PMM - banners transporte para sites e blogs
Thaysa Galvão
Thaysa Galvão
Thaysa Galvão
Holiday

Thaisa Galvão

26 de junho de 2016 às 15:11

Ezequiel vai ao Agreste e discute planos para Espírito Santo com o pré-candidato Fernando Teixeira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB) foi a Espírito Santo neste sábado para discutir com o grupo do pré-candidato a prefeito e atual vice-prefeito, Fernando Teixeira (PSDB), sobre planos e propostas para o município.

 O encontro de lideranças de diversos partidos aconteceu no Fireman Eventos e contou com a presença da presidente da Câmara e pré-candidata à reeleição, Maria Fernanda Simas (PSDB).

Em Espírito Santo o presidente da Assembleia foi o deputado mais votado na última eleição e aproveitou para fazer uma prestação de contas de sua atuação em favor do município.
“Conseguimos recentemente uma viatura policial, que já chegou à cidade. Já solicitamos a recuperação da RN-003, que liga Goianinha, Espírito Santo e Santo Antônio. Ações hídricas também foram encaminhadas ao Governo para beneficiar a população rural, além de termos solicitado uma nova ambulância e convênio de pavimentação e drenagem de ruas, enumerou o presidente da Assembleia Legislativa.

 

Fotos Laurivan de Sousa

E no dia anterior, o prefeito Arlindo Dantas (PCdoB) recebeu o deputado Ezequiel Ferreira em noite de festejos juninos.

 

Fotos Laurivan de Sousa

26 de junho de 2016 às 9:56

Sérgio Moro intima Lula, a mulher Marisa, o empreiteiro Léo Pinheiro e os sócios de Lulinha [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Globo

Moro retoma inquéritos contra Lula na Lava-Jato 

Entre casos investigados estão sitio em Atibaia e tríplex no Guarujá

O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, mandou intimar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre a retomada dos inquéritos que apuram ocultação de patrimônio e possíveis beneficios recebidos de empreiteiras envolvidas na Lava-Jato. Entre eles estão as investigações sobre o sítio de Atibaia, usado pelo ex-presidente, o tríplex no Giarujá e pagamentos recebidos pela empresa LILS Palestras.

À exceção do diálogo entre Lula e a presidente afastada Dilma Rousseff – no qual ela dizia que estava enviando por um emissário o termo de posse do ex-presidente como ministro da Casa Civil – retirada dos autos por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), as demais interceptações telefônicas, de acordo com despacho de Moro, poderão ser usadas no inquérito e eventual ação penal, mantido sigilo em relação a terceiros. 

Além de Lula, estão sendo intimados outros envolvidos nas investigações, entre eles a mulher do ex-presidente, Marisa Letícia; o empresário Leo Pinheiro, da OAS, que reformou o triplex no Guarujá; e os sócios do sítio de Atibaia, Jonas Suassuna Filho e Fernando Bittar. Todos têm prazo de cinco dias para apresentar os pedidos que tinham encaminhado ao STF e as procurações de seus advogados.
Semana passada, o ministro do STF Teori Zavascki devolveu para Moro as investigações sobre Lula que estavam no tribunal. Ao todo, foram três petições, três inquéritos e dez ações cautelares. Todos os processas estão sob sigilo. 
Anteontem, Teori enviou para a Justiça Federal em Brasília o inquérito em que Lula foi denunciado por tentativa de atrapalhar as investigações da Lava-Jato. Ele teria participado de articulação para silenciar o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, que negociava acordo de delação premiada. 

26 de junho de 2016 às 9:47

Aécio Neves cada vez mais na lava jato [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:


MARIO CESAR CARVALHO

BELA MEGALE

DE SÃO PAULO

O empreiteiro Léo Pinheiro, sócio e ex-presidente da OAS, vai relatar, com base em documentos, que pagou suborno a auxiliares do então governador de Minas Gerais, o hoje senador Aécio Neves (PSDB), durante a construção da Cidade Administrativa.
Trata-se da mais cara obra do tucano nos oito anos em que permaneceu à frente do Estado, entre 2003 e 2010.

