Thaisa Galvão

27 de março de 2012 às 11:35

Enildo Alves critica decisão de Wober e diz que o ex-deputado causou prejuízo a Natal [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Líder da prefeita Micarla de Sousa, o vereador Enildo Alves (DEM) se pronunciou hoje sobre o apoio do ex-deputado Wober Júnior (PPS)à candidatura de Carlos Eduardo Alves (PDT) a prefeito de Natal.

Enildo criticou muito mais Wober do que Carlos, ao lembrar que o presidente do PPS, quando deputado, aprovou a ‘Lei Wober Júnior’, que reduziu o repasse do ICMS para Natal, de cerca de 20 milhões de reais em um ano.

“Essa aliança pode ser um tiro pela culatra já que o próximo prefeito, em 4 anos de gestão, terá um prejuízo de cerca de 100 milhões”, declarou Enildo, afirmando que o PDT não atraiu grandes partidos para seu projeto de chegar à Prefeitura, mas um ‘grande prejuízo’.

Enildo lembrou que, com apoio dele e do presidente da Câmara, Edivan Martins, a prefeita Micarla de Sousa tentou evitar a aprovação do que ficou chamada a “Lei Wober Júnior”, mas a Assembleia “não foi sensível e aprovou”.

26 de março de 2012 às 22:38

Lua e estrela [7] Comentários | Deixe seu comentário.

Começo de noite, céu…assim.

Convidando a para o carro, pegar a câmera e apostar no melhor ângulo.

Lua e estrela…

Foto: Thaisa Galvão

 

26 de março de 2012 às 21:57

De Wilma sobre Wober: “Ele era para estar aqui. Era o que eu esperava do PPS” [4] Comentários | Deixe seu comentário.

A ex-governadora Wilma de Faria (PSB), mais prefeitável do que nunca, não achou a menor graça na sugestão do ex-deputado Wober Júnior (PPS), que se aliou hoje ao prefeitável Carlos Eduardo Alves (PDT), aguardando que ela faça o mesmo.

“Eu não tenho nada a declarar. Wober era para estar aqui conversando comigo. Era o comportamento que eu esperava do PPS. Mas prefiro me calar”, declarou Wilma.

Para quem não se lembra, Wober foi chefe da Casa Civil do governo Wilma de Faria.

26 de março de 2012 às 21:53

Wilma vai a Brasília para encontro de candidatos do PSB [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E na quinta-feira, no papel de candidata à prefeita de Natal, a ex-governadora Wilma de Faria embarca para Brasília.

Vai participar de um encontro da executiva nacional do PSB com candidatos a prefeito de todo o país.

“Vou estar lá, apesar de não ter oficializado minha candidatura. Também vou levando alguns candidatos a prefeito de municípios”, disse a prefeitável, que além de participar da reunião, fará gravações para a propaganda gratuita do PSB.

O partido está repassando para o comando do PSB no Rio Grande do Norte, as 30 inserções nacionais que seriam veiculadas por aqui.

Tempo de TV que será dividido entre os prefeitáveis mais expressivos como Wilma e a deputada Larissa Rosado, candidata em Mossoró.

*

Enquanto a imprensa diz em todos os cantos de páginas e telas que Wilma vai se pronunciar depois da Semana Santa sobre sua possível candidatura, ao Blog, na sexta-feira passada, ela declarou com todas as letras: “Sou candidata”

 

26 de março de 2012 às 21:40

Wober Júnior se alia a Carlos Eduardo e sugere que Wilma faça o mesmo [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Como o Blog publicou no final da manhã…inesperadamente o ex-deputado Wober Júnior, presidente do PPS-RN, anunciou apoio, nas eleições de outubro, ao prefeitável Carlos Eduardo Alves (PDT).

“Estamos vivendo o processo de construção das alianças, e em Natal há condições de formarmos um grupo com as forças de oposição, como está acontecendo a partir de agora, com o PPS”, declarou Wober.

