não faz projetos de comunicação, não faz vídeos publicitários, não capta clientes e não faz assessoria de imprensa”.

Sobre Renata, a emissora afirma que a apresentadora não lembra precisamente de quando foi a participação no vídeo interno ao qual às fotos se referem, “mas estima que deve ter ocorrido há oito ou dez anos”. Diz também que Renata “apenas foi contratada como apresentadora para um trabalho voltado a funcionários”.

2 de agosto de 2019 às 9:29

Apresentador da Globo pede demissão em carta ‘aberta’ endereçada apenas ao diretor da emissora [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Obrigado a pedir demissão da Globo, por contrariar o contrato com a emissora, o jornalista Dony de Nuccio postou em suas redes sociais uma carta aberta…ao diretor Ali Kamel.

Confesso que fiquei sem entender o direcionamento ao diretor…quando na realidade a carta ABERTA deveria ser para o telespectador da emissora, para os admiradores do profissional.

A carta ABERTA a Ali Kamel também deu poucos, ou nenhum detalhe sobre o fato do jornalista ter sido investigado, ter tido contas abertas, sigilo quebrado…

É que…

Se ele estava apenas descumprindo uma regra…por qual motivo as contas investigadas, o sigilo de e-mails quebrado…

Falta aparecer alguém aí ainda para fazer o Brasil entender melhor o que, realmente, aconteceu como apresentador Dony de Nuccio, e porque a carta ABERTA foi endereçada apenas a uma pessoa.

Leia reportagem da Folha publicada logo após o jornalista postar a carta ABERTA em suas redes:

 

 

televisão

Dony de Nuccio deixa Globo após envolvimento com banco: ‘Se errei, não foi com dolo’

Apresentador do Jornal Hoje pede demissão depois de ter recebido dinheiro do Bradesco

SÃO PAULO

O apresentador do Jornal Hoje, Dony de Nuccio, 35, pediu demissão do Grupo Globo nesta quinta-feira (1°) após reportagem do site Notícias da TV revelar que o jornalista havia recebido mais de R$ 7 milhões, em dois anos, para produzir conteúdo para o Banco Bradesco.

“Nas últimas semanas me vi mergulhado em uma infindável onda de ataques, com a vida dentro e fora da Globo vasculhada e revirada, sigilos fiscais violados, endereços expostos, trabalhos de exclusiva veiculação interna publicados, e até emails privados hackeados”, disse Nuccio, em carta enviada  ao diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel.

“Quanto mais perto estamos do topo da montanha, mais forte é o vento. E é esperado que seja assim. Mas essa contínua campanha para me destruir e sangrar a qualquer custo não pode prosperar. Não faz bem nem a mim, nem à minha família e nem à emissora. Não é justo com nenhum de nós. Por esse motivo, embora com aperto no coração, solicito meu afastamento do telejornalismo”, completa.

De acordo com o site Notícias da TV, Nuccio participava de eventos institucionais por meio de  vídeos, road shows telepresenciais, cartilhas e palestras para a instituição financeira. O site mostrou ainda troca de e-mails entre o jornalista e o Bradesco no qual o âncora negociava valores com a instituição financeira, como um novo contrato que geraria uma receita de mais de R$ 60 milhões, em três anos, para o âncora.

 

 

A reportagem do site de notícias mostra ainda cópia de 25 notas fiscais, emitidas entre 12 de julho de 2017 e 17 de junho deste ano, pela empresa da qual Nuccio é sócio. Desse total, oito notas foram canceladas e as demais foram faturadas, somando um total de R$ 7.239.692.

As notas, segundo Notícias da TV, foram emitidas pela Prime Talk Produções e Assessoria Ltda para Banco Bradesco e, apenas uma, para Bradesco Seguros. A empresa Prime Talk foi aberta em 15 de março de 2017 por Adonay de Nuccio, nome verdadeiro do âncora do JH, e pelo economista Samy Dana, que participava de vários programas do Grupo Globo e que foi dispensado na semana passada.

“Como afirmei anteriormente, não tinha conhecimento de que os tipos de serviços prestados pela empresa à qual estava ligado contrariavam normas da Globo. Reitero que minha função não era negociar valores com clientes, mas sim trabalhar na concepção dos projetos e em seu conteúdo”, disse o jornalista.

