Thaisa Galvão

30 de outubro de 2019 às 14:40

A culpa é do porteiro? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O porteiro falou ou não falou?

A culpa agora vai ser do porteiro?

O fato é que a vereadora Marielle foi assassinada no dia em que Élcio Queiroz entrou no condomínio onde Jair Bolsonaro e o filho Carlos Bolsonaro tem casa, e se dirigiu à casa do acusado de ser autor dos disparos contra a vereadora, Ronnie Lessa.

Élcio é acusado de dirigir o carro de onde Ronnie teria atirado.

Os dois continuam presos.

O porteiro, segundo o Jornal Nacional da TV Globo, disse que autorizou a entrada de Elcio depois de ter sido autorizado pela casa do presidente.

O Jornal Nacional informou que a guarita do condomínio tem equipamentos que gravam as conversas pelo interfone.

E que os investigadores estão recuperando os arquivos de áudio para saber com quem, de fato, o porteiro conversou naquele dia e quem estava na casa 58 (a de Bolsonaro).

Aguardar, pois, o resultado da apuração do áudio.

O que se sabe, e o Jornal Nacional deixou bem claro, é que Bolsonaro não estava no condomínio.

Estava em Brasília.

E naquele diz, especialmente, gravou dois vídeos mostrando que estava em Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*