Thaisa Galvão

25 de novembro de 2011 às 16:47

Em nota, Wilma de Faria se diz ‘ré da má fé’ [7] Comentários | Deixe seu comentário.

A ex-governadora Wilma de Faria divulgou agora, nota onde se pronuncia sobre citação de seu nome no processo que resultou na Operação Sinal Fechado.
Eis a nota:

AO POVO DO RIO GRANDE DO NORTE

MAIS UMA VEZ, SEMPRE DE MÁ FÉ, O MEU NOME É ENVOLVIDO EM NOTICIÁRIO ESCANDALOSO COMO SE PARA JULGAR A HONRA DE ALGUÉM BASTASSE APENAS SUBSTITUIR A VERDADE PELA PIROTECNIA JURÍDICA.

TODA A OPINIÃO PÚBLICA SE RECORDA QUE, ANTES MESMO DA MINHA POSSE PARA O PRIMEIRO GOVERNO, FUI VÍTIMA DE DENÚNCIA ESCABROSA DE POSSUIR UMA CONTA MILIONÁRIA NA SUÍÇA. DENÚNCIA ESTA QUE DESMORALIZEI PERANTE A JUSTIÇA E O POVO.

AO LONGO DOS MEUS DOIS GOVERNOS FUI, VÁRIAS VEZES, ACUSADA INJUSTAMENTE DA PRÁTICA DE CONVIVER COM ILICITUDES, SEM SEQUER SER RÉ EM QUALQUER AÇÃO JUDICIAL QUE APURE CRIMES DE CORRUPÇÃO.

HÁ NOVE MESES OS FATOS ANUNCIADOS NA CHAMADA OPERAÇÃO “SINAL FECHADO” SÃO OBJETO DE INVESTIGAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL QUE, NÃO INCLUIU MEU NOME NA RELAÇÃO DOS ACUSADOS E NÃO PEDIU QUALQUER MEDIDA CONTRA MIM.

A MÁ FÉ SE CARACTERIZOU QUANDO INDAGADO PELA IMPRENSA DURANTE ENTREVISTA COLETIVA, SOBRE AS ACUSAÇÕES OBJETIVAS CONTRA MIM, UM REPRESENTANTE DO MINISTÉRIO PÚBLICO LIMITOU-SE, DE FORMA PRECÁRIA, A DIZER QUE NÃO HÁ PROVAS CONTRA A MINHA PESSOA.

SOU RÉ, SIM, DE UMA MÁ FÉ QUE INSISTE EM TRANSFORMAR EM VERDADE DESEJOS, FRUSTRAÇÕES E MEDOS POLÍTICOS INCONFESSÁVEIS.

NA ELABORAÇÃO DA MENSAGEM CRIANDO A LEI DE N. 7290, EM DEZEMBRO DE 2009, QUE INSTITUIU O SERVIÇO DE INSPEÇÃO VEICULAR NO RIO GRANDE DO NORTE, OS RITOS LEGAIS FORAM, RIGOSROSAMENTE, OBSERVADOS E CUMPRIDOS.

O GABINETE CIVIL DO GOVERNO SUBMETEU A MENSAGEM AOS ÓRGÃOS DE ASSESSORAMENTO JURÍDICO DO ESTADO, PARA, SÓ ENTÃO, ENCAMINHAR AO PODER LEGISLATIVO, ONDE A LEI FOI APROVADA, EM SESSÃO PÚBLICA.

A INSPEÇÃO VEICULAR, PREVISTA NA LEGISLAÇÃO FEDERAL, FOI TAMBÉM COBRADA PELO PRÓPRIO MINISTÉRIO PÚBLICO, PREOCUPADO COM O CONTROLE DA POLUIÇÃO AMBIENTAL.

A LEI QUE SANCIONEI NUNCA FOI QUESTIONADA PELO MINISTÉRIO PÚBLICO OU PELO PODER JUDICIÁRIO.

O ENVOLVIMENTO DO MEU NOME É UM ATO DE ABSOLUTA MÁ FÉ. NÃO SOU RÉ E AS 189 LAUDAS DA PETIÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO MOSTRAM QUE NÃO SOU. NÃO HÁ NA PEÇA ACUSATÓRIA NENHUMA DENÚNCIA QUE EXIJA DE MIM PELO MENOS UMA EXPLICAÇÃO.

