#JornalismoSemFakeNews

1 de novembro de 2007 às 18:15

Irmã de Andréia acredita que mãe de Andrei ainda tem muito o que dizer

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Conversei agora à tarde com Pricila Rodrigues, irmã de Andréia.

Ela veio do litoral do Rio Grande do Sul com o marido, tentar a guarda de Andriely, a filha de um ano – completado no dia 11 de outubro – de Andrei e Andréia.

Pricila é uma pessoa simples.
Tem 3 filhos, sendo o menor de apenas 10 meses, ainda em período de amamentação.
Mas quer levar a sobrinha.
Ela e o marido não têm uma boa situação financeira.

Conseguiram dinheiro para viajar do Rio Grande do Sul para cá, em busca de solução para a vida de Andriely.
Não têm dinheiro para voltar.
Mas algumas pessoas, solidárias, estão ajudando.

Pricila disse que não conhecia os pais de Andrei.

Mas por tudo o que está passando e presenciando, pensa como eu.

Acha que a sogra de Andréia tem muitas revelações a fazer ao delegado Rolim.
Pricila disse estar chocada com uma coisa.
Mariana, que ficou com a pequena Andriely desde que Andréia foi assassinada, está na ala feminina da Penitenciária João Chaves.
E segundo a policial que vem acompanhando Pricila, a avó nunca perguntou pela neta desde que foi presa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.