O relato de Pinheiro sobre o centro administrativo, um complexo inaugurado em 2010 para abrigar 20 mil funcionários públicos, faz parte do acordo de delação premiada que está sendo negociado com procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato de Curitiba e Brasília. O acordo ainda não foi assinado.

Segundo Pinheiro, a OAS pagou 3% sobre o valor da obra a um dos principais auxiliares de Aécio, Oswaldo Borges da Costa Filho.
Conhecido como Oswaldinho, ele é apontado por tucanos e opositores como o tesoureiro informal de seguidas campanhas de Aécio, entre 2002 e 2014.

Aécio nega com veemência que tenha recebido qualquer recurso ilícito e que tenha havido irregularidades na obra —leia mais a respeito da nota enviada pelo senador mineiro a seguir.
Ele não comentou, no entanto, os relatos de que Oswaldo teria sido seu tesoureiro informal.
Estimada em R$ 500 milhões, a obra da Cidade Administrativa foi orçada em R$ 949 milhões, mas acabou custando R$ 1,26 bilhão, segundo documentos do governo de Minas obtidos pela Folha, mas que a atual administração, do PT, não comenta.

Esse foi o custo das obras de engenharia; com mobiliário e outros itens, o gasto total alcança R$ 2,1 bilhões, ainda de acordo com os dados obtidos pela Folha.
Junto com Odebrecht e Queiroz Galvão, a OAS fez um dos três prédios do complexo, o Edifício Gerais. No consórcio, a Odebrecht era a líder, com 60% do valor do contrato. A OAS respondia por 25,71% e a Queiroz Galvão, por 14,25%.
Como a OAS recebeu R$ 102,1 milhões, os 3% da suposta propina seriam equivalentes a pouco mais de R$ 3 milhões.

O CONTATO

Oswaldo é contraparente de Aécio: ele é casado com uma filha do padrasto do senador, o banqueiro Gilberto Faria (1922-2008). Tanto tucanos como opositores em Minas contam que o auxiliar atuou como tesoureiro informal das campanhas de Aécio para o governo de Minas, para o Senado e para a Presidência.

Após vencer a eleição para o governo em 2002, o tucano colocou-o para presidir a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais, uma empresa pública dona de mineradoras, hotéis e fontes de água mineral.

Foi essa empresa, chamada Codemig, que fez a licitação em 2007 e cuidou da obra da Cidade Administrativa, o que foi considerado incomum, já que Oswaldo teve papel na arrecadação da primeira campanha de Aécio ao governo mineiro.
A família de Oswaldo também é proprietária de uma empresa de táxi-aéreo que é dona de um jatinho Learjet que foi usado por Aécio.

Ele tem uma coleção de carros raros, entre os quais um Rolls-Royce que Aécio costumava usar quando era governador. A joia da coleção, no entanto, é um Bugatti 1938.
Léo Pinheiro relatou a investigadores da Lava Jato que tem provas do caminho que o dinheiro percorreu até chegar ao assessor do tucano.

A LISTA

Oswaldo também é citado numa lista da Odebrecht na qual aparecem 316 políticos que teriam recebido propina, segundo a Polícia Federal. Ao lado do nome dele, aparece o nome de um diretor da Odebrecht em Minas e a mensagem de que o grupo viabilizaria uma doação de R$ 15 milhões para “Mineirinho”, codinome que a PF está investigando para saber quem é.
A anotação é de setembro de 2014, quando Aécio disputava a eleição presidencial que foi vencida por Dilma Rousseff (PT).

A OBRA

Os primeiros esboços da Cidade Administrativa foram apresentados por Oscar Niemeyer em 2004, mas a obra só foi iniciada em 2007.
O complexo causou polêmica porque deslocou um contingente de 30 mil pessoas (20 mil funcionários e 10 mil visitantes) para uma área que fica a 20 quilômetros do centro de Belo Horizonte.

