#JornalismoSemFakeNews

2 de novembro de 2012 às 22:45

Prefeitura com caixa assegurado para obras de tapa-buraco e recapeamento asfáltico

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

O prefeito de Natal, Paulinho Freire assume a gestão com dinheiro em caixa….

Mas, dinheiro carimbado, para recapeamento que inclui operação-tapa-buracos em algumas ruas de Natal.

São 11 milhões e 100 mil, dos quais, 10 milhões foram assegurados pela presidente Dilma Rousseff em reunião com a então prefeita Micarla de Sousa, em janeiro do ano passado.

Os recursos chegaram em junho, mas não foram liberados pela Caixa Econômica por causa do período eleitoral.

Passada a eleição, o dinheiro começou a ser usado.

No dia 30, um dia antes da prefeita ser afastada do cargo, a Prefeitura deu início às obras de recapeamento pela avenida dos Pinheirais, que antes teve buracos tapados.

Foram 784 metros de recapeamento, na via ligando a BR-101 à avenida Ayrton Senna.

O contrato da construtora prevê obras em mais 14 ruas na zona Sul, entre elas a avenida dos Ipês, também em Neópolis.

*

E no site da Prefeitura de Natal, eis notícia publicada no dia 26, sobre os investimentos em recapeamento de ruas e avenidas:

 

A Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi) iniciará na próxima segunda-feira (29), os serviços de recapeamento asfáltico da malha viária de várias ruas e avenidas da capital potiguar. As obras terão início pela rua dos Pinheirais em Neópolis e se estenderão pelas quatro regiões da cidade, abrangendo 54 importantes vias da capital potiguar. 

Na manhã desta sexta-feira (26), na sede da Semopi, durante reunião com a titular da Semopi, Teresa Cristina Vieira Pires e demais assessores técnicos da pasta, a prefeita Micarla de Sousa assinou a ordem de serviço para as obras. “Daremos prioridade aos corredores principais de trânsito e de maior tráfego de veículos e de transporte urbano”, disse a titular da Semopi.

Investimentos
Para estas obras estão assegurados R$ 11,1 milhões, com recursos garantidos no Ministério das Cidades e destes R$ 1,1 milhão de contrapartida da Prefeitura do Natal. 
Os serviços foram divididos em três lotes, cada um a cargo de uma empresa diferente.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Perfil