#JornalismoSemFakeNews

11 de setembro de 2010 às 13:15

A Força de Lula, por Eliane Cantanhêde

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Da Folha.com

ELIANE CANTANHÊDE: FORÇA DE LULA É O GRANDE FATOR DESSAS ELEIÇÕES
De Brasília 
A pesquisa Datafolha realizada nos dias 8 e 9 de setembro apontou estabilidade na disputa presidencial.

Com 50% das intenções de voto, a candidata petista Dilma Rousseff manteve o percentual registrado na pesquisa anterior. Seu principal adversário, o tucano José Serra, oscilou negativamente um ponto percentual e registrou agora 27% das menções do eleitorado. Marina Silva (PV) foi de 10% para 11%.

Para Eliane Cantanhêde, colunista da Folha, o escândalo da quebra de sigilo fiscal ficou circunscrito à imprensa e a blogosfera.

Segundo ela, a "emoção" da corrida presidencial se transferiu para os Estados. Apesar do bom resultado nas pesquisas para o governo de São Paulo e Minas Gerais, o PSDB –que está próximo de uma derrota presidencial– também teve uma queda no Paraná.

Segundo o Datafolha, caiu pela metade a vantagem de Beto Richa (PSDB) sobre Osmar Dias (PDT) na disputa pelo governo do Estado. O tucano, que no final de agosto estava 13 pontos à frente do pedetista, viu a diferença se reduzir para 6 pontos percentuais.

Segundo pesquisa realizada pelo Datafolha nos dias 8 e 9 de setembro, Richa tem 44% das intenções de voto, enquanto Dias chega a 38%. No levantamento anterior (23 e 24 de agosto), o tucano tinha 47%, e o pedetista, 34%.
*
No Podcast da Folha.com, a colunista diz que, enquanto no plano nacional está tudo praticamente definido no primeiro turno, a emoção se transfere para os Estados, onde as eleições pegam fogo.
E cita como exemplo o estado do Paraná, onde o candidato tucano, Beto Richa (PSDB) continua liderando, mas sua maioria sobre Osmar Dias, do PDT governista, já caiu de 13% para 6%.

"O que a gente vê se confirmando a cada dia é a força de Lula nesta eleição. Este é definitivamente o grande fator de 2010", diz Cantanhêde..

Do Blog: Há 3 dias reproduzi aqui artigo publicado no Correio Braziliense pelo sociológo Marcos Coimbra, diretor do Vox Populi, onde ele dizia exatamente a mesma coisa, se referindo ao escândalo da quebra de sigilo fiscal de familiares do candidato José Serra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.