#JornalismoSemFakeNews

6 de abril de 2013 às 7:03

Ministério Público do Tribunal de Contas atesta inocência de Wilma no caso do Foliaduto

[0] Comentários | Deixe seu comentário.

Quase 10 anos depois, a ex-governadora Wilma de Faria consegue tirar seu nome do processo do Foliaduto, que apura denúncia de desvio de dinheiro público através da contratação de shows pela Fundação José Augusto.

No parecer  do procurador Carlos Roberto Galvão Barros, do Ministério Público de Contas, o nome de Wilma não foi incluído.

Somente o ex-diretor da Fundação, François Silvestre foi condenado a devolver dinheiro.

 

O nome de Wilma também já foi retirado de outra denúncia apurada em seu governo: a de superfaturamento da ponte da Redinha.

Portanto, a ex-governadora Wilma de Faria, atual vice-prefeita de Natal, segue sem condenações em dua ficha política.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.