Thaisa Galvão

29 de novembro de 2019 às 16:07

Ex-presidente do TJ da Bahia é presa pela Polícia Federal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, que já havia sido afastada do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), foi presa nesta sexta-feira (29), durante a Operação Joia da Coroa, um desdobramento da Operação Faroeste, deflagrada em 19 de novembro e que apura um esquema de vendas de sentenças relacionadas à grilagem de terras no oeste da Bahia.

Socorro Santiago foi presidente do TJ da Bahia.

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Og Fernandes decretou a prisão preventiva (sem prazo para terminar), que foi cumprida em Salvador pela Polícia Federal.

A Procuradoria Geral da República (PGR) alegou, no pedido de prisão, que a desembargadora estaria destruindo provas e descumprindo a ordem de não manter contato com funcionários.

As investigações no TJ da Bahia poderão se repetir em outros estados do Nordeste, como publicado na coluna Radar, da Veja:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*