“Wober nos ajudará muito nas articulações a partir de agora. Já conversamos sobre isso”, disse Carlos Eduardo, destacando a decisão do ex-deputado como “gesto de coragem e o espírito público”.

 

“Indicação de vice não é prioridade para o PPS. A nossa prioridade é fortalecer a candidatura de Carlos Eduardo e a linha programática que vamos apresentar aos natalenses. Estas, sim, são as questões essenciais”, justificou Wober, escorregando quando foi questionado sobre a aliança PDT-PPS para formação da chapa majoritária, e se derramando em elogios ao candidato do PDT.

“Carlos Eduardo tem experiência administrativa, maturidade política, está bem posicionado nas pesquisas e é quem tem mais condições de reunir as oposições”, afirmou Wober Júnior, que disse esperar que a ex-governadora Wilma de Faria também se associe ao grupo de apoio à candidatura de Carlos Eduardo, vez que o ex-prefeito tem conversado com o PSB.

Wober e Carlos Eduardo: chapa fechada?

 

 

26 de março de 2012 às 17:00

Micarla assina decreto que garante coleta diária de lixo em Natal [1] Comentários | Deixe seu comentário.

A prefeita Micarla de Sousa assinou hoje o decreto que estabelece o novo Plano de Coleta Domiciliar da cidade do Natal.

O Plano prevê que todo resíduo domiciliar produzido será coletado diariamente, tornando a coleta regular e mais eficiente.

O novo plano prevê que a população acompanhe todom o processo de coleta através do site: www.natal.rn.gov.br/urbana

De acordo com a prefeita, o plano de coleta domiciliar em operação na capital foi elaborado há 21 anos.

“Esse novo plano, elaborado utilizando modernos recursos tecnológicos, é retrato atual do crescimento da população. Temos que lembrar que a questão do recolhimento dos resíduos não é apenas um problema da Prefeitura, mas uma questão cultural”, afirmou Micarla.

 

O presidente da Urbana, João Bastos, lembrou que o Plano de Coleta ora sancionado é um marco de planejamento para Natal, que será complementado com a licitação para o setor que será realizada no próximo mês de abril.

“Com a realização da licitação, 93% dos setores terão a coleta realizada duas vezes por dia, e a Urbana terá condições de acompanhar este trabalho em tempo real, e a população também, o que ajudará e muito na solução de possíveis problemas”, finalizou João Bastos.

O novo plano de Coleta Domiciliar utilizou imagens de satélite da cidade para basear os mapas que auxiliarão na logística. Unindo essas informações ao banco de dados da Urbana, a ideia é que as equipes de coleta possam atuar de acordo com o perfil de cada área.

 

26 de março de 2012 às 16:34

Henrique garante a Milena o apoio do ministro Garibaldi nas eleiçõesde Currais Novos [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Na reunião com os prefeitáveis do PMDB, realizada na manhã de hoje, em Natal, o deputado-líder voltou a declarar que, nas eleições deste ano, onde ele estiver, o ministro Garibaldi Filho também estará.

Chegou a ciitar Currais Novos, onde a atual vice-prefeita, Milena Galvão Ferreira de Souza, trocou o PP pelo PMDB para disputar a Prefeitura.

Henrique garante o apoio a Milena….

E pareceu falar em nome de Garibaldi….que já havia declarado que, ao lado da governadora Rosalba Ciarlinapoiará a reeleição do prefeito democrata Geraldo Gomes.

 

26 de março de 2012 às 16:29

Ministério Público apreende gabaritos de concurso público realizado pela Prefeitura de Angicos [5] Comentários | Deixe seu comentário.

Da assessoria do Ministério Público Estadual:

 

A Promotoria de Justiça da Comarca de Angicos realizou na manhã desta segunda-feira, dia 26 de março de 2012,  operação de busca e apreensão na sede da empresa ACAPLAM, ocasião em que apreendeu a totalidade dos gabaritos do concurso público para o provimento de cargos na administração municipal de Angicos, ocorrido no último domingo, dia 25 de março de 2012.

