• agosto 2015
    S T Q Q S S D
    « jul    
     12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    24252627282930
    31  
  • @thaisagalvao

      • Swit Sport

      Do G1 – Brasília

      CPI da Petrobras aprova convocação de José Dirceu e Marcelo Odebrecht

      Presos na Lava Jato, eles deverão ser ouvidos na semana que vem no PR.Investigação aponta que Dirceu recebeu propina do esquema de corrupção.

      Fernanda Calgaro

      A CPI da Petrobras aprovou nesta quinta-feira (27) a convocação do ex-ministro José Dirceu e do presidente do grupo Odebrecht, Marcelo Odebrecht. Suspeitos de envolvimento no esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato, os dois estão presos no Paraná.
      Dirceu terá de prestar depoimento para esclarecer a suspeita de que recebeu propina de fornecedores da estatal do petróleo por meio de sua empresa, a JD Consultoria. O ex-chefe da Casa Civil, que está preso na Superintendência da Polícia Federal desde o início do mês, deverá ser ouvido pelos deputados federais na próxima segunda-feira (31), em Curitiba, segundo o cronograma da CPI.
      Já Marcelo Odebrecht, que está preso desde junho, deve ser ouvido pelos integrantes da CPI na terça-feira (1º) ao lado de outros dois executivos da construtora.
      Os depoimentos de Dirceu e Marcelo Odebrecht serão prestados a uma comitiva de deputados que estará na capital paranaense na semana que vem, entre segunda (31) e quinta-feira (3). Na quarta (2) e na quinta, devem ser realizadas algumas acareações entre os presos, mas a CPI ainda não definiu quais serão.

      Confira o cronograma parcial da CPI da Petrobras em Curitiba:

      Dia 31/8 – segunda-feira
      José Dirceu – ex-ministro da Casa Civil
      Jorge Luiz Zelada – ex-diretor da Área Internacional da Petrobras
      Otávio Marques de Azevedo – executivo da Andrade Gutierrez
      João Antônio Bernardi – funcionário da empresa Saipem

      Dia 1º/9 – terça-feira
      Marcelo Bahia Odebrecht – presidente da construtora Odebrecht
      Márcio Faria da Silva – funcionário da Construtora Odebrecht
      Rogério Santos de Araújo – executivo da construtora Odebrecht
      César Ramos Rocha – executivo da construtora Andrade Gutierrez
      Celso Araripe de Oliveira – ex-gerente de projetos da Petrobras

      Dia 2/9 – quarta-feira
      Ricardo Hoffmann – proprietário da Borghi Lowe Propaganda e Marketing Ltda.
      Fernando Antônio Guimarães Hourneaux de Moura

      A previsão é que as audiências ocorram no prédio da Justiça Federal no Paraná, onde o juiz federal Sérgio Moro despacha. Apesar de o ex-ministro e o dirigente da construtora estarem detidos por ordem de Moro, o magistrado paranaense, responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância, não precisa autorizar os depoimentos à comissão de inquérito.
      De acordo com a assessoria da Justiça Federal, para Dirceu e Odebrecht serem ouvidos pelos parlamentares basta que a comissão comunique formalmente à 13ª Vara Criminal o dia em que a CPI pretende ouvi-los. Então, o juiz irá solicitar que a Polícia Federal (PF) providencie escolta para o ex-ministro e o presidente do Grupo Odebrecht se deslocarem até o local da oitiva.
      Os requerimentos de convocação de Dirceu e de Marcelo Odebrecht foram aprovados na manhã desta quinta de maneira simbólica (sem a contagem de votos) junto com outros pedidos de convocação para ouvir, entre outros, o ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada e o ex-gerente de projetos da estatal Celso Araripe de Oliveira. A votação já estava previamente acordada entre os integrantes do colegiado e não houve debates antes da aprovação.

      • Proviagens 80 dias

      Dois botijões de gás explodiram na comunidade da Guarita, no Alecrim.

      Algumas pessoas ficaram feridas.

      As explosões se deram por volta das 11 horas. 