NÃO QUERO ACREDITAR QUE A INSISTÊNCIA DA MÁ FÉ TENHA SE TRANSFORMADO EM PRESTAÇÃO DE SERVIÇO POLÍTICO DA PARTE DE UMA INSTITUIÇÃO QUE TEM O DEVER DE BEM ACUSAR OS CULPADOS, MAS TAMBÉM DE BEM DEFENDER A VERDADE, PARA NÃO PRÉ-JULGAR INOCENTES, EXPONDO À SANHA DA OPINIÃO PÚBLICA, INTENCIONALMENTE CONFUNDIDA.

DESAFIO QUE PROVEM QUALQUER ENVOLVIMENTO DA MINHA PESSOA NAS DENÚNCIAS DE RECEBIMENTO DE PROPINAS OU DE CONIVÊNCIA COM LOBISTAS.

SEMPRE ESTIVE E CONTINUO À DISPOSIÇÃO DO POVO E DA JUSTIÇA PARA PRESTAR TODOS OS ESCLARECIMENTOS QUE A SOCIEDADE JULGAR NECESSÁRIO.

NADA TEMO. NEM AS MAIS SÓRDIDAS AMEAÇAS. PARTAM DE ONDE PARTIREM. A MINHA HONRA NÃO CONSEGUIRÃO FERIR.

WILMA MARIA DE FARIA

 

25 de novembro de 2011 às 12:36

Alegando compra de votos, TRE cassa prefeito, vice e vereador de Galinhos [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Do site do TRE-RN:

Após uma análise minuciosa do processo, feita por cada um dos juízes da Corte Eleitoral, por 4 votos a 3, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte cassou, ontem á tarde, os mandatos de Francisco Rodrigues de Araujo (Chiquinho), Francisco Antonio Pereira (Concon) e Hudson Matias Cavancanti, prefeito, vice-prefeito e vereador do município de Galinhos, eleitos em 2008, ao julgar recurso interposto em uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo (AIME).

O recurso foi proposto por Ricardo Santana Araújo, pela coligação “Salvamos Galinhos, agora é só trabalho” e pelo Diretório municipal do PP, pedindo a reforma da sentença que julgou improcedente a AIME. Em suas razões, os recorrentes alegaram a prática de captação ilícita de sufrágio, caracterizada pelo suposto oferecimento de dinheiro, bens móveis e material de construção a eleitores, com o intuito de angariar votos.

Já no segundo grau, a Procuradoria Regional Eleitoral opinou pelo conhecimento e desprovimento do recurso, por considerar ausentes prova robusta da existência da captação ilícita de sufrágio nos autos, bem como a potencialidade lesiva das condutas atribuídas aos recorridos.

O relator do processo, juiz Marcos Duarte, trouxe o recurso para julgamento no último dia 27 de setembro, quando ressaltou em seu voto a fragilidade dos depoimentos das testemunhas colhidos no processo e, por considerar ausentes elementos que levem à conclusão da existência da prática de captação ilícita de sufrágio ou do abuso de poder econômico, votou pelo conhecimento e desprovimento do recurso, mantendo a sentença integralmente. Nessa oportunidade, o juiz Jailsom Leandro pediu vista dos autos.
Ao trazer seu voto-vista, o juiz fez uma análise dos depoimentos constantes do processo, ressaltando a necessidade do cuidado na análise da prova em ações que possam resultar na cassação de mandato eletivo. Para ele, essa “necessidade decorre não só das sérias conseqüências do processo – que pode resultar na cassação do mandato de um inocente ou na manutenção do mandato de um culpado por captação ilícita – mas também porque a principal defesa geralmente consiste na alegação de parcialidade, corrupção ou torpeza das testemunhas.” Com essa análise detida, o juiz concluiu que existiu sim a captação ilícita de votos, ficando provado nos autos que os candidatos recorridos ofereceram bens e vantagens, doaram e entregaram dinheiro a eleitores com o fim de obter votos, no período entre o registro da candidatura e o dia das eleições, ficando assim caracterizada a captação ilícita de sufrágio. Assim, votou pelo provimento do recurso para reformar a sentença, julgando procedente a AIME, para cassar os diplomas dos recorridos, determinando ainda a posse imediata do primeiro suplente de vereador da coligação “Vamos Salvar Galinhos”, bem como determinar a convocação de novas eleições a se realizar no prazo de até 40 dias. Em seu voto, condenou ainda os requeridos ao pagamento de multas nos valores de R$ 5 mil (Francisco Rodrigues), R$ 20 mil (Francisco Antônio) e R$ 15 mil (Hudson Matias). Após seu voto, o juiz Ricardo Moura pediu vista dos autos.