Os gabaritos estavam todos em envelopes lacrados e ficarão, conforme decisão judicial, sob a custódia do Ministério Público Estadual até a data da correção dos mesmos, que ocorrerá na presença de um servidor do órgão.

26 de março de 2012 às 13:21

Ex-deputado Wober Jr anuncia apoio a Carlos Eduardo e desponta como possível vice [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Wober vice de Carlos Eduardo???

O ex-deputado Wober Júnior, presidente do PPS, apesar de ter sido chefe da Casa Civil da ex-governadora Wilma de Faria, não apoiará a candidatura dela à prefeita de Natal.

Logo mais às 17 horas, na sede do PPS, Wober vai anunciar o apoio do partido à candidatura do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves.

Wober na vice….

Estaria aí a explicação para o apoio a Carlos, e não a Wilma?

26 de março de 2012 às 12:45

Ex-secretário de Turismo assume comando da SimTV [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Do Turismo para a TV.

O ex-secretário de Turismo do governo Garibaldi Filho, o acariense Ivanaldo Bezerra, é o novo superintendente da SimTV, emissora afiliada da Rede TV no Rio Grande do Norte e comandada pelos empresários Paulo de Paula e André de paula.

Além de secretário, Ivanaldo foi chefe de gabinete do então ministro da Integração Nacional, Aluízio Alves.

Ivanaldo assume o cargo nesta terça-feira.

26 de março de 2012 às 12:41

Nepotismo no Senado: Agripino se defende e diz que emprega parente em sexto grau [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Reportagem da revista Época desta semana, mostrando um grande número de parentes de senadores empregados no Senado, e sem concurso público, aponta o senador José Agripino Maia como um dos empregadores.

No gabinete de Agripino está lotado, de acordo com a reportagem, seu primo Ivanaldo Maia Oliveira.

Em nota enviada pela sua assessoria, Agripino se defende e diz que o funcionário é seu parente distante.

Eis a nota:

Com relação à citação do senador José Agripino em reportagem da Revista Época desta semana, é importante ressaltar que a vedação do Senado é para parentesco de até terceiro grau, conforme determinação abaixo:

A vedação é imposta pela Súmula Vinculante nº 13, de 2008, e pelo Decreto nº 7.203/2010, aplicável ao Senado Federal por força do Ato da Comissão Diretora nº 05/2011. É vedada a investidura em cargo comissionado de pessoa que seja cônjuge, companheiro ou tenha relação de parentesco em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, de Senador ou de servidor do Senado Federal ocupante de cargo em comissão ou função de confiança de direção, chefia ou assessoramento (FC‐1, FC‐2, FC‐3, FC‐4 ou FC‐5).
O parentesco do servidor Ivanaldo Maia Oliveira com o senador José Agripino é de sexto grau. (primo em sexto grau).

26 de março de 2012 às 12:35

Henrique garante que não troca apoio a Dilma por cargos no governo [3] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Henrique Alves deu entrevista ao jornalista-blogueiro Josias de Souza, do portal Uol, onde rebateu acusações publicadas em reportagens da imprensa nacional no final de semana.

O deputado-líder disse que não troca apoio ao governo Dilma por cargos.

Eis a íntegra da entrevista:

Henrique: “Não visto carapuça do toma-lá-dá-cá”

Líder do PMDB e candidato à presidência da Câmara, o deputado Henrique Eduardo Alves decidiu subir à tribuna na quarta-feira (28). Em nota veiculada no twitter, neste domingo (25), antecipou seus propósitos: “Vou defender minha bancada, meu partido, a atividade parlamentar, o Poder Legislativo.”

Defender do quê? Ouvido pelo blog, o deputado revelou-se incomodado com a onda de notícias, artigos e declarações que “tentam reduzir o Legislativo a uma Casa de fisiologismo e toma-lá-dá-cá”. O noticiário foi apimentado depois que o governo sofreu uma sequência de derrotas legislativas.

