#JornalismoSemFakeNews

9 de maio de 2008 às 4:39

José Dias só deixa a liderança do PMDB se o sobrinho Henrique pedir o cargo

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado José Dias voltou a dizer, na sessão de ontem, que não deixará a liderança do PMDB na Assembléia.
Ele tem dito desde o começo da semana que só sai da liderança se o partido pedir a sua saída.
O que ninguém, em sã consciência, acredita que o deputado-sobrinho e presidente do partido Henrique Alves…faça.
E José Dias não economiza nas críticas ao acordão em torno da candidatura da deputada Fátima Bezerra.
“Não sou ovelha desgarrada. Sou do rebanho daqueles que não querem mandar em ninguém, mas não querem canga de ninguém. Somos de um grupo que quer a democracia”, afirmou o parlamentar deixando claro que não concorda com a posição assumida pelo seu partido.
O deputado disse que está cumprindo o sexto mandato de deputado estadual, no mesmo partido, e há 48 anos acompanha o mesmo grupo político, mantendo coerência.
E disse pela milésima vez que ficou abismado com a forma como o acordo foi feito.
“Não sou contra acordos políticos. A vida real não muda. Não houve nenhuma reunião aqui. Tudo foi decidido em Brasília. Só o anúncio aconteceu aqui, mas não há máquina azeitada de qualquer natureza para mandar na vontade do povo. Espero que isso aconteça em 2008”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.