#JornalismoSemFakeNews

22 de janeiro de 2008 às 17:25

Álvaro será candidato se PDT nacional e militância o apontarem como o melhor para fazer oposição

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado Álvaro Dias, presidente do PDT estadual, pode ser o candidate do partido a prefeito de Natal.
Mas isso só será definido depois de duas coisas:
Que a executiva nacional do partido definir que Natal terá que ter candidato, e que militantes e representantes de categorias de trabalhadores se reunirem, no final de fevereiro, e apontarem que o nome que melhor representa a oposição é o de Álvaro.
Por enquanto, quem vem se apresentando como candidato do PDT é o publicitário Públio José.
Depois de uma viagem ao exterior, onde ele foi primeiro ao Canadá, visitar a filha de 15 anos que faz intercâmbio, e depois a Madri, na Espanha, onde visitou alguns amigos, Álvaro falou ao Blog com exclusividade sobre a posição do PDT diante do processo de sucessão em Natal.

Thaisa GalvãoO que tem de concreto nessa história de você ser candidato a prefeito de Natal?
Álvaro Dias – O PDT nacional quer candidatos nas capitais e a gente sente que a militância pede candidatura própria. Eu estava viajando e agora estou retomando os contatos, abrindo discussões. No fim de fevereiro vamos fazer um encontro de lideranças, sindicalistas e militantes, para definir se teremos candidato e quem será o candidato.
TGEntão significa que a candidatura de Públio não é certa...
AD – Não. Públio tem se apresentado como pré-candidato. Também temos a deputada Gesane Marinho.
TGE você?
AD – Minha intenção em Natal é dinamizar o partido, formar núcleos de bairros, instalar a Universidade Aberta Leonel Brizola, que funcionará em cada núcleo, promovendo, através de teleconferências, cursos de conscientização e formação política da militância para fortalecer o partido na capital.
TGIsso antes da campanha? Vai dar tempo?
AD – Sim, vamos começar já.
TGE sua candidatura?
AD – Se a decisão for no sentido de lançar candidatura própria e houver apelo em torno do meu nome, se for um consenso dentro do partido, a gente pode analisar.
TGVocê nutre simpatia por este projeto?
AD – Eu resumo em três frases a pergunta sobre se eu serei candidato: ‘Não é provável’, ‘Eu não pretendo’, e ‘Não é impossível”…
TGVocê não está querendo confirmar uma candidatura para não parecer que está se lançando sozinho…
AD – Não, porque meu nome já foi lançado pela deputada Gesane Marinho em entrevista ao Jornal de Hoje. Ela declarou que o melhor nome seria o do deputado Álvaro Dias, citou números de votos em Natal na última eleição…então meu nome foi sugerido pela deputada Gesane.
TG Você tem se mostrado simpático ao projeto…
AD – Se for essa a determinação, iremos divulgar as teses do partido, que tem Educação como prioridade. E aí o PDT irá ter uma candidatura concreta de oposição ao governo Wilma, que tem desencantado a população, se confrontado com os trabalhadores, perseguido líderes sindicais. Que tem sido responsável pelo arrocho salarial que existe atualmente como um dos maiores da história do Rio Grande do Norte. Mostraremos que essa forma de proceder do atual governo é a antítese do socialismo democrático que o PDT defende. Da forma como o governo é conduzido, tem sido a antítese…Se a militância achar que tem que ter um candidato para denunciar esses desmandos, nós analisaremos a possibilidade. Mas também podemos delegar isso a outros companheiros, como Gesane ou Públio.
TGMas você fala numa oposição ao governo do Estado quando deverá disputar o governo municipal. Wilma não deixará o governo, quem vai sair é Carlos Eduardo…
AD – Mas o PDT vai apresentar um candidato para defender idéias, propostas e programas. Nossa prioridade será a Educação, que tem sido relegada, anos seguidos pelos governos e recebido as piores avaliações do MEC. A Educação é uma das piores do Brasil por anos seguidos…Há de existir pessoas em Natal que concordem com essas teses…
TGO que você diz sobre a administração do prefeito Carlos Eduardo, a quem você poderá sucedê-lo?
AD – O prefeito Carlos Eduardo recebeu apoio declarado do PDT na sua eleição, portanto, o PDT se sente co-responsável pela administração do atual prefeito. Acreditamos que pelo volume de obras que Carlos Eduardo tem iniciado, dado andamento e concluído, ele tem sido um bom prefeito.
TGIsso não seria motivo para você apoiar o candidato dele então?
AD – Quem é o candidato dele?
TGEle tem dito que alguém que se comprometa a continuar o que ele vem fazendo…
AD – O PDT ainda não definiu se terá candidato e não fará oposição ao governo de Carlos Eduardo, e sim ao governo do Estado, que tem se mostrado um equívoco.
TGSaindo de Natal para Caicó…o seu candidato Pacífico Medeiros, continuará na disputa ou se aliará ao candidato Roberto Germano como se vem falando por lá?
AD – Pacífico é nosso candidato. Ele tem potencial para ser um bom candidato, foi secretário de Saúde e fez um grande trabalho, e a saúde é muito carente em Caicó. Pacífico tem potencial, é competente e bom administrador. Não vai se aliar, ele será candidato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.