Thaisa Galvão

27 de novembro de 2019 às 16:16

Relator do processo do sítio de Atibaia vota pela prisão em segunda instância e aumento de pena para Lula [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O desembargador do TRF-4, João Pedro Gebran Neto, votou hoje pela condenação do ex-presidente Lula, no processo do sítio de Atibaia, em 2ª instância.

E ainda defendeu o aumento da sentença para 17 anos, um mês e 10 dias.

Lula havia sido condenado em 1ª instância em fevereiro de 2019 a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção passiva, corrupção ativa e lavagem de dinheiro.

A votação segue.

Gebran é o relator do processo no Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*