#JornalismoSemFakeNews

2 de março de 2010 às 19:29

José Dias votou com o governo e diz que “ficaria envergonhado” se fizesse o contrário

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Nas galerias da Assembleia Legislativa, sindicalistas da Saúde aguardavam a principal votação da sessão extraordinária.
O veto da governadora Wilma de Faria, à emenda que não permite o pagamento de ajustes e plano de cargos da Saúde, foi derrubado.
Mantendo o acordo de consenso, o deputado José Dias (PMDB), sempre tão oposicionista, em relação ao governo do Estado, votou pela manutenção do veto da governadora.
Por entender que a emenda da Assembleia, estava “errada”.
“Só eu e Robinson salvamos o governo”, disse José Dias, afirmando que os servidores sairão prejudicados.
“Eu tenho pena dos funcionários. E tinha pena de mim se eu tivesse derrubado, porque eu estaria envergonhado. A emenda era prejudicial ao governo”, declarou José Dias, saindo da sessão extraordinária, sem a menor vontade de participar da sessão ordinária.
O deputado Wober Júnior também saiu chateado da sessão.
“O governo não vai poder pagar ao pessoal da Saúde porque o dinheiro foi colocado numa rubrica que não permite gastos com pessoal. Aí os caras saem daqui com como vitoriosos”, afirmou Wober Júnior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.