#JornalismoSemFakeNews

9 de outubro de 2010 às 12:45

Sucessão na Presidência da Assemblleia: Quem conseguirá agregar mais: Raimundo, Ricardo ou Jácome?

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quem acha que será fácil a sucessão do deputado Robinson Faria na presidência da Assembleia Legislativa?
Sabe-se que a governadora eleita Rosalba Ciarlini, ainda no começo da campanha, deu carta branca ao seu vice Robinson para conduzir a disputa.
Como sabe-se também que o nome prefeirdo – preferido meeesmo – de Robinson, é o do deputado Raimundo Fernandes.
Raimundo quase não se elege.
Na mágica do tal quociente eleitoral, Raimundo (PMN), do altro dos seus 37 mil e 158 votos, quase perde a vaga para o ex-prefeito de Caicó, Roberto Germano (PCdoB), com apenas 21 mil 410 votos. Quase a metade.
Raimundo se reelegeu pelos votos que surgiram nas duas últimas urnas apuradas.
Ufa!

Queridinho de Robinson, Raimundo deixou a Tromba do Elefante, onde surgiram candidatos novos e de muitos votos, como Pio X, Zé Júlio, Flaviano Monteiro e Salismar Correia – e debaixo do braço do vice-governador eleito, foi conquistar votos no Agreste.
Continuando…
Raimundo é o preferido mas o natural, pelo cargo que ocupa – de Primeiro Secretário – é o deputado Ricardo Motta, também do PMN, e também da confiança de Robinson.
Mas agora surge mais um no cenário do PMN: o deputado Pastor Antônio Jácome, até então um deputado a mais no grupo, foi eleito o campeão de votos entre os 24 parlamentares.
Foi para a cabeça com 54 mil, 743 votos.
O que deixou Jácome empolgado para suceder Robinson Fariua.
Tanto que ele já conversou com o vice eleito e disponibilizou o seu nome. Expôs sua vontade.
Mas aí…o que o grupo do deputado Robinson Faria não contava era com a sede dos novos.
A Assembleia terá 8 novos deputado.
Diria até que 7, porque o eleito Vivaldo Costa já foi deputado.
Mas fica no grupo dos 8 sim, se não concordar com o acerto para escolha do presidente no grupo do atual presidente.

Os novos querem mostrar a que vieram…e querem lançar um nome para disputar o cargo.
Resta saber se, caso o grupo que se articula consiga atrair os novos…quem dos 3 – Raimundo, Ricardo ou Jácome – agregaria mais?
Eis os novos da Assembleia, pela ordem de votos:

Tomba (PSB), oposição ao grupo de Robinson e Rosalba, obteve 49.832 votos. Ficaria com quem?
*
Dibson Nasser (PSDB), aliado da governadora eleita Rosalba e do vice Robinson…teve 41.883 votos…já até deixou escapar que deseja ser o candidato dos grupo dos novos…mas seguiria o rosalbismo e entraria para o grupo de Robinbson? Faria questão em torno de qual dos 3?
*
Vivaldo Costa (PR), antigo na Casa e ao mesmo tempo novo, já que agora assume o seu mandato, e não mais como suplente, foi rosalbista na campanha…ficaria com a chapa de Robinson?
*
Gustavo Fernandes (PMDB), apoiou Iberê na campanha, mas circulou livremente por vários palanques cor-de-rosa, como o do senador Garibaldi Filho. Teria força para bater o pé em torno de um nome novo ou aderiria sm problemas ao grupo de Robinson? Joga suas cartas sobre Raimundo, Ricardo ou Jácome?
*
George Soares (PR), com 36.952 votos…iberezista mas apoiado pelo prefeito Ivan Júnior, de Assu, aliado-amigo do vice Robinson Faria…faria questão em apoiar um nome do grupo do atual presidente?
*
Fábio Dantas (PHS) obteve 35.374 votos. Filho do deputado Arlindo Dantas, aliado de Iberê, mas sempre fiel ao presidente Robinson Faria na Assembleia…bateria as asas para caminhar sozinho?
*
Hermano Morais (PMDB), do PMDB tanto do H (Henrique) quanto do G (Garibaldi), daria trabalho? Atrapalharia a sucessão já articulada nos bastidores da Assembleia?
*
Agnelo Alves (PDT), com 35.995 votos…vai fazer barulho? Pode ser. Afinal de contas Agnelo é o único deputado eleito que nem apoiou a governadora Rosalba, nem o governador Iberê. Foi de Carlos Eduardo Alves, seu filho. Mas…sozinho, Agnelo terá voz alta para dizer que não topa se aliar ao grupo de Robinson ou a um possível grupo de novos? Convém aguardar o que dirá o caviloso deputado.

Pois bem…
Avaliando cada peça do xadrez, cada vez mais chego à conclusão de que não será difícil para o presidente Robinson Faria eleger o seu sucessor.
Resta saber se com o deputado preferido Raimundo Fernandes…ou com o natural Ricardo Motta.
Ou com o novo na disputa, Antônio Jácome.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.