#JornalismoSemFakeNews

29 de agosto de 2009 às 12:44

4 meses depois, adolescente assassinada vira estatística no noticiário policial

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Em abril, quando a adolescente Maria Luíza Fernandes Bezerra, de 15 anos, foi assassinada em Natal, o Blog publicou um artigo retirado do site do jornalista Rubens Lemos…
Intitulado “Menina Sem Estrela”.
Quatro meses depois…
O texto permanece tão atual quanto no dia em que a menina foi morta.
Com uma mudança apenas: no título.
“Menina que virou estatística”… caberia neste momento…
Ontem, dia 28, Rubinho lembrou da morte de Maria Luíza…
E sugeriu a atualização do título…
MENINA SEM ESTRELA – 28.04.09
MENINA QUE VIROU ESTATÍSTICA – 28.08.09
Maria Luiza Fernandes Bezerra exibe um sorriso caboclo na foto estampada pelos jornais em Natal. Numa das fotos. Aos 15 anos de vida, sonhava os devaneios de uma menina suburbana. Gostava das novelas e músicas que a sua geração idolatra.
Noutra fotografia, macabra, mostra-se o corpo mutilado e violado de Maria Luiza, desaparecida durante uma semana após sair de casa levando inocência e ilusões.
O que fizeram com ela é bestialidade de psicopata. Que talvez a menina conhecesse, conversasse e jamais desconfiasse de que lidava com um monstro.
Esta é uma hipótese minha, desnorteado pela brutalidade de uma mente daninha. Que pode estar bem perto de você, de olhar esbugalhado, baba escabrosa, ou escondido sob um sorriso tremulante.
Maria Luiza, a vida tomada com fúria e sadismo, reabre o debate sobre os direitos humanos, convenientemente silenciosos nesse tipo de episódio. Maria Luiza não dá ibope, bandido certamente sim.
Quem é pai, como eu, de dois filhos, um deles mais velho que Maria Luiza, se arrepia de revolta. E de um desejo incontrolável de encontrar o assassino.
De arrancar a cara dele não, só de achá-lo mesmo.
Ficaria nisso.
Pode acreditar.
Ps. Fosse o crime no Plano Palumbo, onde eu moro, tava todo mundo preso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.