#JornalismoSemFakeNews

16 de novembro de 2009 às 19:35

Para coordenador da bancada, governo Lula deixa de repassar 263 milhões ao RN

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Coordenador da bancada federal do Rio Grande do Norte, o deputado Fábio Faria marcou para quarta-feira à noite a reunião com todos os parlamentares do Estado…
Para que eles discutam quais serão as emendas prioritárias a serem defendidas coletivamente junto ao Orçamento Geral da União (OGU).
Além de deputados e senadores, Fábio ficou de convidar a governadora Wilma de Faria, a prefeita Micarla de Sousa, os reitores da Universidade UFRN e da UERN.
Segundo Fábio, nos últimos 3 anos, as emendas coletivas têm sofrido contingenciamento pelo governo federal e pouco tem sido empenhado e liberado para todos os estados.
As emendas individuais, no entanto, foram reajustadas de R$ 8 milhões em 2007 para R$ 12,5 milhões para 2010, como aprovado semana passada na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional.
Fábio lembra que, dos R$ 294 milhões previstos em 2007, foram liberados 230 milhões.
Já em 2008, apenas R$ 95 milhões foram liberados para a execução de obras e serviços…
O que significa menos da metade do valor aprovado nas emendas da bancada potiguar.
Agora para 2009, o governo contingenciou todas as emendas de bancada federal e o Rio Grande do Norte deixará de receber investimentos da ordem de R$ 263 milhões.
“Esses recursos iriam permitir a construção de quatro centros poliesportivos em Natal, a construção de unidades de pronto-atendimento de Saúde, também na capital, a reforma e modernização da UFRN, além de sistemas de drenagem e esgotamento sanitário na capital e no interior, obras de infra-estrutura em Mossoró, construção da ponte Areia Branca-Grossos, implantação do terminal pesqueiro, enfim, obras e ações de grande relevância para o desenvolvimento do Estado”, declarou Fábio Faria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.