Em entrevista veiculada neste final de semana, Dilma Rousseff declarou: “Não gosto desse negócio de toma-lá-dá-cá. Não gosto e não vou deixar que isso aconteça no meu governo.” Antes, o novo líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), dissera que chegou a hora de confrontar “as velhas práticas da política”.

“Qualquer jornal ou revista do país que a gente abre encontra ataques ao Legislativo. Isso não é correto, não é justo e não serve à democracia”, diz Henrique. Vão abaixo algumas das observações feitas pelo deputado ao blog na noite passada:

– O discurso: Decidi falar porque as coisas estão mal colocadas. Estão agredindo muito o Congresso. De repente, é tudo fisiológico, é tudo toma-lá-dá-cá. Estão generalizando as coisas. Alguém tem que falar. Estou no meu 11o mandato. Tenho 42 anos de Legislativo. Sei o que é a atividade parlamentar. Não é correto transformar o Congresso em símbolo do fisiologismo.

 

– As emendas: Emendas orçamentárias não podem ser confundidas com toma-lá-dá-cá. Quem conhece o Legislativo sabe que o papel do parlamentar não se resume a votar leis. Nos municípios, o deputado é o interlocutor das pessoas mais carentes, das entidades mais distantes. Eles se valem do parlamentar para expressar seus anseios: um posto de saúde, uma pequena praça, uma escola, uma barragem. São demandas que não chegam às mesas das autoridades. Isso tem que vir pelas mãos do parlamentar. Mais do que um direito, é um dever do parlamentar. A liberação de uma emenda não é concessão do Executivo, é obrigação. O Orçamento é uma lei e deve ser cumprida. De repente, virou tudo toma-lá-dá-cá. Não é.

 

– Os cargos: As pessoas que ocupam os lugares nos governos nao são fantasmas. São de carne e osso. Estão sentadas lá por indicação de alguém. Numa democracia, nada mais legítimo do que o desejo do partido que ganhou a eleição de participar do governo. O critério para aprovar esse ou aquele nome tem que ser o mais rigoroso, tem que passar por um pente fino. A decisão final é do Poder Executivo. De repente, virou tudo fisiologismo. Não é.

 

– A Lei Geral da Copa e o Código Florestal: Nesses dois assuntos, nenhum deputado está falando em cargos ou emendas. Discute-se o mérito dos projetos. A Lei da Copa será aprovada pela maioria. É compromisso internacional assumido pelo nosso governo, um compromisso do país. O Código Florestal é uma das coisas mais importantes do Brasil. Não tem interesse menor nesse debate. Os deputados querem discutir o mérito e votar. Numa Casa de 513 deputados, 400 querem votar. Como poderia o presidente da Câmara, Marco Maia, dizer que não vota. Não pode. É preciso tirar o radicalismo desse tema. O governo não é feito só de interesses ambientalistas. O governo também é feito de agricultura, que, aliás, vem salvando o PIB do país. É preciso negociar ao máximo. Depois, tem que votar.

 

– Dilma: Ela tem formação democrática. Uma pessoa que viveu o que ela viveu, conhece a história da opressão, da ditadura, da falta de liberdade. Ela correu risco de vida para defender os valores democráticos. Não a critico. Minha crítica é àqueles que vão agradá-la informando mal a presidenta. Ela foi eleita com a nossa ajuda. Por mim, será reeleita. Mas no Parlamentro todos foram eleitos também. Deve respeitar e ser respeitado. É lógico que tem parlamentar que presta e que  não presta. É assim também no Executivo e no Judiciário. O que não se pode é tomar os maus exemplos pelo todo. Quando há malfeitos nos outros poderes, são abertos processos. Os processos vão pra lá e pra cá. No Legislativo, o mesmo povo que bota pode tirar. Quem não presta pode ser retirado pelo voto, o canal mais legítimo de aprovação e de reprovação.