      VÍDEO Clique Aqui e veja o movimento do Corpo de Bombeiros

        

      • Home Angels

      De Brasília, o prefeito Carlos Eduardo tuíta:

         
      E se empolgou…

       
        

      • Loja D`Ámis

        
      Será aberta logo mais às 18 horas, na loja Finger Móveis Planejados, vizinho a Agaé, na Salgado Filho, em Natal, a exposição “Encantos do Sertão”, do fotógrafo Canindé Soares.

      O trabalho marca mais uma fase da carreira de sucesso de Canindé, que foca no sofisticado mercado da ambientação e do paisagismo.
      “Minha fotografia tem um olhar muito simples das coisas bacanas do nosso Rio Grande do Norte. Mas é um simples que me agrada extremamente e agrada também a uma multidão de pessoas que acompanha meu trabalho”, diz o premiado Canindé Soares.

        

      • Banner Top Car

      O Estadão publicou hoje que uma pesquisa do Ibope simulando um eventual segundo turno entre o ex-presidente Lula e presidenciáveis tucanos.Ora, se pesquisa em véspera de eleição já não diz muita coisa – pagou, levou – quanto mais a mais de um ano da eleição, quando nem candidatos oficiais existem.

      Compromisso zero com o resultado dos núneros.

      A tal pesquisa mostra um ligeiro aumento da diferença em favor dos nomes do PSDB.

      Nada mais nada nenos do que um indicativo de que o prestígio do PT caiu…

      Na pesquisa foram ouvidos 2.002 eleitores em 142 municípios de todo o país, entre 15 e 19 de agosto.

      Não é nada, não é nada, não é nada mesmo.

      • Reviver

      Com um rombo de R$ 60 bilhões, o Brasil se prepara para jogar a crise que não soube evitar, na cara dos brasileiros.
      Brasileiros que não roubaram, não destruíram a Petrobras, não se aproveitaram do BNDES, não receberam doações generosas das grandes empreiteiras para colocarem em prática seus projetos honestos de vida…
      Pois é desses brasileiros que o governo federal quer cobrar um novo imposto.
      Uma minuta de Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para a volta do imposto do cheque, a tal CPMF, extinta em 2007, aguarda a definição da presidente Dilma Rousseff.
      O clima é ruim no Congresso e na sociedade, mas a área econômica do governo não vê outra saída, senão punir os brasileiros, para tirar as contas públicas de um quadro deficitário em 2016.

      Vamos aguardar, mas o assunto já toma conta das páginas.

        

      • Parnamirim  Crescendo com agente
      27
      ago

      O dono da rua

      27 de agosto de 2015 às 8:05 — 1 comentário

      Do fotógrafo Cláudio Abdon, no twitter:

        
         
      Absurdo meeeesmo!!!!

      De Kennedy Diniz nas ruas de Natal:

        
      E por falar em sincronismo, a sugestão do Blog é que o novo diretor do Detran, ex-vereador de Ceará-Mirim, Júlio César, deixe o motorista em casa, pegue seu carro e vá e volte a Ponta Negra várias vezes ao dia.

      Quem sabe ele identifica o que aconteceu de um mês atrás para cá, quando os sinais da feirinha de artesanato e o da rótula da Via Costeira deixaram de se entender, impedindo a saída tranquila do bairro.

      Até um mês atrás se conseguia sair de Ponta Negra sem uma vontade enorme de mandar o diretor do Detran…pra Ceará-Mirim.

      • DNA Center

      Na Esplanada dos Ministérios, os auxiliares da presidente Dilma Rousseff, aqueles que ela nomeou para cargos de ministros e secretários gerais, na intenção de firmar parcerias para administrar o combalido Brasil, estão desesperados.

      Engana-se quem pensa que o desespero é por causa da crise econômica ou dos baixíssimos índices de popularidade da Chefa.

      Os detentores dos melhores cargos, com maiores salários e muitas vantagens temem mesmo é perderem o emprego.

      Os auxiliares de si mesmos sabem que ninguém está a salvo de ser dispensado.

