#JornalismoSemFakeNews

17 de janeiro de 2008 às 15:14

Fátima ajuda Carlos Eduardo, mas Mineiro não está nem aí para a governadora

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

E lá vem outro observador com mais conjecturas sobre a parceria do PT que dá certo com Carlos Eduardo, mas não dá com Wilma de Faria…
Ele diz que o segredo pode estar nas divisões internas do PT.
As mesmas que fizeram companheiro acusar companheiro de compra de votos (imagine, o PT…) na recente eleição para o Diretório Estadual.
Aqui no RN a grande rivalidade é entre o grupo de Fátima Bezerra e o de Fernando Mineiro.
Pois bem, o grupo que indicou o cargo na Prefeitura, onde a parceria funciona, é o grupo de Fátima.
E lá ela não deixa mole… trabalha direto, acompanha cada processo em Brasília, vai a ministro quase todo dia, até conseguir liberar os recursos, usando toda a sua influência junto ao comando nacional do partido.
Já no Estado, os indicados – Adelmaro Cavalcanti e Crispiniano Neto – são do grupo de Mineiro.
E é aí onde está o problema.
Segundo o observador, que transita pelos corredores petistas e governistas, Mineiro não dá um passo para ajudar os seus indicados.
E não lhe falta poder para influenciar em Brasília, tanto que o deputado foi quem indicou o secretário Nacional de Ensino Básico do Ministério da Educação, professor Chagas, seu ex-assessor na Assembléia…
Pelo governo, diz o especialista no assunto, Mineiro não tem mexido uma palha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.