 

– As ‘velhas práticas’: O senador Eduardo Braga falou em ‘velhas práticas’ de forma generalizada. Ele foi governador do Amazonas por oito anos, um bom governador. Chegou ao Senado faz pouco mais de um ano. Pode estar confundindo casos isolados com o todo. Como estou na Casa há 42 anos, sei que não é certo julgar o Parlamento assim. Se quer julgar, é preciso dar nome aos bois, para saber quem é quem.

 

– O papel do Congresso: Não há um projeto do Executivo que passe pelo Legislativo sem ser ampliado e aperfeiçoado. Fui relator da proposta que criou o programa Minha Casa, Minha Vida. Quando chegou, era voltado apenas para os municípios com população acima de 50 mil habitantes. Mostrei ao governo que, se não déssemos participação às pequenas e médias cidades, o sonho da casa própria terminaria levando mais pessoas a migrarem para os grandes centros. Conseguimos aprovar. O resultado está aí. O programa é um sucesso também nos pequenos municípios. Insisto: não há um projeto do Executivo que não passe pelo Legislativo sem ser mudado em pelo menos 30%. Não é correto dizer que o Congresso não faz nada.

 

– O PMDB: Temos 79 deputados de diferentes matizes. Cerca de 24 não votaram na presidenta Dilma. Preferiram o José Serra. Isso não impediu que 100% do PMDB votasse a favor do novo salário mínimo na Câmara, 90% aprovaram a DRU [Desvinculação de Receitas da União], 80% disseram ‘sim’ ao Funpresp [Fundo de Previdência Completar dos Servidores Públicos]. Quando essas coisas acontecem, o PMDB é aliado fiel, o Henrique é um grande líder. Passou esse momento, é todo mundo fisiológico, ninguém merece confiança. Não dou as costas aos meus deputados. Eles trazem reivindicações legítimas. Vou levar adiante e brigar por elas.

 

– A pecha: Eu não visto a carapuça do toma-lá-dá-cá. Acho a prática condenável. Não sei a quem podem estar se referindo. O Parlamento que conheço recebe cerca de 3,5 mil pessoas por dia. Vão às comissões, ao plenário, aos gabinetes dos líderes. Representam instituições, os sindicatos. Pedem aos deputados que façam leis, que alterem projetos, que incluam parágrafos. Se há parlamentares se conduzindo mal, se tem gente com interesses escusos, que sejam identificados, processados e excluídos no processo eleitoral. O que não se pode aceitar é a generalização. Quando queremos discutir o mérito de um projeto, somos acusados de chantagistas. Não pode ser assim.

 

– Os riscos: O país precisa lembrar que, quando se enfraquece o Legislativo, não se fragiliza o deputado Henrique ou o PMDB. Debilita-se a democracia, desrespeita-se a instituição, afronta-se a Constituição. Em última análise, é um ataque à cidadania. A gente já viu esse filme. Quem venham todas as críticas, mas que sejam construtivas.

 

– A presidência da Câmara: Leio aqui e acolá informações atribuídas à presidenta Dilma. Tenho certeza de que não procedem, não podem ser da cabeça dela. Já conversei com ela sobre isso. Dizem que ela vai escolher quem será o candidato do PMDB à presidência da Câmara. Que deformação é essa? Como se fosse possível o Executivo escolher na bancada de um partido quem é o candidato desse partido à presidência de outra instituiçao, de outro Poder. Tenho certeza que isso não é da cabeça da presidenta Dilma. Não é próprio da sua formação, não combina com sua história. Não sei quem está formulando isso. Quero apenas advertir a essas pessoas que a prática não combina com a tradição do Legislativo.

 

– A liderança: De uma hora pra outra, tudo o que eu faço é porque quero ser presidente da Casa. Se ajudo o governo, é pra ter o apoio do governo. Se ajudo os ruralistas, é pra ter apoio dos ruralistas. Se é contra o governo, é pra ter o apoio da oposição. Isso não é informação, é deformação. Como tenho 42 anos de Parlamento, não me assusto. Não é hora de discutir esse assunto. No momento próprio, o PMDB tomará sua decisão.

