Thaisa Galvão

31 de janeiro de 2012 às 2:20

Empresários do setor têxtil do Seridó falam de crise com o deputado João Maia [1] Comentários | Deixe seu comentário.

No final de semana que passou no Rio Grande do Norte, o deputado federal João Maia se reuniu com representantes da indústria têxtil na região do Seridó, e com eles definiu: vai conversar com a bancada potiguar no Congresso e procurar a governadora Rosalba Ciarlini para tentar encontrar uma saída para o setor.

Responsáveis – são 36 empresas em vários municípios – pela produção da Hering, as facções têm demitido cada vez mais devido à modernização das fabricas, incentivadas pela própria indústria-cliente.

Hoje são cerca de 2 mil empregos diretos e outros milhares de indiretos no Seridó.

Como parlamentar da região e presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara, João Maia foi convocado para levantar a bandeira do setor têxtil na região.

“Sem as facções, nossa região estaria condenada mais uma vez ao fantasma do desemprego. Essas indústrias recebem incentivos para se instalarem aqui, são respeitadas pelos produtores locais, mas precisam garantir um aumento crescente da procura pelos produtos fabricados no Seridó”, disse o deputado João Maia.

João Maia com os empresários têxteis do Seridó

 

Uma resposta para “Empresários do setor têxtil do Seridó falam de crise com o deputado João Maia”

  1. Arthur de Pádua Vieira de Almeida disse:

    Não só na região do seridó, no vale do Assu, existem 8 facções que passam pelo mesmo problema, já que o salário é em regime de produção e nem sempre atinge o valor do salário minimo; vários fatores contribuem, desde do desabastecimento da Hering a falta de insumo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.