Thaisa Galvão

2 de outubro de 2019 às 22:53

Bancada federal garante ao prefeito Álvaro Dias liberação de emenda para construção do terminal turístico da Redinha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito Álvaro Dias terminou a quarta-feira em Brasília, pra lá de satisfeito.

Depois de conversar com quase toda a bancada federal – só não conseguiu encontrar o senador Styvenson, que está doente, e o deputado Girão – recebeu a confirmação de que o projeto de construção de um complexo turístico na praia da Redinha, será, finalmente, viabilizado através de emenda coletiva impositiva.

No ano passado deputados e senadores retiraram o projeto da lista de emendas, passando a destinar somente 8 milhões, em vez dos quase 20 milhões previstos inicialmente.

Com a nova decisão da bancada, os recursos serão liberados e o projeto será executado pela Prefeitura de Natal.

Sonho do prefeito Álvaro Dias, o terminal turístico da Redinha contará, entre outros atrativos, com a construção de um novo mercado público.

2 de outubro de 2019 às 12:35

Projeto subscrito por Paulinho Freire altera lei orgânica e garante transparência a obras e serviços do município [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A transparência com gastos públicos em publicidade ganhou mais um reforço na tarde desta terça-feira (01) na Câmara Municipal de Natal.

A Câmara de Natal aprovou nesta terça-feira, o Projeto de Emenda à Lei Orgânica que garantirá mais transparência às contas públicas.

O projeto foi apresentado por Joanilson Rêgo quando estava no mandato e foi subscrita pelo presidente da Casa, Paulinho Freire (PSDB).

Com alteração à Lei Orgânica, o debate se torna Lei diretamente, não precisando passar pelo crivo do Executivo.

Para Paulinho Freire, com a alteração na lei orgânica, toda peça de publicidade oficial do município terá que ter em seu rodapé, os valores do que foi investido na obra ou serviço anunciado.

“É um caminho sem volta. Todo o Brasil está seguindo uma tendência para ampliar a transparência com dinheiro público. Com essa medida, o cidadão vai saber mais sobre a destinação dessa verba sem ter que entrar no site da Lei da Transparência, agora estará lá, na própria peça”, disse o presidente.

2 de outubro de 2019 às 9:41

Engessamento de Natal em prol do crescimento de Parnamirim é herança recebida que engasga o prefeito Álvaro Dias [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, trabalha para tentar reverter o engessamento de Natal provocado conjuntamente pelas Prefeituras de Natal e de Parnamirim.

Tipo assim: o então prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves aprovou um plano diretor que limitou o crescimento da zona Norte – proibindo, por exemplo, a construção de edifícios – beneficiando o município de Parnamirim, à época administrado pelo seu pai, o então prefeito Agnelo Alves.

O engessamento de Natal foi uma das heranças deixadas por Carlos para Álvaro, que o atual prefeito vai mostrando discretamente…

Depois das críticas ao hotel BRA, ao Reis Magos – tudo apoiado pelo seu antecessor – agora a transferência programada e combinada do crescimento de Natal para Parnamirim e também São Gonçalo do Amarante.

Confira declaração do prefeito em entrevista à rádio 97FM.

“Nova Parnamirim existe hoje devido ao úlgimo Plano Diretor. Tudo ficou caro por causa das restrições impostas por ele. O que as pessoas não encontravam em Natal foram para lá e para São Gonçalo. As pessoas estão sendo expulsas pelo Plano Diretor de Natal”.

Do Blog – Falta só alguém dizer o que estava por trás do interesse em transformar os muitos terrenos de Parnamirim no bairro de Nova Parnamirim, não importando se para isso acontecer, a capital ficasse engessada.

O plano diretor terminou na operação Impacto que focou somente na Câmara Municipal, sem atravessar o limite entre a capital e a região Metropolitana.

““ Diretor. Tudo ficou caro por Tenho me focado na

Nova Parnamirim existe Ainda não estou analisando

hoje devido ao último Plano a questão política.

conta das restrições impostas gestão, administração e

por ele. O que as pessoas não encontravam em Natal foram para lá e para São Gonçalo. As pessoas estão sendo expulsas pelo Plano Diretor de Natal” (…)

2 de outubro de 2019 às 9:22

Álvaro gostaria de explodir malassombro que ‘enfeita’ a Via Costeira e que político (ex)poderoso já quis terceirizar a continuação das obras [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do prefeito de Natal, Álvaro Dias, em entrevista à rádio 97FM, sobre o malassombro que começou a ser construído na Via Costeira em forma de hotel BRA, autorizado e embargado em alguma das 4 gestões do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves.

“Se eu pudesse explodiria o Hotel da BRA. Ele está causando muitas dificuldades de dengue e doenças infecciosas”.

Do Blog – O hotel teve as obras embargadas por exceder o gabarito aprovado pelo município em um andar.

Detalhe do malassombro que por anos ‘enfeita’ a Via Costeira de Natal: quem foi o político outrora poderoso, mas hoje sem mandato, que foi pedir à então prefeita Micarla de Sousa, para liberar a continuidade das obras, mas não obteve sucesso?

2 de outubro de 2019 às 5:58

Minuto da Câmara: Prestando contas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em sessão ordinária, os vereadores discutiram o Projeto de Lei que propõe um seguro para conclusão das obras públicas que não foram entregues pela empresa licitada responsável. Vetado pelo Executivo, a apreciação do Projeto dividiu opiniões entre os vereadores, que votam pela manutenção do veto. Membro da Comissão de Justiça, o vereador Felipe Alves (MDB) explicou as razões pela manutenção do veto.

Essa e outras notícias no Minuto da Câmara, um resumo do trabalho do legislativo municipal de Natal.

Acompanhe: