#JornalismoSemFakeNews

23 de janeiro de 2012 às 5:00

Potiguar de Florania é o chefe do Estado-Maior da Aeronáutica

[1] Comentários | Deixe seu comentário.

O Tenente Brigadeiro do Ar Aprígio Eduardo de Moura Azevedo assumiu (19/1) a Chefia do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER). Ele substitui o Tenente Brigadeiro do Ar Jorge Godinho Barreto Nery, que desempenhará o cargo de conselheiro militar junto à Organização das Nações Unidas (ONU) em Genebra, na Suíça. A solenidade de passagem de comando, realizada no Salão Nobre da Base Aérea de Brasília, contou com as presenças do Ministro de Estado da Defesa, Celso Amorim, e do Comandante da Aeronáutica, Tenente Brigadeiro do Ar Juniti Saito.

O Tenente Brigadeiro do Ar Azevedo nasceu na cidade de Florânia, no Rio Grande do Norte. Ingressou na Força Aérea Brasileira (FAB) no dia 1º de março de 1967, na Escola Preparatória de Cadetes do Ar, em Barbacena (MG). Entre os principais cargos ocupados estão o de Chefe da Comissão Aeronáutica Brasileira em Washington; Chefe da Seção de Planejamento Logístico do Estado-Maior da Aeronáutica; Chefe do Subdepartamento de Desenvolvimento e Programas e Presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate; Chefe da Assessoria Parlamentar do Comandante da Aeronáutica; Comandante do Quarto Comando Aéreo Regional; e Chefe do Gabinete do Comandante da Aeronáutica. Possui 6.000 horas de voo, das quais 1.800 horas na Aviação de Caça.

Uma resposta para “Potiguar de Florania é o chefe do Estado-Maior da Aeronáutica”

  1. Jorge disse:

    Cara Thaisa, abaixo um relato de um atendimento no Hospital Regional de Pau dos Ferros, quando os bombeiros são chamados para resolver uma emergência na urgência de um hospital, mostra o quanto esta falida a nossa saúde publica.

    AGRADECIMENTOS AOS PROFISSIONAIS BOMBEIROS

    De Lino Leite e Família

    Quero agradecer aos bombeiros que trabalham em Pau dos Ferros/RN

    Ontem presenciei um ato de persistência e dedicação ao profissionalismo,meu irmão foi vítima de um entalo,onde fazendo sua alimentação em casa ,engasgou-se com um pedaço de carne, desesperado levei-o ao hospital regional desta cidade,mas não esperava q maior fosse o desespero ao chegar ao ponto de saúde, pois ao praticamente morrer, como dizemos no cotidiano ,aos profissionais que por ali estavam, encontravam-se totalmente despreparados ou sem vontade de fazer o serviço que ali estavam exercendo,eu vendo aquela sena vi que iria perder meu irmão da mesma forma que perdi meus pais : EM UM LEITO HOSPITALAR.
    Pois quando meu irmão encontrava um espaço pedia ajuda. Eu não sabia o que fazer ,mas como Deus é bom pai ! mandou que eu procurasse um anjo que estaria ali por perto ,mas eu não encontrei apenas um,e sim vários deles , primeiramente encontrei uns companheiros que trabalham no 7ºBPM, pedi aos mesmo que ficassem com meu irmão enquanto eu fui ate a sede do corpo de bombeiro onde os profissionais que ali encontravam-se, quase que chegavam antes de mim no hospital pra prestarem o socorro, massagearam e fizeram outros movimentos que fazem parte dos primeiros socorros, mas antes tiveram q retirar o oxigênio da narina do mesmo pois encontrava-se sem fôlego e provocando constantemente. Muitos curiosos da saúde que si encontravam no local , que deveriam ter o mesmo prepara , desanimavam os profissionais que efetuava o socorro dizendo que não havia mais jeito, mas com a persistência , força de vontade e gosto no que fazem conseguiram trazer meu irmão a vida , eu e minha família estamos gratos eternamente , e parabenizamos , pois sabemos que muitos criticam a falta de equipamentos nos setores de saúde , mas o principal de tudo é a força de vontade e o prazer de fazer oque lhe é designado.

    NÃO BASTA SABER FAZER TEM QUE FAZER!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.