Inaugurado em 2010, o lugar é repleto de superlativos, de acordo com a propaganda do governo mineiro à época da inauguração. A obra foi anunciada como o maior prédio em construção na América naquela época, com o maior vão-livre do mundo.
Quatro inquéritos foram abertos para apurar possíveis irregularidades na obra. Um deles investiga se houve conluio entre as nove empreiteiras que fizeram a obra.
A assessoria de Aécio nega que tenha havido irregularidades nesse processo.
O Ministério Público não soube informar o estágio atual das investigações ou se alguma das apurações já foi encerrada.

OUTRO LADO

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse em nota à Folha que desconhece os relatos feitos pelo empresário Léo Pinheiro sobre suposta propina em sua administração e que considera as declarações “falsas e absurdas”.
A nota afirma que acusações como essas precisam de provas, “sob o risco de servirem apenas a interesses outros que não os da verdade”.

O senador afirma estranhar o que chama de vazamento “deste trecho” da delação de Pinheiro, da OAS, que o cita como beneficiário de propina.
Segundo nota enviada pela assessoria de imprensa do senador, as obras da Cidade Administrativa foram contratadas por R$ 948 milhões em 2007 e tiveram custo final de R$ 1,26 bilhão, em 2010.

Entre as razões do aumento está a construção de um túnel que não estava previsto no projeto inicial e que demandou uma nova licitação.
O comunicado aponta que os aditivos firmados na construção da Cidade Administrativa mineira “corresponderam a 10% do valor inicial, percentual inferior aos 25% autorizados pela Lei 8.666 para obras públicas”.
A assessoria de Aécio reitera que “a obra foi conduzida com absoluta transparência e controle da sociedade”, inclusive com aprovação de órgãos de controle do Estado.

A nota afirma ainda que, antes da abertura da licitação, os editais foram submetidos a avaliação prévia do Ministério Público e do Tribunal de Contas do Estado.
“Todas as especificações técnicas do projeto tiveram acompanhamento e monitoramento da empresa de auditoria externa, atestando e assinando juntamente com a gerência da obra”, diz a nota divulgada.

Sobre a OAS, a assessoria do senador diz que a empreiteira apresentou um pedido de revisão nos valores a serem pagos quando a Cidade Administrativa foi finalizada, o que foi negado pela empresa que administrava a obra.
Segundo a assessoria de Aécio, a participação da OAS na obra foi de cerca de R$ 50 milhões, metade do valor obtido pela Folha. A decisão de dividir a construção em três lotes se deu para “baratear os custos de execução e abrir espaço para participação de mais empresas”, de acordo com a assessoria.

Sobre o avião utilizado pelo senador, a assessoria afirma que a aeronave não pertencia a Oswaldo Borges, mas à família dele.
Questionada a respeito do uso do Rolls-Royce do empresário, a nota diz que Borges é “reconhecido colecionador de carros” e emprestou veículos de seu acervo para a posse dos governadores Aécio Neves e Antonio Anastasia, ambos do PSDB.
A assessoria de imprensa de Aécio não quis se pronunciar sobre os relatos de Borges ter atuado como “tesoureiro informal” das campanhas do tucano.
Procurado, o empresário Oswaldo Borges da Costa Filho não atendeu as ligações nem ligou de volta para a reportagem. A Folha pediu ajuda à assessoria de Aécio para contatá-lo, sem sucesso.

26 de junho de 2016 às 1:30

Mercedes capota na Rota do Sol [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Neste momento, uma Mercedes capotada na Rota do Sol, em Ponta Negra.

Acidente registrado há pouco no local onde um ciclista já morreu atropelado.
Fotos Thaisa Galvão

26 de junho de 2016 às 1:22

Acompanhado do prefeitável Jacó Jácome, Robinson visita arraiás no Alecrim e zona Norte [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria prestigiou neste sábado, a 7ª edição do Arraiá do P10, no bairro Alecrim, em Natal. 