Na mesma carta, Nuccio diz ainda que entende que o “escopo dos serviços prestados ultrapassa os limites do que a Globo espera de seus jornalistas”. “E lamento que, mesmo sem dolo, não tenha percebido isso antes. Não quero mais –por qualquer que seja o artigo ou vazamento na contínua tentativa de destruir minha reputação– constranger você, a Globo ou a minha família.”

De acordo com a reportagem do Notícias da TV, a empresa de Nuccio ficava próxima aos Estúdios da Globo, na região da Berrini, e ao menos 30 profissionais trabalhavam nela para produção de conteúdo para o Bradesco –vários deles, segundo o site, eram funcionários da Globo.

Na carta, Nuccio afirma que pede seu desligamento da emissora com o espírito leve e com a consciência tranquila, porque “jamais ajo de má-fé”. “Jamais tive o intuito de burlar regras ou obter benefício que julgasse incompatível com as funções que ocupava na emissora (isso sim, seria incompatível com a minha história pessoal). Trabalhei, duro e dobrado, para complementar a renda, fora do horário da Globo, e dentro dos limites que ao meu ver eram compatíveis e aceitáveis. Se errei, não foi com dolo, e humildemente peço desculpas.”

“Entendo que é absolutamente sincero quando afirma que não agiu com dolo, e esta carta é uma prova eloquente disto. Nossa longa conversa de hoje cedo permitiu que eu entendesse as suas motivações e você entendesse as razões da Globo”, disse Ali Kamel, diretor de Jornalismo da Globo.

Procurado pela reportagem, o Bradesco informou que, “por uma questão de ética e respeito profissional, o banco não comentará contratos firmados com seus fornecedores.”

*

O diretor Ali Kamel enviou email, que se tornou público,a Dony de Nuccio.

Caro Dony,

Agradeço sua carta honesta e transparente. Aceito o seu pedido de demissão com pesar mas, assim como você e pelas razões que você aponta, com a certeza de que é o melhor caminho a seguir. Entendo que é absolutamente sincero quando afirma que não agiu com dolo, e esta carta é uma prova eloquente disto. Nossa longa conversa de hoje cedo permitiu que eu entendesse as suas motivações e você entendesse as razões da Globo. Agradeço os anos em que trabalhou na Globo, que você descreveu tão bem. E o seu empenho e a sua dedicação. Um abraço e sorte na sua nova trajetória,

Ali Kamel

*

A carta ABERTA para o diretor no instagram do jornalista

O detalhe da relação direta com o diretor

E os ataques e investigações que ainda não foi explicados:

2 de agosto de 2019 às 9:11

Ministro do STF decide que deputada Flordelis não vai se livrar de ser investigada pela morte do marido [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A deputada carioca Flor de Lis (PSD) não vai se livrar das investigações sobre a morte do marido, o Pastor Anderson.

Ontem o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, decidiu que a apuração sobre o envolvimento da deputada no episódio não tem relação com o mandato parlamentar e por isso deve ser retomado.

Flordelis não se beneficiará de foro privilegiado.

Aliás, nesse caso não existe mais foro privilegiado.

O mistério segue sobre o assassinato do pastor, morto a tiros dentro da casa em que morava em Niterói (RJ) com a mulher e parte dos 55 filhos do casal, a maioria, adotados.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu dois dos filhos da deputada: Flávio, filho biológico de Flordelis e que admitiu ter dado seis tiros no padrasto; e Lucas, que teria comprado a arma do crime.

A maioria dos tiros foi disparada na região genital do pastor.

2 de agosto de 2019 às 9:03

Fátima fala sobre Novo Fundeb para Conselhos de Educação de todo país e recebe Moção de reconhecimento público pelo trabalho para implantação do Fundo no Brasil [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A governadora Fátima Bezerra foi a Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa, nesta quinta-feira, participar do Encontro Nordeste de Conselhos Municipais de Educação.

Relatora, ainda como deputada federal, da lei que criou o Fundeb, e agora defensora do Novo Fundeb, visto que a primeira fase está para ser concluída, Fátima foi fazer palestra sobre o assunto.

“Por um novo Fundeb: permanente e com mais participação da União no financiamento da educação básica” foi o tema da palestra da governadora do Rio Grande do Norte.

Depois da palestra, a governadora recebeu homenagem da UNCME – União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação.

Fátima foi agraciada com Moção de Reconhecimento Público pela instituição.