#JornalismoSemFakeNews

14 de junho de 2008 às 11:53

Eduardo Campos diz que quem tumultuar a convenção será processado pelo Conselho de Ética do PSB

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente nacional do PSB, disse que o diretório nacional do partido não vai interferir na convenção de Natal.
A menos que seja necessário, em último caso…
Deixando claro que cabe ao diretório estadual, presidido pela governadora Wilma de Faria, analisar quaisquer questionamentos do diretório municipal, presidido pelo prefeito Carlos Eduardo.
E Eduardo Campos foi taxativo: quem provocar tumulto na convenção será processado pelo Conselho de Ética do PSB.
Leia a nota, na íntegra:

NOTA DO PRESIDENTE NACIONAL DO PSB

O Presidente Nacional do Partido Socialista Brasileiro, em face dos últimos acontecimentos vinculados à eleição municipal de Natal, dirige-se à população do Rio Grande do Norte, especialmente aos militantes do PSB na capital do Estado, para fazer os seguintes esclarecimentos:
1 – O Presidente Nacional reconhece a autoridade e a autonomia do Diretório Municipal do PSB para analisar a matéria, dentro dos limites previstos no Estatuto e no Regimento Partidário.
2 – Possível questionamento à posição do Diretório Municipal deve ser analisado pelo Diretório Estadual.
3 – Somente em último caso a Direção Nacional do Partido poderia se posicionar nesse contexto e, caso fosse provocada, antecipa-se, manifestar-se-ia de acordo exclusivamente com o regimento do partido.
4 – O Diretório Nacional em nenhum momento estimulou disputas internas no PSB de Natal, nem muito menos tomou qualquer tipo de posição sem ser provocado.
5 – Qualquer declaração dada por membros da Executiva Nacional deve ser atribuída ao declarante que falou por si e não pela Executiva ou pelo Diretório Nacional.
6 – Preocupados com a possível repetição dos tumultos que ocorreram recentemente no Diretório Municipal de Natal, enviaremos uma comissão formada por três membros do nosso partido para acompanhar o processo.
7 – Comunicamos que todo aquele que estimular tumultos ou atos de violência ou vandalismo no Congresso do Partido haverá de ser processado pelo Conselho de Ética do PSB.
8 – Solidarizamo-nos com as lideranças maiores do nosso partido em nome da Governadora Wilma de Faria, presidente estadual do PSB, que sempre soube se comportar com honradez na sua vida pública e com grandeza democrática dentro do nosso partido, mesmo nos momentos mais difíceis.
9 – Clamamos pela unidade e pela harmonia do partido nessa hora.

Eduardo Campos
Presidente Nacional do PSB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.