Robinson estava acompanhado da esposa, secretária de Assistência Social Julianne Faria, e do pré-candidato a prefeito de Natal pelo PSD, deputado Jacó Jacome.

Do Alecrim, Robinson, Julianne e Jacó foram para a zona Norte.

25 de junho de 2016 às 23:41

Jaime Calado coordena mais uma edição da Prefeitura Itinerante em São Gonçalo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito Jaime Calado coordenou neste sábado no bairro Golandim, em São Gonçalo do Amarante, a sétima edição do projeto “Prefeitura Itinerante”, que ofereceu serviços de cidadania como confecção de CPF, RG em parceria com o ITEP e Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania, atendimento jurídico, fotográficas 3×4, atendimento no ônibus Bolsa Família, corte de cabelo…

A primeira dama e deputada federal Zenaide Maia acompanhou o prefeito.

“Iniciamos o nosso primeiro mandato em uma das maiores crises mundiais e estamos encerrando numa repetição dessa crise. Apesar disso, ainda estamos inaugurando obras e mantendo o que é essencial para o nosso município” afirmou o prefeito Jaime Calado.
Fotos Rafael Santos

25 de junho de 2016 às 22:29

Presidente interino da Câmara desiste de dar folga aos deputados e marca votação para semana do São Pedro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do G1/Globonews
Presidente da Câmara recua e decide marcar votações em semana junina


Waldir Maranhão havia decidido suspender sessões na próxima semana. Neste sábado, porém, informação é que haverá votações semana que vem

O presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão, decidiu retomar as votações marcadas para a próxima semana. A decisão representa um recuo em relação que havia sido anunciado anteriormente – de que as votações voltariam a acontecer somente a partir de 5 julho por conta das festas juninas.

Segundo relato que Maranhão fez ao secretário-geral da Mesa Diretora da Câmara, Sílvio Avelino da Silva, houve uma pressão de deputados para a retomada das votações já na semana que vem por conta da repercussão negativa de que a casa ficaria mais de dez dias sem sessões no mês de junho. As votações, porém, deverão acontecer somente a segunda e terça-feiras – a exemplo que já ocorreu nesta semana.
Nesta semana, apenas uma matéria foi votada. 

Na terça, foi aprovada a medida provisória que libera o controle estrangeiro de empresas aéreas brasileiras.

Na quarta (22), dia da semana que costuma ser o mais movimentado, boa parte dos parlamentares já havia embarcado para seus estados de origem, e os corredores e o plenário ficaram esvaziados. 

Nem mesmo as comissões funcionaram.

Tradicionalmente, os deputados costumam aproveitar este período do ano para participar das festas juninas nos estados, principalmente no Nordeste. Em ano de eleições municipais, as celebrações de junho ganham destaque ainda maior, porque os parlamentares que pretendem se candidatar a prefeito usam as festas para fazer campanha informal.

Antes da suspensão das sessões da próxima semana, que serão retomadas na segunda e terça-feiras, o governo tinha a expectativa de votar, na semana que vem, uma medida provisória que institui normas sobre o controle de doping no esporte, proposta necessária tendo em vista a realização da Olimpíada e da Paralimpíada em agosto. Além disso, também tinha intenção de avançar na pauta que tornam mais técnicas indicações para fundos de pensão de empresas estatais.

25 de junho de 2016 às 22:24

Fátima Bezerra prestigia inauguração de obras reslizadas com emenda de sua autoria em Jardim do Seridó [0] Comentários | Deixe seu comentário.

A senadora Fátima Bezerra (PT) foi a Jardim do Seridó neste sábado para a inauguração das obras de modernização da feira livre, que contou com recursos no total de 250 mil reais de emenda parlamentar da então deputada federal.

A solenidade foi comandada pelo prefeito Padre Jocimar que agradeceu à senadora pela destinação da emenda.

