Thaisa Galvão

16 de dezembro de 2012 às 20:45

Parada Gay não sai da concentração e vira caso de Justiça [1] Comentários | Deixe seu comentário.

Sobrou para a governadora Rosalba Ciarlini.

A Parada Gay, marcada para sair às 16 horas, da frente do supermercado Extra, na avenida Roberto Freire, continua na concentração já passando das 21 horas.

E não faltaram xingamentos dos organizadores e participantes do evento…

O microfone foi democrático e cada um disse o que quis…

 

Conversei agora com o Coronel Dantas, comandante do Corpo de Bombeiros, e eis a explicação:

Ele disse que a Cosern liberou o itinerário da festa, mas somente com trios elétricos com altura de até 5 metros.

“Chegamos lá e checamos que os trios deles passam dos 6 metros”, disse o Coronel, afirmando que o impedimento da saída dos trios se deu por questão ‘exclusivamente’ de segurança.

“Pode ver que ali na Roberto Freire os fios são baixos e tem até fios de alta tensão”, disse o comandante. que foi questionado pelo Tribunal de Justiça sobre a decisão do Corpo de Bombeiros , e explicou ao juiz que o motivo era apenas de segurança.

É que os organizadores da Parada entraram com uma liminar pedindo que a decisão do Corpo de Bombeiros fosse derrubada.

“Aí eu não sei se o Tribunal julgou, ou não concedeu a liminar” disse Coronel Dantas.

 

*

Passei há cerca de meia hora e os trios continuavam parados.

Bombeiros foram checar altura dos trios (Fotos: Márlio Forte)

Atestaram que estavam mais alto do que o permitido pela Cosern

 

Uma resposta para “Parada Gay não sai da concentração e vira caso de Justiça”

  1. Railson Gonçalves disse:

    Engraçado Senhor Coronel, mais como foi feita a pericia os o Trios mais alto era de 4,75m e como é do conhecimento de todos não existe fiação cortando a Avenida em questão. Espero que o erro da Cosern e do Corpo de Bombeiros seja visto pelo Mínisterio Público que ja tinha nós dado a liminar autorizando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.