 

– As relações com o Executivo: Tivemos um 2011 muito proveitoso. A presidenta Dilma agradeceu muito a ação do Legislaivo, foi generosa no agradecimento. Todos os projetos que interessavam ao governo foram aprovados e melhorados. A exceção foi o Código Florestal, que retornou agora à Câmara. Antes de viajar [para a Índia], a presidenta deixou a determinação de que se fizesse, já nesta segunda-feira, um esforço de negociação. Teremos uma reunião do relator com os ministros. É por aí que a coisa funciona. Foi para ter essa negociação que fizemos, em combinação com o líder [Arlindo] Chinaglia a obstrução na sessão em que, por causa do Código Florestal, estava em risco a Lei Geral da Copa.

26 de março de 2012 às 12:25

Denúncia dá conta que assaltantes da agência de Candelária planejaram entrar na da Prudente [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Informação do Comando da Polícia Militar:

A PM está na agência do Itaú da Prudente de Morais investigando pessoas suspeitas de pertencerem à quadrilha que assaltou a agência do mesmo banco, em Candelária.

A denúncia chegou ao Comando e a ação foi imediata.

Alguns já foram identificados.

26 de março de 2012 às 12:21

Tensão na frente da agência do Itaú da Prudente de Morais [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Movimento grande de policiais agora na frente do Banco Itaú da Prudente de Morais, em Natal.

Cliente que sai da agência, está saindo com as mãos pra cima.

Cruzes…

26 de março de 2012 às 12:00

Foto do Dia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Reunião de Soldadinhos. Um Exército. Observado por uma faminta roedora.

26 de março de 2012 às 11:26

Casa Cor Natal será lançada hoje [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Será logo mais às 16 horas, no Olimpo, em Candelária, o lançamento da primeira edição da Casa Cor Rio Grande do Norte, que acontecerá nos meses de outubro e novembro.

O lançamento, pelos franqueados locais, César Revorêdo e Nereide Britto Figueirêdo, trouxeram a Natal o presidente do Grupo Casa Cor, Ângelo Derenze, que durante o evento falará sobre moda, estilo e tecnologia.

 

26 de março de 2012 às 11:10

Jucurutu: que paz, que nada [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Ao lançar a candidatura do filho George a prefeito de Jucurutu, o deputado Nelter Queiroz pregou a paz pública no município.
Que paz, que nada.
O clima com o irmão-prefeito Júnior Queiroz, que há muito não era bom, tende a piorar.

Se o deputado Nelter Queiroz (PMDB) conseguiu reunir o apoio do seu antigo adversário, o ex-prefeito Luciano Lopes (PR), formando até chapa tendo o filho do deputado, George Queiroz (PMDB) como prefeito e a esposa do ex-prefeito, Paula Lopes (PR), de vice… Mas, a chapa ainda não uniu a família Queiroz.

Júnior estava certinho que o candidato que pregaria a paz entre ele e o irmão deputado seria Julinho, filho de uma irmã.
Coluna do meio, já que Julinho é sobrinho de um e sobrinho do outro.
Com o candidato sendo George, filho de Nelter, ambalança pende para um lado, e a que se sente enfraquecida, fortalece a desunião pública.

Na coletiva festiva do sábado, para anunciar o nome de George, o prefeito Júnior não apareceu. Como não apareceram vereadores da base governista nem secretários do município.

O vice-prefeito Márcio Soares (PP) e o médico Jares Queiroz (PMN) também preferiram ficar em casa no sábado da coletiva. 