25 de junho de 2016 às 22:15

Walter Alves participa de convenção do PMDB em São Gonçalo [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado federal Walter Alves (PMDB) participou neste sábado da convenção do PMDB em São Gonçalo do Amarante, que reconduziu o vereador Pastor Edmilson Gomes à presidência do partido no município. 

O pré-candidato a prefeito Poti Neto participou da convenção.

25 de junho de 2016 às 17:32

Grupo vencedor do Pau de Sebo leva prêmio de 200 reais no Alecrim [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O Pau de Sebo do Bazar São Paulo, promovido há mais de 10 anos pelos empresários pai e filho Paulo e Washington Reis, da loja de cosméticos no bairro do Alecrim, em Natal, premiou hoje um grupo que conseguiu chegar ao topo…

Integrantes do grupo se ajudaram e o vencedor levou o prêmio de 200 reais.

25 de junho de 2016 às 14:45

Destaque: Trinta anos de festa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E os meninos da Detaque, Ricardo Bezerra, Roberto Bezerra, Gustavo Carvalho e Paulinho Freire comemoram os 30 anos da empresa de promoções que criou o Carnatal.

Foi exatamente no São João de 1986, no dia 24 de junho Que os 4 amigos fundaram a Destaque Promoções. 

De lá para cá foram muitas histórias: Forró Classe A, parceria com o Forró com o Turista, Circo da Folia, Vila Folia, mais de 3.000 shows…além de 26 Carnatais.

Nesse período dois dos sócios entraram para a política: Paulinho Freire foi deputado, vice-prefeito e hoje é vereador. E Gustavo é deputado.

Ontem os 4 cantaram parabéns para a Destaque.

25 de junho de 2016 às 14:06

Serra fuxiqueiro [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Jorge Bastos Moreno, a revelação de que José Serra é um fuxiqueiro:

25 de junho de 2016 às 13:56

Citados por Sérgio Machado sem coragem de enfrentá-lo na justiça [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Luiz Antônio Novaes, no Globo:

Sarney tem a idade como aliada.

Sabe que aos 86 anos de idade não vai mais para a cadeia.

Já os demais…

25 de junho de 2016 às 13:46

Coincidência? [0] Comentários | Deixe seu comentário.

De Luiz Antônio Novaes, no Globo de hoje:

Coincidência mesmo ou dois pesos e duas medidas?

PT e PMDB iguais em tudo.

25 de junho de 2016 às 8:50

Brincadeira do Pau de Sebo do Bazar São Paulo, no Alecrim, começa às 10 horas e terá prêmio de 200 reais [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Tudo pronto para logo mais às 10 horas o já tradicional “Pau de Sebo do bazar São Paulo”, no bairro do Alecrim. 

A brincadeira acontece há mais de 10 anos no canteiro da avenida Presidente Bandeira com a rua dos Caicós.

A regra é simples e democrática: os participantes tentam subir no pau melado para pegar o prêmio de 200 reais em dinheiro que está no alto. 

Confira a brincadeira em anos anteriores:

25 de junho de 2016 às 8:18

Cerveró hostilizado dentro do avião [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Movimento no voo que levou o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, de Curitiba, onde estava preso há mais de um ano, para o Rio de Janeiro.

Cerveró, condenado a 27 anos no processo da lava jato, vai cumprir o resto da pena em prisão domiciliar na casa da serra, na cidade de Itaipava.

Dentro do avião, meio disfsrçado e com a tornozeleira de preso na perna – ninguém viu – Cerveró foi hostilizado.

25 de junho de 2016 às 2:00

Mais um apagão na Via Costeira [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Mais uma noite de escuridão na Via Costeira, em Natal.

No trecho entre o hotel Serhs e o Centro de Convenções, todos os 20 postes estão com suas luminárias (cada poste tem duas) apagadas no final da noite deste sábado.

