#JornalismoSemFakeNews

8 de novembro de 2012 às 21:24

Secretário de Tributação explica necessidade de regime diferenciado para setor de medicamentos

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Secretário estadual de Tributação, José Airton da Silva explicou ao Blog o regime especial diferenciado, aplicado ao setor de medicamentos, e que foi alvo de uma sindicância interna na Secretaria.

Airton afirmou que não há nenhuma irregularidade, e que peculiaridades do segmento fizeram com que o governo optasse pelo regime diferenciado.

“Porque o segmento é diferenciado”, garante o secretário, que disse ter participado de várias reuniões sobre o assunto, com presença de auditores e de empresários.

“Tudo tornado público”, disse Airton.

Segundo o secretário, por causa do regime diferenciado necessário, o que aconteceu na Secretaria foi o surgimento de comentários desagradáveis, onde algumas pessoas insatisfeitas com o novo regime da pasta, que tirou alguns de uma zona de conforto, começaram a dizer que houve troca de benefícios entre a Secretaria de Tributação e empresários do setor de medicamentos.

 

“O corregedor da Secretaria, percebendo isso, abriu procedimento interno e começou a chamar as pessoas responsáveis pelos comentários , inclusive alguns empresários citados, para prestar esclarecimento. Ao mesmo tempo enviou o material colhido para o Ministério Público, que é nosso parceiro”, disse Aírton, confirmando que o material está no MP sob os cuidados do promotor Giovanni Rosado.

 

No âmbito da Secretaria, de acordo com o auxiliar do governo, o processo já foi concluído.

“O resultado mostrou que tudo não passou de comentários infelizes, e que nada é verdade. Volto a dizer que o regime é diferenciado porque o segmento é diferenciado”, concluiu o secretário José Aírton.

 

Se na Secretaria o processo foi concluído….no Ministério Público ele está começando.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Perfil