Na Sessão em que trouxe o sue voto-vista, o juiz Ricardo Moura, após análise dos dois votos que o antecedeu, acompanhou a divergência aberta pelo juiz Jailsom Leandro, e votou pelo provimento do recurso. Após o seu voto, o juiz Ricardo Procópio, analisando esmiuçadamente a prova testemunhal e sua valoração no processo, também acompanhou a divergência. Da mesma forma, o desembargador Vivaldo Pinheiro também acompanhou a divergência. Após o voto do desembargador, o juiz Nilo Ferreira pediu vista dos autos.
No último dia 22, ao votar, o juiz Nilo Ferreira acompanhou o voto do relator, votando pelo desprovimento da AIME. Após o seu voto, o presidente do TRE/RN, desembargador Saraiva Sobrinho, que em razão da matéria, tem direito a voto, pediu vista dos autos para uma melhor análise do tema.

Já na Sessão de ontem, ao trazer o seu voto, o desembargador Saraiva entendeu da mesma forma que o relator do processo, votando assim pelo desprovimento da AIME.
Assim, por maioria, a Corte cassou os diplomas de Francisco Rodrigues de Araujo (Chiquinho), Francisco Antonio Pereira (Concon) e Hudson Matias Cavancanti, determinando a convocação de novas eleições a se realizar no prazo de até 40 dias, e condenou os requeridos ao pagamento de multas nos valores de R$ 5 mil (Chiquinho), R$ 20 mil (Concon) e R$ 15 mil.

25 de novembro de 2011 às 10:11

Felipe Maia: ficha bem limpinha [5] Comentários | Deixe seu comentário.

O deputado federal Felipe Maia (DEM) está bem na foto com a turma do programa CQC.
Abordado no corredor da Câmara pela repórter irônica Mônica Iozzi, ele foi apontado por ele como um dos míseros 3, entre os 513 deputados federais, que não respondem a processos…
Resta saber, como Felipe ficou bem, se o CQC vai botar nomar.
Se não botar, os leitores do Blog já sabem.
Fora Felipe e mais dois….são 510 com pendências judiciais….

25 de novembro de 2011 às 10:02

Agenda de Dilma será anunciada hoje durante coletiva na Governadoria [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quando chegar no Rio Grande do Norte, na segunda-feira, a presidente Dilma Rousseff vai pousar, posar, fazer um discurso e voar para o Ceará.
Tudo muito rápido.
No seu discurso não vai dizer que seu governo está liberando os tantos milhões já prometidos a Natal e ao Estado, e nunca repassados.
Vai assinar o contrato de concessão do Aeroporto Internacional São Gonçalo do Amarante, fazer novas promessas, posar ao lados dos políticos dando abraços e beijos…e pronto.
Como fez Lula durante 8 anos.
E o Rio Grande do Norte continua o mesminho.

A presidente Dilma não vai falar com a imprensa. Para registro, somente as palavras do seu discurso.
Hoje, às 15 horas, representantes da Secretaria de Aviação Civil, do Governo do Estado e da Concessionária InfraAmerica, responsável pela construção do aeroporto, receberão jornalistas para uma coletiva no auditório da Governadoria.
Terminada a coletiva, os jornalistas serão credenciados para acompanhar a visita de raspão da presidente.
Sem direito a posar com Dilma.
 

25 de novembro de 2011 às 8:21

Projeto de Henrique sugere nome de Aluízio Alves para o aeroporto de São Gonçalo [4] Comentários | Deixe seu comentário.

A proposta é do filho, deputado-líder Henrique Alves, que quer homenagear o pai Aluízio Alves, dando o seu nome ao aeroporto de São Gonçalo.

“O aeroporto é uma obra fundamental para o povo potiguar e representa para o Rio Grande do Norte uma arrancada no crescimento só vista antes na gestão modernizadora de Aluízio Alves, um político à frente de seu tempo, que impulsionou a economia do estado com a energia da hidrelétrica de Paulo Afonso”, comparou o deputado.

Como governador, Aluizio criou as companhias de água, luz e telefone e o instituto de previdência do Rio Grande do Norte. As faculdades de jornalismo e serviço social foram obras sociais do jornalista que também fundou o Sistema Cabugi de Comunicação (Rádios, TV e jornal).

 

 

25 de novembro de 2011 às 8:14

Câmara aprova tombamento do Juvenal Lamartine [3] Comentários | Deixe seu comentário.

