#JornalismoSemFakeNews

22 de novembro de 2012 às 14:24

Ministro Joaquim Barbosa toma posse na presidência do STF

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Está sendo empossado agora, na presidência do Supremo Tribunal Federal, o ministro Joaquim Barbosa.

A posse de Barbosa na presidência do STF é marcada pelo simbolismo da chegada de um negro a um alto cargo na estrutura de poder.

O que não significará muita coisa para o próprio presidente, que, apesar de em sua vida acadêmica sempre ter explorado a desigualdade social e o racismo como tema de teses e palestras, no exercício profissional, seja no Ministério Público Federal ou no próprio STF, nunca se levantou como porta-voz da discussão.

 

Leia as frases a seguir, de autoria de Joaquim Barbosa, e defina o perfil do novo presidente do STF, atual relator do processo do mensalão, que está mandando membros do governo Lula para a cadeia.

 

*

 

Julgamento do mensalão

 

“(O conjunto probatório coloca Dirceu) como mandante das promessas de pagamento das vantagens indevidas a parlamentares para apoiar o governo”

*

“O Banco Rural omitiu dados para perícia”

*

“Quero eliminar abobrinhas”

*

“No Brasil, o que é público não se transmuta em privado se a verba é pública”

*

“Os atos que pratiquei nesse processo poderia classificar até de muito generosos”

*

“Marcos Valério mentiu em seu interrogatório. É interessante notar que ele muda de versão conforme as circunstâncias”

*

“O acusado (José Dirceu) era detentor de uma das mais importantes funções da República. Ele conspurcou a função e tomou decisões chave para sucesso do empreendimento criminoso”

*

“A lavagem de dinheiro foi feita em uma ação orquestrada com divisão de tarefas típica de um grupo criminoso organizado”

*

“Eu nunca tinha ouvido isso, entrega de dinheiro a domicílio”

*

“Partidos políticos não são vocacionados ao repasse de grandes somas de dinheiro de um para o outro. Eles competem entre si. Teria que ser muito ingênuo para acolher essa alegação”

*

“Os fatos aqui mostrados derrubam de uma vez a tese da defesa de que José Dirceu não tinha nenhuma relação com Marcos Valério”

*

“O problema não é um ministro receber diretores de instituições financeiras em seu gabinete, mas sim o contexto em que se deram essas reuniões” (sobre José Dirceu)

*

“(As provas) colocam o então ministro da Casa Civil na posição central da organização e da prática, como mandante das promessas de pagamento das vantagens indevidas a parlamentares para apoiar o governo. Entender que Marcos Valério e Delúbio Soares agiram e atuaram sozinhos, contra o interesse e a vontade de Dirceu, nesse contexto de reuniões fundamentais, é inadmissível”

*

“Esse Trade Link Bank era uma verdadeira lavanderia do Banco Rural”

*

“A empreitada criminosa é muito maior do que a que nós estamos examinando nesses autos”

*

“Como toda organização criminosa, havia uma divisão de tarefas e o sucesso do empreendimento dependia da conduta de todos”

*

“É só o indivíduo que mora no morro e sai atirando loucamente pela cidade que abala? A prática de crime de formação de quadrilha por pessoas que usam terno e gravata me traz um desassossego ainda maior”

*

“A prática nefasta de compra de parlamentares é crime para o qual não se há possibilidade de que seja cometido sem entendimento entre pessoas e grupos porque o dinheiro não nasce em árvores, não se colhe dinheiro em árvores. A tratativa, a preparação, é a prática inerente desses crimes”

*

“Pena-base não é sinônimo de pena mínima”

*

“Corromper um guarda da esquina é o mesmo que corromper um parlamentar?”

*

“Quanto mais alto o desvio, mais reprovável a conduta”

*

“Marcos Valério foi o ‘masterminder’. Abaixo dele vinham os sócios”

*

 

Em outras ocasiões:

 

“É o preço que se paga pela abertura do tribunal (à imprensa)”, sobre a troca de mensagem entre Lewandowski e Cármem Lúcia, flagrada por um fotógrafo do GLOBO.

*

“Vossa Excelência está destruindo a justiça desse país. (…) Vossa Excelência não está na rua, Vossa Excelência está na mídia, destruindo a credibilidade do Judiciário brasileiro. (…) Vossa Excelência, quando se dirige a mim, não está falando com os seus capangas do Mato Grosso, ministro Gilmar.”, em briga com Gilmar Mendes

*

“Nenhum advogado, por mais importante que ele seja, monopoliza o meu gabinete”

*

“Sou totalmente a favor do fim do foro privilegiado. É uma excrescência tipicamente brasileira. É uma racionalização da impunidade”

*

“É raro você encontrar (no mundo) algum tribunal que tenha decidido questões tão cruciais para o Estado e para a sociedade”, em entrevista ao Estado de S. Paulo.

*

“Fabricantes de escândalos que, sorrateiramente, invadiram minha privacidade em alguns poucos momentos de lazer, permitidos e até aconselhados pelos médicos que me assistem”. Reação após ser flagrado em um bar em período de licença médica.

*

“Eu passava temporada na Universidade da Califórnia, Los Angeles. Encontrei Frei Betto casualmente nas férias, no Brasil. Trocamos cartões. Um belo dia, recebo e-mail me convidando para uma conversa com (o então ministro da Justiça) Márcio Thomaz Bastos em Brasília”, em entrevista à Folha de S. Paulo.

*

“Eu não me arrependo dos votos, não. As mudanças e avanços no Brasil nos últimos dez anos são inegáveis. Em 2010, votei na Dilma.” em entrevista à Folha de S. Paulo.

*

“As pessoas guardarão na lembrança a imagem de um presidente do STF conservador, imperial, tirânico, que não hesitava em violar as normas quando se tratava de impor à força a sua vontade”, em entrevista ao GLOBO, referindo-se a Cézar Peluso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Perfil