      A Folha de hoje lembra que “durante a campanha eleitoral do ano passado, Dilma criticou as propostas de redução do número de ministérios de seus adversários, Aécio Neves (PSDB-MG) e Eduardo Campos (PSB-PE) (que morreu durante a campanha e foi substituído por Marina Silva), e afirmou que quem defendia cortar pastas possuía “imensa cegueira tecnocrática”….

      O pensamento de campanha de Dilma comprova que a presidente não enxergava a crise, e sequer imaginava que teria que cumprir a promessa de campanha, não dela, mas dos adversários.

      E como a promessa de campanha não era dela, mas dos adversários, o corte de 10 ministérios não foi planejado, daí o atabalhoamento da reforma anunciada de sopetão.

      De sopetão, como tem andado o Brasil.

      E a repórter Marina Dias mostra, na edição de hoje da Folha, os prováveis cenários da reforma.

      Eis:

      CENÁRIOS

      Dilma trabalha com três cenários para a reforma, que devem ser discutidos com os líderes partidários nos próximos dias. O mais provável é aquele em que as secretarias de Portos e Aviação Civil seriam integradas ao Ministério dos Transportes, que deve ser assumido pelo ministro Eliseu Padilha, hoje à frente da Aviação Civil.
      Nesse desenho, a presidente manteria as secretarias de Política para as Mulheres e de Igualdade Racial, inicialmente eram dadas como certas no corte. O gesto atenderia ao PT, que trata a criação das pastas como conquistas históricas da legenda.
      Dilma deve também tirar o status de ministério de cinco órgãos. São eles: Banco Central, GSI (Gabinete de Segurança Institucional), CGU (Controladoria Geral da União), AGU (Advocacia Geral da União) e SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos).
      Por fim, a petista acabaria com a SRI (Secretaria de Relações Institucionais) e integraria a Secretaria de Micro e Pequena Empresa ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
      A presidente tenta preservar, assim, a Secretaria de Direitos Humanos, que nos planos iniciais da reforma iria para o Ministério da Justiça ou para a Secretaria-Geral da Presidência.

      Do Blog - Vale lembrar uma coisinha basiquinha: o fato de extinguir algumas pastas ou órgãos do governo, não significa que só os detentores dos cargos referidos serão atingidos pela reforma, que abrangerá, principalmente, interesses políticos.

      Quem soma, quem multiplica…quem diminui?

      Uma dança das cadeiras não está fora do contexto da reforma não planejada da presidente.

      De Vera Magalhães, na coluna Painel de hoje, na Folha:

      STF vê fragilidade ‘sem precedente’ de Dilma após TSE abrir ação de cassação
      Ministros do STF e o Palácio do Planalto reagiram com perplexidade diante da abertura da ação de cassação de mandato contra Dilma Rousseff pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Ministros do Supremo que não atuam na Justiça Eleitoral avaliaram que a fragilidade política de Dilma é “sem precedentes”. A cozinha do governo foi pega de surpresa com a maioria pró-investigação, apesar de a ministra Luciana Lóssio ter pedido vista –prazo com o qual auxiliares da presidente contavam.
      Como assim? O pedido de Henrique Neves para antecipar seu voto mesmo com o pedido de prazo enfureceu o entorno de Dilma. Palacianos lembravam que, há pouco tempo, o ministro estava em campanha ostensiva para ser reconduzido ao TSE.
      Importação As primeiras providências da ação de cassação devem ser solicitar material da Operação Lava Jato, de onde ministros acreditam que podem vir provas de crimes eleitorais da petista.
      Corrida Senadores da oposição esperam que o avanço da ação no TSE constranja Rodrigo Janot a acelerar a investigação paralela à do TCU das contas do governo em 2014. Por isso insistiram no tema na sabatina.
      Ah, é? Os tucanos se disseram surpresos com a informação dada pelo procurador-geral da República de que está esperando informações da Presidência sobre o caso.