O que se sabe em Jucurutu é que o grupo do prefeito se articula para lançar um candidato.
Resta saber se terá o apoio da governadora Rosalba Ciarlini, que teve o apoio de Júnior Queiroz nas eleições de 2010.
Mas…pelo visto…pelas últimas conversas do deputado Nelter com o primeiro-damo Carlos Augusto Rosado, Rosalba já teria mostrado simpatia pela candidatura de George.
Agora, se na campanha ela irá, ou não, ao palanque de Jucurutu, é outra história.

26 de março de 2012 às 9:19

CorridaTiradentes: inscrições abertas [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Como acontece há 37 anos, a Polícia Militar do Rio Grande do Norte vai comemorar o 21 de abril – Dia de Tiradentes – com a XXXVII Corrida Tiradentes, em homenagem ao seu patrono.

A corrida terá largada às 16h da Praça Cívica em direção ao Corpo de Bombeiros.

Os participantes poderão escolher entre as provas de 5km e 10km.

O tempo de corrida será validado pela Confederação Brasileira de Atletismo e a corrida é aberta à população.

Os três primeiros lugares receberão prêmios em dinheiro.

As inscrições já estão sendo feita através do site www.arenarun.com

kk

26 de março de 2012 às 8:33

Candidato do PT em campanha [2] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado-prefeitável Fernando Mineiro (PT) já está em campanha.

No sábado ele levou suas ideias de candidato a moradores do bairro Cidade da esperança, base eleitoral do deputado-prefeitável Rogério Marinho (PSDB).

O candidato reuniu a juventude da Zonal Oeste do PT Natal, que atraiu ainda jovens de outros bairros.

“No Rio Grande do Norte e em Natal não há isso [diálogo com a juventude]. Os jovens estão sedentos por espaços para expressarem seu potencial criativo, em todas as áreas”, justificou o deputado-candidato.

Antes da Cidade da Esperança, Mineiro se reuniu com petistas de Nova Natal e participou do encontro do Setorial da Educação do PT, com a presença da deputada federal Fátima Bezerra.

Mineiro com jovens do PT

 

26 de março de 2012 às 7:45

Presos no Paraná os agressores virtuais de estudante natalense [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da assessoria da Polícia Federal no RN:

PF/RN auxiliou nas investigações que resultaram na prisão dos agressores virtuais de estudante natalense 

Dois homens presos na última quinta-feira, 23 de março, pela Polícia Federal em Curitiba/PR, e que pregavam a violência contra negros, homossexuais, mulheres, nordestinos, nortistas e judeus, além incentivar o abuso sexual contra menores, foram os mesmos que atentaram contra a imagem e a honra de uma universitária natalense vítima de agressão física praticada no final do ano passado, no interior de uma boate, em Ponta Negra, zona Sul da capital, cujas imagens divulgadas pela mídia causaram grande indignação no país.

Os dois criminosos agora presos pela PF, aproveitando a repercussão nacional do caso, na época, passaram a denegrir a imagem da estudante internet, através do endereço eletrônico www.silviokoerich.com, cujo conteúdo era baseado em frentes racistas, homofóbicas, preconceituosas e incitadoras de bárbaros crimes.

A estudante, dias após o início das agressões, protocolou um pedido de providências nesta superintendência, o que motivou a instauração de Inquérito e consequente, o fato passou a ser investigado pelo Grupo de Repressão a Crimes Cibernéticos no RN.

No decorrer das diligências, constatou-se que havia outra investigação em andamento por parte do Órgão Central em Brasília, tendo como objeto uma série de outras vítimas.

Diante disso, todo o material investigativo obtido em Natal foi remetido para o Grupo de Combate aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil na Internet, da Polícia Federal no DF, somando-se às demais provas até então levantadas e, evitando-se eventual duplicidade de investigações.

Os dois presos vão responder por crimes de incitação e indução à discriminação ou preconceito de raça, por meio de recursos de comunicação social (Lei 7.716/89); de incitação à prática de crime (Artigo 286 do Código Penal) e de publicação de fotografia com cena pornográfica envolvendo criança ou adolescente (Lei 8.069/90, Estatuto da Criança e do AdolescenteECA).