Detalhe: a Semsur trocou todo o sistema de iluminação da Via Costeira, trocou as lâmpadas amarelas por brancas, e individualizou o acendimento exatamente para evitar o que aconteceu hoje: o apagão em série.

24 de junho de 2016 às 19:01

Ação contra Lula sai do STF para a justiça do Distrito Federal [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha:

Teori contraria Procuradoria e envia denúncia contra Lula para Justiça do DF

MÁRCIO FALCÃO
AGUIRRE TALENTO
DE BRASÍLIA

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki decidiu nesta sexta-feira (24) enviar para a Justiça do Distrito Federal a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sob acusação de envolvimento numa trama para comprar o silêncio e evitar a delação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

A decisão contraria a posição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que defendeu que o caso ficasse com o juiz do Paraná Sergio Moro.

Teori entendeu que o caso é de responsabilidade da Justiça do DF porque a tentativa do crime teria sido praticada em preponderância na capital federal, mesmo tendo fatos no Rio de Janeiro e em São Paulo. O ministro cita, por exemplo, que o fato-chave do caso ocorreu em Brasília, onde o ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) foi gravado em uma conversa na qual ofereceu auxílio financeiro para evitar a colaboração premiada de Cerveró.

Segundo Teori, o próprio Supremo já fixou que casos que não tenham conexão direta com a corrupção na estatal não devem ficar a cargo da Justiça do Paraná. Tais fatos não possuem relação de pertinência imediata com as demais investigações relacionadas às fraudes no “âmbito da Petrobras”.

Na semana passada, o ministro enviou para Moro e a força-tarefa da Lava Jato a maior parte das investigações sobre Lula –16 procedimentos– como os casos do tríplex em Guarujá e o sítio de Atibaia, em São Paulo.

A denúncia contra Lula também tem como alvos Delcídio, o pecuarista José Carlos Bumlai, amigo de Lula, seu filho, Maurício Bumlai, o banqueiro Andre Esteves, Diogo Ferreira, ex-assessor do ex-senador, e Edson Ribeiro, ex-advogado de Cerveró. A ideia seria evitar que eles fossem delatados pelo ex-diretor.

Segundo a Procuradoria, eles teriam atuado para comprar por R$ 250 mil o silêncio de Cerveró.

A acusação tramitava no Supremo porque Delcídio tinha foro privilegiado. Ele, no entanto, foi cassado após se tornar delator da Lava Jato e implicar vários senadores do governo e oposição.

A Procuradoria afirmou ao STF que Lula “impediu e ou embaraçou investigação criminal que envolve organização criminosa, ocupando papel central, determinando e dirigindo a atividade criminosa praticada por Delcídio do Amaral, André Santos Esteves, Edson de Siqueira Ribeiro, Diogo Ferreira Rodrigues, José Carlos Bumlai, e Maurício de Barros Bumlai”, e pede a condenação de todos por obstrução da Justiça.

Os investigadores analisaram e-mail, extratos bancários, telefônicos, passagens aéreas e diárias de hotéis.

Em depoimento à Procuradoria, Lula disse que jamais discutiu com Delcídio a tentativa de obstruir a delação de Cerveró. A defesa de José Carlos Bumlai tem negado acusações. A defesa de André Esteves declarou que ele não cometeu nenhuma irregularidade.

24 de junho de 2016 às 18:32

Cancelado concurso da Saúde [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal Carlos Eduardo Cunha anunciou o cancelamento do concurso da Saúde.


Detalhe: para um novo concurso, será necessária nova licitação.

E um processo de licitação dura cerca de 3 meses.

No período eleitoral, como o prefeito é pré-candidato, impossível fazer concurso.

Portanto, o novo concurso vai demorar um pouquinho.

24 de junho de 2016 às 18:07

Governador Robinson Faria participa da procissão de São João em Assu [0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador Robinson Faria está neste momento em Assu.

Com o prefeito Ivan Júnior ele participa da procissão de São João.