#JornalismoSemFakeNews

1 de março de 2010 às 21:09

Falta de pronto-atendimento em Natal e Grande Natal dificultam qualidade de atendimento no WG

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Para o médico Luís Eduardo Barbalho, presidente do Conselho Regional de Medicina, o problema de prontos-socorros em Natal é antigo.
Vem de anos.
E na maioria dos casos, nos menos traumáticos e menos complexos, são causados pela deficiência na rede básica de Saúde.
“A rede básica de Natal e da Grande Natal não consegue desafogar o Walfredo Gurgel. Se o Samu não encontra um pronto-atendimento que receba o paciente, ele acaba ficando dentro da ambulância, e termina no Walfredo”, afirmou Luís Eduardo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.