Thaisa Galvão

10 de setembro de 2019 às 17:09

Eduardo Bolsonaro diz que se sabatina no Senado fosse hoje ele teria votos necessários para ser embaixador [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Eduardo Bolsonaro está esperançoso para ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

Ele disse que se a sabatina no Senado fosse hoje, ele teria os votos necessários para ser nomeado pelo pai, presidente Jair Bolsonaro.

10 de setembro de 2019 às 14:42

Presidente do Senado Davi Alcolumbre ‘despreza’ declaração do filho de Bolsonaro [1] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, não gostou nadica da declaração do vereador licenciado Carluxo Bolsonaro, falando que o Brasil não se transformará pelas ‘vias democráticas’.

“Uma manifestação ou outra em relação a esse enfraquecimento tem da minha parte o meu desprezo. Eu confio na democracia, eu acredito nas instituições e, por isso, eu cumpro meu papel tentando dar estabilidade a um país que de 200 milhões de brasileiros que aguardam as nossas respostas para emprego, mais saúde, mais educação”, declarou Alcolumbre.

 

Fonte: G1

10 de setembro de 2019 às 14:40

Presidente em exercício, Mourão critica declaração de Carlos Bolsonaro sobre democracia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O presidente em exercício General Hamiltom Mourão também fez críticas a declaração do vereador licenciado Carlos Bolsonaro, sobre democracia…

“Fundamental [democracia], são pilares da civilização ocidental. Vou repetir para você: pacto de gerações, democracia, capitalismo e sociedade civil forte. Sem isso, a civilização ocidental não existe”, afirmou.

Mourão afirmou que para acelerar a transformação do Brasil é preciso “negociar” com o Congresso.

“Temos que negociar com a rapaziada do outro lado ali da praça (Congresso). É assim que funciona. Com clareza, determinação e muita paciência”, declarou.

 

Fonte: G1

10 de setembro de 2019 às 11:14

PF prende Márcio Lobão, filho do ex-ministro e ex-senador Edison Lobão [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Filho do ex-ministro Edison Lobão, Márcio Lobão foi preso nesta terça-feira (10) na 65ª fase da Lava Jato.

Prisão preventiva.

A nova etapa da operação investiga crimes de corrupção e lavagem de dinheiro proveniente de pagamento de vantagens indevidas relacionadas à Transpetro, que é subsidiária da Petrobras, e à Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará.

Segundo o MPF, Márcio Lobão e Edison Lobão solicitaram e receberam propinas dos Grupos Estre e Odebrecht de R$ 50 milhões entre 2008 e 2014.

O mandado de prisão foi expedido contra Márcio Lobão porque, conforme o MPF, há indícios de que ele permanecia praticando o crime de lavagem de dinheiro agora em 2019.

*

Edison Lobão foi governador do Maranhão, de 1991 a 1994, ministro de Minas e Energia do Brasil, de 21 de janeiro de 2008 até 31 de março de 2010, no governo Lula, permanecendo no cargo durante todo o primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff.

Foi senador e presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) no Senado.

Fonte: G1

10 de setembro de 2019 às 11:00

Denúncia mostra que donos da Odebrecht pagaram mesada por mais de 10 anos ao irmão do ex-presidente Lula [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Acusado de pagar mesada ao irmão com dinheiro de propina da Odebrecht, o ex-presidente Lula foi denunciado mais uma vez.

Lula, Frei Chico, os donos da Odebrecht, Emilio e Marcelo Odebrecht, e o ex-diretor da empresa Alexandrino Alencar, foram denunciados por corrupção pela força-tarefa da Lava-Jato em São Paulo.

De acordo com o Ministério Público Federal, Frei Chico recebeu R$ 1.131.333,12, de “mesada” que variou de R$ 3 mil a R$ 5 mil.

Os procuradores dizem que o pagamento era parte de um “pacote” de vantagens indevidas oferecidas a Lula, em troca de benefícios diversos obtidos pela Odebrecht junto ao governo federal.

Segundo a denúncia, os pagamentos começaram em janeiro de 2003, no valor de R$ 3 mil, em junho de 2007 passaram a ser feitos de R$ 15 mil a cada três meses (equivalente a R$ 5 mil por mês), e só terminaram em 2015, com a prisão de Alexandrino Alencar, o executivo responsável por operar os repasses.

10 de setembro de 2019 às 10:51

Vereador filho de Bolsonaro pede licença da Câmara e cria mais uma polêmica postando que o Brasil não anda “pelas vias democráticas” [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Os ministros da gestão Bolsonaro que se segurem nas tamancas.

O vereador Carlos Bolsonaro pediu licença não remunerada da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

Carluxo em Brasília é um perigo.

Vai falar e tomar decisões pelo Governo.

No ofício encaminhado à presidência da Câmara, o Número 02 se baseou em artigo que prevê afastamento para ‘tratar de assuntos particulares’.

O risco do Carluxo em Brasília foi acenado por ele próprio, numa postagem que gerou polêmica – mais uma – no twitter.

A declaração do filho do presidente causou no twitter, como mostram alguns comentários sobre a postagem dele.