Thaisa Galvão

23 de janeiro de 2013 às 11:58

Vetos da governadora têm respaldo popular, mas desagrada aliados [2] Comentários | Deixe seu comentário.

No ano em que precisa se equilibrar com aliados políticos, e principalmente com a gestão – ano que vem será ano de reeleição – a governadora Rosalba Ciarlini compra uma briga com deputados.

De uma vez só, vetou emendas da Assembleia Legislativa ao orçamento do Estado para 2013, que afetam o Ministério Público e o Tribunal de Justiça.

Com os vetos, Rosalba estaria acumulando adversários?

É que os vetos foram feitos a todas as emendas coletivas da Assembleia, assinadas por deputados aliados e adversários.

 

A governadora justifica os vetos com a falta de dinheiro nos cofres, e a economia que o estado fará, de R$ 76 milhões.

Montante que as emendas coletivas acrescentariam ao orçamento.

Medida popular com o povo, mas impopular com os aliados.

 

A diminuição do repasse do fundo de participação dos estados (FPE) deixa a governadora com a corda no pescoço, e tendo que comprar as brigas.

Outra queda de braço é com os tribunais de Justiça e de Contas, e com o Ministério Público.

É que o governo vetou o repasse de dinheiro para operacionalização e manutenção das atividades do poder judiciário, para  ampliação do parque tecnológico do poder judiciário, para construção e reforma das sedes e anexos do Ministério Público Estadual…para atualização de parques tecnológicos do Tribunal de Contas do Estado.

 

Outro veto que chamou atenção foi o da emenda que repassaria recursos para reforma na vice-governadora, ocupada pelo seu adversário-desafeto-vice Robinson faria.

Mas esse veto aí, analisando individualmente, não gera desgaste à governadora.

O problema é que ele faz parte da lista de emendas coletivas…e desagrada deputados.

2 respostas para “Vetos da governadora têm respaldo popular, mas desagrada aliados”

  1. Thales disse:

    Acho correto o que a Governadora fez. Principalmente com relação aos deputados. Com o Tribunal de Justiça e o Ministério Público ela deveria ter mais cuidado com as raposas velhas que comandam essas instituições. Mas por mais que em algumas áreas do governo estejam em profunda crise como a saúde, vejo o trabalho da Governadora como positivo e acredito sim que ela esteja fazendo o melhor pelo RN. Não dependo dela nem de nenhum partido. Apenas penso que a atual administração está fazendo mais que as anteriores (7 anos de Wilma de Faria e os 9 meses de Ibere Ferreira), nós – povo potiguar – só perceberemos isso mais no futuro. E espero que Rosalba não perca a eleição de 2014 para Robinson Faria – este sim, em minha opinião, um incompetente e oportunista.

  2. O Poder Judiciário pe bombardeado por toods os lados. 30 dias por mês, 360 dias por ano.

    Os servidores do Executivo amargam desajuste de salários há 16 anos e 23 dias. Os OUTROS PODERES TEM MÉDIA SALARIAL SETE VEZES O QUE PERCEBEM OS DO EXECUTIVO. ISTO É JUSTO. A sociedade que depende dos serviços públicos amarga a falta de assistência básica. Enquantos isso os outros poderes da República não tem contas a prestar ao povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*