Eita…

No momento em que o governo do Estado tenta leiloar o Estádio Juvenal Lamartine, a Câmara Municipal de Natal aprova, em segunda votação, a inclusão do Juvenal Lamartine como Patrimônio Histórico, Cultural, Arquitetônico e Esportivo de Natal.

A matéria agora segue para sanção do Executivo.

O Projeto de Lei nº 129/2011 é uma proposição dos vereadores Franklin Capistrano (PSB) e George Câmara (PCdoB).

“Essa matéria é um olhar para história. O olhar que tem o setor imobiliário é outro, pois naquela região muitos prédios já foram instalados. As imobiliárias não tem o objetivo de preservar o papel histórico do Juvenal Lamartine”, argumentou George Câmara.

 

 

25 de novembro de 2011 às 7:57

PSD se articula para integrar Colégio de Líderes da Assembleia [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Com apenas dois deputados (Gesane Marinho e José Dias), o PSD não tem assento no Colégio de Líderes da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

O que não significa que não há intenção…

Para ter vez, voz e voto na elaboração de uma pauta de votação, e seguindo o Regimento Interno da AL, que exige o mínimo de 3 deputados para formação de um bloco, o diálogo com os solteiros começou a ser aberto.

São os cortejados por ordem alfabética: Agnelo Alves (PDT), Fernando Mineiro (PT) e George Soares (PR).

25 de novembro de 2011 às 5:42

O que resta do Machadão [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Cena da quinta-feira: o que resta do Machadão.

Só o restinho...(Foto: Thaisa Galvão)

Agora por outro ângulo e pela lente de Canindé Soares:

Foto: Canindé Soares

25 de novembro de 2011 às 5:40

Operários que constroem a Arena das Dunas vão estrear o campo da Copa [0] Comentários | Deixe seu comentário.

E amanhã (sábado), às 9 horas, o diretor-presidente do Consórcio Arena das Dunas, Charles Maia, irá receber a imprensa para mais uma visita técnica ao canteiro de obras do estádio.

Durante a visita, os operários da obra participarão de uma partida de futebol no exato local onde será construído o campo da Arena.

A empresa Arena das Dunas Concessão e Eventos S/– Sociedade de Propósito Específico, (SPE) concluiu as etapas da obra do estádio Arena das Dunas previstas para 2011, com 35 dias de antecedência.

 

 

25 de novembro de 2011 às 2:09

Wilma: sem acusação contra ela, ex-governadora vai falar sobre operação [6] Comentários | Deixe seu comentário.

A ex-governadora Wilma de Faria (PSB) deverá se pronunciar nesta sexta feira sobre a Operação Sinal Fechado que acabou com a prisão do suplente de senador João Faustino.
Citada no processo do Ministério Público Estadual, Wilma não foi investigada.
Não recebeu a polícia para mandado de busca e apreensão …
Não é acusada…
Teve o nome citado….
Criou a lei que rege a inspeção veicular…
Espera-se que ela revele o que sabe sobre o assunto…

25 de novembro de 2011 às 0:35

Rosalba pede recursos a Miriam Belchior para garantir acessos ao novo aeroporto e obras da Roberto Freire [0] Comentários | Deixe seu comentário.

Acompanhada do ministro Garibaldi Filho e do secretário de Planejamento, Obery Rodrigues, a governadora Rosalba Ciarlini teve audiência nesta quinta-feira com a ministra Miriam Belchior, do Planejamento.

Rosalba foi discutir com a ministra alterações nos projetos de mobilidade sob responsabilidade do governo do Estado, com vistas à Copa de 2014.

A governadora Rosalba solicitou recursos para ampliar as vias de chegada e saída ao aeroporto de São Gonçalo do Amarante.

Um projeto antigo ligava o terminal a vários pontos de escoamento, maso último projeto, apresentado e aprovado, só liga o aeroporto à BR-406.

Congestionamentos à vista…caos…

Rosalba quer que o aeroporto seja ligado, além da 406, às BRs 101 e 304.

Outra alteração discutida foi no projeto da avenida Engenheiro Roberto Freire.

Há poucos dias, em entrevista a uma emissora de rádio, o secretário da Copa Demétrio Torres falou, e o Blog repercutiu, que o projeto grandioso da via de acesso a Ponta Negra não deveria mais ser tão grande…

A ministra pediu que a governadora voltasse a Brasília com um novo projeto para que o Ministério possa providenciar a liberação de recursos.

Ficou certo que Rosalba será recebida por Miriam Belchior, já de projeto novo debaixo do braço, na terça-feira.

Garibaldi e Rosalba com Miriam Belchior: nova reunião na terça-feira