      Internada no Walfredo Gurgel, uma leitora do Blog chama atenção para o constrangimento que passou no banheiro do hospital.Segundo a leitora, que preferiu não expor o nome para de proteger, são os banheiros da recepção, onde qualquer pessoa pode entrar, que faltam…portas.
      “Os banheiros são novos, parecem reformados há 1 ou 2 anos, são limpos e conservados, mas tem uma coisa muito incoveniente e chata que qualquer pessoa ou construtor normal ou alguém que fosse usar veria qe isso não daria certo, que fere a dignidade humana: são banheiros coletivos e por serem coletivos não tem chaves na porta principal para que mais de 1 pessoa possa usar. Porém, os banheiros tem 2 vasos sanitários em cada um, com um detallhe horrivel: são sem portas”.
      Segundo a leitora indignada, “as pessoas fazem suas necessidades básicas com as pessoas que entram no banheiro olhando, conforme foto que estou enviando”.

      “Sei que o Walfredo precisa de muita coisa, mas isso custa tão pouco que parece mais falta de interesse. E não estou culpando ninguém em especial porque parece que isso não é um problema de agora.

        

       

      • Proviagens 80 dias

      A Paróquia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição de Martins promoverá domingo o Exalta Serra, evento religioso com apresentação de duas bandas católicas. 
      Além da população de Martins, deverão comparecer ao município, católicos de Serrinha dos Pintos, Antônio Martins e Frutuoso Gomes. 

        

      • Home Angels

      Foi com o prefeito de São José de Mipibu, Arlindo Dantas (PMDB), que o governador Robinson Faria e o vice-governador Fábio Dantas almoçaram nesta quarta-feira.Almoço demorado no Natal Shopping, onde o governador aproveitou para um teste rápido de popularidade.

      Terminado o almoço, enquanto o vice pegou o caminho do estacionamento, o governador seguiu pelo shopping cumprimentando as pessoas.

      Só para lembrar: o prefeito Arlindo é pai do vice Fábio Dantas.

      • Loja D`Ámis

      O deputado federal Fábio Faria (PSD) levou o prefeito de Várzea, Getúlio Ribeiro, ao gabinete do ministro das Cidades, Gilberto Kassab, nesta quarta-feira.
      Fábio foi pedir a liberação de recursos de emendas do parlamentar de sua autoria em benefício de municípios do Rio Grande do Norte. “O ministro tem oferecido toda atenção e prioridade com os nossos pleitos e reconhecido a importância de cada projeto que busca, exclusivamente, a melhoria da qualidade de vida das pessoas”, afirmou o deputado.

      Agora em 2015 Fábio Faria destinou mais de R$ 7 milhões em emendas ao Orçamento Geral da União (OGU) para o Ministério das Cidades.

      Dinheiro a ser investido em obras de drenagem e pavimentação. 

      O ministro disse que são prioridades na sua pasta, as obras de ampliação do sistema de saneamento básico de Natal, nas quais estão sendo investidos R$ 514 milhões.

        

      • Banner Top Car

      Depois do voto-vista do ministro Luiz Fux, que se posicionou favorável ao prosseguimento da ação de investigação de mandato da presidente Dilma Rousseff, propondo a concentração em um só processo de todas as ações em trâmite na Corte com o mesmo objetivo, foi a vez da ministra Luciana Lóssio pedir vista dos autos. Até o momento, votaram pelo prosseguimento da Ação de Investigação de Mandato Eletivo (AIME) 761, os ministros João Otávio de Noronha, Gilmar Mendes, Henrique Neves e Luiz Fux. 

      O julgamento será retomado com o voto-vista da ministra Luciana Lóssio.

      A ministra, vale lembrar, já foi advogada da presidente Dilma.

      • Reviver

      Da senadora Fátima Bezerra (PT) no começo da noite:

         
       
      Fátima será a relatora do processo de indicação do potiguar Marcelo Navarro para uma vaga de ministro do STJ.

      • Parnamirim  Crescendo com agente

      Segundo senadores que estavam próximos ao senador Fernando Collor, durante sabatina do procurador geral da República, Rodrigo Janot, Collor, que já tinha chamado o procurador de ‘filho da puta’ e de ‘fascista’, voltou a xingar o sabatinado.
      Mas tudo muito mais discreto, sussurrando, até porque não estava à frente de um microfone.

      O que dois senadores e integrantes da equipe de Janot disseram a jornalistas, foi que Collor voltou a chamar Janot de “filho da puta”, e chamou também de “calhorda”.

