Thaisa Galvão

4 de janeiro de 2012 às 7:28

Escola municipal de Natal é pioneira no mundo em projeto de Educação [2] Comentários | Deixe seu comentário.

Quem aí já tinha ouvido falar em Intercompreensão em Línguas Românticas?

Pois a Escola Municipal Terezinha Paulino, no Parque dos Coqueiros, zona Norte de Natal, é a primeira escola no mundo a adotar a disciplina em sua grade curricular.

A escola é pioneira de um trabalho de pesquisa envolvendo a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, a União Européia, Universidade de Aveiro (Portugal) e Secretaria de Educação de Natal.

O trabalho é coordenado pela professora da UFRN, Selma Alas, e pelo professor da rede municipal e doutorando em Lingüística, Rudson Gomes.

Segundo o professor, o objetivo do projeto é proporcionar a comunicação com o outro, cada um utilizando sua própria língua. E completa explicando que línguas românticas são as línguas de origem latina como português, espanhol, francês, italiano, catalão e romeno.

De agosto para cá, todas as semanas, 3 turmas do 9º ano participaram das aulas e verificaram os efeitos na melhoria da aprendizagem em português.

Os primeiros resultados foram tão empolgantes que os pesquisadores Selma e Rudson  passaram a integrar a equipe de formadores de Intercompreensão da União Européia, e hoje são os únicos de um país fora da UE.

 

 

2 respostas para “Escola municipal de Natal é pioneira no mundo em projeto de Educação”

  1. Rudson Gomes disse:

    Sou o profº Rudson Gomes, participante do projeto aqui divulgado. Agradeço a oportunidade e o espaço para a divulgação de um projeto tão importante para a nossa cidade. Infelizmente, nos dias de hoje, a mídia em geral abre espaço quase que unicamente para notícias que envolvam ciência e tecnologia, claramente catapultadas pelos resultados traduzidos em dinheiro. Esquece a grande mídia que por trás de todos esses grandes cientistas e pesquisadores estão os seus professores, desde quando ainda estavam em formação na educação básica. Gostaria de fazer uma pequena retificação: o nome correto é língua românica, e não língua “romântica”. Grato pelo interesse deste blog pela educação do nosso país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.