      Janot apresentou denúncia contra Collor por corrupção.

      Da senadora-jornalista Ana Amélia Lemos (PP):

        
        
      O Senado aprovou nesta quarta-feira, por unanimidade, Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que proíbe a União de criar despesas aos estados e municípios sem prever a transferência de recursos para o custeio. 

      A PEC 84/2015 atende a uma reivindicação de estados e municípios que alegam não ter como arcar com alguns programas criados pela União. 

      O texto aprovado em dois turnos seguirá para a Câmara dos Deputados.

      Por tramitar em regime de urgência, a PEC não foi votada pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). 

      • DNA Center

      D’O Globo Online

      MPF desiste de acordo de delação com ex-assessor do PP

      Decisão foi comunicada por WhatsApp a defensores de Ivan Vernon menos de 24 horas depois de confirmação

      por RENATO ONOFRE

      SÃO PAULO – A Procuradoria Geral da República (PGR) voltou atrás e desistiu do acordo de delação premiada do ex-assessor parlamentar do deputado federal Pedro Corrêa (PP), Ivan Vernon Gomes Torres Júnior. A informação foi repassada pelo procurador Bruno Calabrich à defesa de Vernon, por WhatsApp, a menos de 24 horas da assinatura de um termo de confidencialidade ser encaminhado à Justiça do Paraná informando sobre a colaboração. 

      Vernon é acusado pelo Ministério Público Federal de usar uma funcionária fantasma lotada no gabinete de Corrêa para desviar mais de R$ 600 mil para o esquema de corrupção.

      A reviravolta no acordo pegou de surpresa Vernon e sua defesa. O GLOBO apurou que, desde abril, o ex-assessor do PP encontrava regularmente com membros do MPF para tratar da delação. Na segunda-feira, os defensores anexaram o termo de confidencialidade para tentar adiar o depoimento de Vernon à Justiça, marcado para a tarde desta quarta-feira. 

      Minutos antes de entrar no depoimento, Calabrich encaminhou uma mensagem a um dos advogados de Vernon informando: “Não haverá acordo”. 

      Surpresa, a defesa questionou: “Como assim?”. Em seguida, o procurador respondeu: “Não haverá acordo. Sem chance”.

      A PGR informou que não vai comentar o ocorrido. Através de sua assessoria, o procurador informou que “não confirma e nem desmente” a informação. Nas últimas semanas, o ex-assessor chegou a entregar documentos a PGR que comprovariam as irregularidades delatadas por ele.

      O cancelamento intempestivo do acordo levou a defesa a mudar de estratégia no depoimento marcado para esta terça-feira. Em vez de ficar calado, Ivan respondeu às perguntas do juiz federal Sérgio Moro, que conduz o julgamento da ação contra Pedro Corrêa.

      Vernon é um dos réus na ação proposta pelo MPF contra Pedro Corrêa. Ao lado do ex-deputado, ele responde pelo crime de peculato. Eles teriam nomeado a empregada doméstica Reinasci Cambuí de Souza como servidora da Câmara dos Deputados com objetivo de ficar com o pagamento destinado a ela.

      Em depoimento ao juiz no dia 30 de junho, Reinasci disse que nunca recebeu salário da Câmara:

      — Seu Ivan pegou meus documentos uma vez e levou para a Câmara. Só que eu nunca trabalhei na Câmara, não, e nunca recebi salário da Câmara. Eu trabalhava na casa do Ivan Vernon — declarou a empregada.

      Reinasci foi nomeada para o cargo de Secretária Parlamentar para os ex-parlamentares Pedro Corrêa, entre 2003 e 2006, e para Aline Corrêa, entre 2007 e 2012.

      Por 59 a favor, 12 contra e uma abstenção, o Senado acaba de aprovar a recondução de Rodrigo Janot para a Procuradoria Geral da República.

      O atual mandato de Janot se encerra em setembro e ele permanecerá no cargo por mais dois anos.

      Há dois anos, Janot foi aprovado pelo plenário do Senado por 60 votos a favor e 4 contra. 

      Na CCJ, foi 22×2 em 2013 e 26×1 hoje.

      Carregar mais...